Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

16 - AMARGURA, OU, AMAR CURA?

      Que bom quando alguém pode andar com a alma leve! Que bom quando guardamos coisas boas no coração! No entanto, há pessoas que guardam espinhos em seu coração.

     E, espinhos machucam. De forma dolorida e contínua. O problema é que há muita gente que dá uma de “prefiro ficar zangado!”. Por isso vivem amargurados e infelizes. Assim, agindo, bloqueiam a ação da graça de Deus em suas vidas.

     Uma alternativa melhor é escolher ser feliz! Claro que isso implica numa série de ações da parte de cada um de nós. Ações no dia-a-dia que têm a força de construir relacionamentos significativos e duradouros. Ações que exigem a força do amor brotando de dentro para fora de nosso ser. O que você vai escolher? Amargura, ou, amar cura? De que forma o amor pode curar?

     1. O amor cura por nos dar uma dimensão correta acerca de nós mesmos. Assim não nos cobramos por aquilo que não podemos fazer. E, o que fazemos, é sempre com a qualidade de quem investiu o melhor de si no que foi feito.

     2. O amor cura por nos dar uma dimensão correta sobre as pessoas ao nosso redor. Assim, evitamos fazer projeções de nós mesmos sobre elas. Deixamos de cobrá-las pelo que não são em relação a nós. Passamos a aceitá-las como elas são e não como gostaríamos que fossem. Dessa forma, ficamos mais livres para dar-nos a conhecer uns aos outros, como somos, sem artificialismos ou hipocrisia.

     3. O amor cura porque nos capacita a perdoar. Nos ajuda a ver no outro o que ele pode vir a ser amanhã e não somente o que ele é hoje. Essa é a visão que Deus tem de nós. Por essa razão, amar cura. Por essa razão, a amargura nos distancia e nos priva da graça de Deus.

     4. O amor cura porque nos capacita a construir um projeto de vida diferente. Um projeto de vida onde a graça e o perdão são modos operantes de nossos relacionamentos. Um projeto de vida onde a alegria se faz presente porque nunca foi ou será proibida de entrar.

     5. O amor cura porque quem ama tem uma postura positiva da vida. Vê mais as virtudes do que os defeitos dos outros. Investe mais nas qualidades do que nos defeitos. Não se trata de mistificação. Os defeitos são observados e trabalhados. Mas são trabalhados na dimensão redentiva do amor.

     6. O amor cura porque quem ama luta para viabilizar os projetos do coração. As coisas são vistas não só do ponto de vista da razão (hemisfério esquerdo do cérebro), mas também do ponto de vista da emoção (hemisfério direito do cérebro). Amar renova as fontes interiores de energia de cada um de nós. A amargura esgota e faz secar nossas fontes de energia interior.

     7. O amor cura porque quem ama sonha. Quem sonha tem poesia na vida. Quem sonha faz de sua vida um poema permanente, constante e crescente. Quem sonha vislumbra um futuro e passa a viver e trabalhar motivado pela visão desse futuro. O passado não é esquecido. O passado continua a ser um ponto de referência. Mas é um ponto de partida, nunca ponto de chegada. O ponto de chegada é aquele ponto que a visão da fé e do amor nos permite vislumbrar e construir a partir de hoje para torná-lo visível e concreto no futuro.

 

Meditação da Palavra

1ª) “Cura-me, ó Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és o meu louvor”. Jeremias 17:14

2ª) “Mas te restaurarei a saúde, e curarei as tuas chagas, diz o Senhor”. Jeremias 30:17a.

3ª) “Entretanto, farei vir sobre ela saúde e cura; sararei o meu povo, e lhe manifestarei abundância de paz e de verdade”. - Jeremias 33:6

4ª) “Eu te amo, ó Senhor, força minha”. Salmo 18:1

5ª) “Amo ao Senhor, pois Ele ouviu a minha voz; ouviu o me clamor por misericórdia”. Salmo 116:1

6ª) “Muita paz tem os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço”. Salmo 119:165

7º) “Não desampares a sabedoria, e ela te protegerá; ama-a, e ela te guardará”. Provérbios 4:6

Vale a pena amar! Amargura? Não! Amar cura!

Seja Sempre Obediente. Amém!!!

 

Versículo do Dia

Jr 21:7

"E depois disto, diz o SENHOR, entregarei Zedequias, rei de Judá, e seus servos, e o povo, e os que desta cidade restarem da pestilência, e da espada, e da fome, na mão de Nabucodonosor, rei de Babilônia, e na mão de seus inimigos, e na mão dos que buscam a sua vida; e feri-los-á ao fio da espada; não os poupará, nem se compadecerá, nem terá misericórdia. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

26 - MENSAGEM

     Todas as vezes que o diabo disse a alguém: “É o fim”, ali, na verdade, era o começo dos melhores dias, das maiores vitórias, dos melhores momentos. O...

101 - O CRISTÃO DEVE COMEMORAR O DIA DOS NAMORADOS?

     Algumas reflexões intrigantes:      O cristão deve comemorar o dia dos namorados?      O dia internacional dos namorados é comemorado no dia 14 de fevereiro, em Portugal e...

128 - BELÍSSIMO FATO VERÍDICO

       Fato ocorrido em 1892, verdadeiro e integrante de biografia. Um senhor de 70 anos viajava de trem tendo ao seu lado um jovem universitário, que lia o seu...

151 - O CRENTE E AS TATUAGENS

      A tatuagem que é a marca no corpo, com tinta indelével ou com ferro em brasa, ou ainda com cortes na pele é uma pratica antiga que se...

86 - PLÁCIDO E CARRERAS

     Eis uma história que nem todos conhecem mas que nos leva a pensar se precisamos mesmo conviver com a rivalidade. Plácido Domingo, José Carreras e Luciano Pavaroti. Refere-se...