Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

119 - EM QUAL ESTAÇÃO VOCÊ ESTÁ!

     Muitas vezes a nossa vida se compara a de uma árvore. Assim como a árvore, nós também vivemos diferentes estações. Não há como fugir delas. O inverno talvez seja a estação mais triste. As folhas começam a murchar até caírem completamente. As flores já não existem mais, os frutos desaparecem. O que resta, para quem observa a pobre árvore, são os galhos retorcidos que, uma vez expostos revelam as imperfeições antes escondidas pela beleza superficial. Mas não devemos nos enganar: aquilo que parece estar matando a árvore na verdade é essencial para a sobrevivência. Ainda que o inverno esteja rigoroso, seco, sem cor ou perfume, a árvore não está morta. A vida ainda está dentro dela. As forças, antes usadas para embelezar a árvore, agora são gastas para fazê-la crescer, onde ninguém vê, aprofundando suas raízes. Dizem ainda que em muitos lugares onde não há inverno as árvores não produzem frutos.

     E assim também acontece conosco. Muitas vezes Deus nos guia até o deserto para ali nos revelar o nosso próprio coração. Toda beleza superficial desaparece e passamos a enxergar as nossas próprias falhas e limitações. Nossa justiça própria se revela como um “trapo de imundície”. E nós murchamos como as folhas de uma árvore que seca. As circunstâncias que não podemos mudar e os sonhos que parecem não se realizar nos levam a um estado de desconsolo e desesperança semelhante ao de uma árvore no inverno, adoecendo o nosso coração (A esperança que se adia faz adoecer o coração. Mas o desejo cumprido é árvore de vida).

     Muitos se perdem aí, no inverno de suas vidas. Mas, em vez disso, podemos nos render ao processo divino de fazer morrer o que é superficial e ganhar vida no interior. São mudanças de valores que fazem parte do nosso crescimento espiritual. O inverno é uma oportunidade de conhecermos a nós mesmos e de sermos transformados à medida em que conhecemos a Deus intimamente. É no inverno da alma que podemos aprender a dependência total para com o Senhor e a desfrutar o descanso em Sua soberana vontade. É morte do “eu” que renascemos para uma vida: aquela que Deus tem pra nós. É na falência de nossas próprias tentativas que passamos a experimentar o braço do Senhor agindo em nosso lugar. É quando não podemos mais seguir adiante que Deus nos carrega em seu colo e, então, podemos chegar onde devemos ir. É na limitação que experimentamos o poder de Deus se aperfeiçoando em nossa fraqueza. É assim que trocamos os trapos da nossa justiça própria pela obra perfeita e graciosa de Cristo na cruz. Durante o inverno, podemos simplesmente nos render e adorar. É verdade que às vezes nos debatemos, mas quando enfim nos rendemos, entramos como que em um estado de hibernação, [em que] “dormimos” interiormente. Nossos sonhos, projetos, as promessas de Deus para nós parecem estar em um “estado de espera”. E realmente estão, elas não morreram.

     As palavras de vida, proclamadas por Deus a nosso respeito, estão dentro de nós, aguardando o tempo oportuno. São promessas do Senhor para nosso casamento, para nossos filhos, para nossos ministérios. E enquanto descansamos no Senhor, Ele trabalha para cumprir cada uma de suas palavras.

     Durante o inverno tudo o que podemos fazer é esperar; é ter a esperança da próxima estação. E quando a primavera chegar, aquela pobre e sofrida árvore terá uma maior transformação! As águas irão regá-la novamente e ela voltará a dar flores, frutos e suas folhas verdes serão mais bonitas do que nunca! Creia: a primavera vai chegar! E aquilo que você tanto espera deixará de ser esperança, pois você trocará as flores, comerá os frutos, viverá o cumprimento das promessas! Assim como a noite escura passa e a alegria vem com o amanhecer, em breve a luz do Senhor vai acender o seu coração adormecido. (...)

 

Meditação da Palavra

1ª) “Quero trazer à memória o que pode me dar esperança. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não tem fim; renovam-se a cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto, esperarei nele. Bom é o Senhor para os que esperam por Ele, para a alma que o busca. Bom é aguardar a salvação do Senhor, e isso, em silêncio”. Lamentações 3:21-26

2ª) “Lembrar-te-ás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias ou não os seus mandamentos”. Deuteronômio 8:2

3ª) “Todos nós somos como o imundo, e todos os nossos atos de justiça como trapo de imundícia; e todos nós caímos como a folha, e os nossos pecados como um vento nos arrebatam”. Isaías 64:6

4ª) “[...] Rejeitemos, pois, as obras das trevas e vistamo-nos, das obras da luz”. Romanos 13:12

5ª) “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”. II Coríntios 3:18

6ª) “Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por minha causa, achá-la-á”. Mateus 10:39

7ª) “Estou crucificado com Cristo, e já não vivo, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim”. Gálatas 2:20

 

Versículo do Dia

At 21:5

"E, havendo passado ali aqueles dias, saímos, e seguimos nosso caminho, acompanhando-nos todos, com suas mulheres e filhos até fora da cidade; e, postos de joelhos na praia, oramos. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

2 - PARA REFLETIR

       Aconteceu na cidade de Londrina (Paraná), um fato que chamou muito a atenção dos bombeiros no início do mês de Setembro de 2004. Uma jovem de 19 anos...

ESPECIAL - MÃE E AGORA?

  Isaías 49:15 “Acaso, pode uma mãe esquecer-se do filho que ainda mama?”      Certo dia Deus desejou garantir a nós sua proteção e lembrança. Para ele era importante provar seu...

216 - FOLHAS SECAS

     Se viver fosse fácil não teríamos tantas dores e problemas espalhados em todos os cantos do planeta.      A dor visita a cada um de nós com tarefas...

228 - CAVALINHO

       Certa tarde, um homem saiu para um passeio com as duas filhas, uma de oito e outra de quatro anos. Em determinado momento da caminhada, Helena, a mais...

122 - AMOR

     Numa sala de aula, havia várias crianças. E uma delas perguntou à professora o que era o Amor. A professora sentiu que a criança merecia uma resposta à...