Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

57 - O PAGANISMO ATIVO EM NOSSOS DIAS

     O tempo certo e com quem começar um relacionamento amoroso sempre despertou o interesse de todos os povos. Antes da vinda de Cristo, os pagãos, por observarem que os pássaros construíram seus ninhos em fevereiro, dedicaram este período à deusa Februata Juno, que era, para eles, a deusa da fertilidade. Assim, faziam festas e criaram muitas tradições que iam do envio de cartas amorosas, pedidos de compromisso de casamento e até sorteios para a escolha dos futuros cônjuges.

     Com o surgimento do cristianismo, a idéia de um deus ou semi-deus padroeiro para qualquer coisa em especial, até mesmo para o amor, foi combatida. A esperança do fiel está unicamente em Deus. Contudo, a tradição de devotar um assunto para um padroeiro continua entre os que não eram cristãos e os que eram meio cristãos (os que se diziam cristãos, mas que não se submetiam completamente aos ensinos das Escrituras Sagradas).

     Na segunda metade do século III, o Império Romano ainda promovia grandes perseguições contra os verdadeiros cristãos. Pois os crentes não se submetiam ao paganismo romano e nem tampouco aceitavam a figura do imperador romano como um deus um senhor que devia merecer lealdade irrestrita e absoluta.

     Diz a tradição que o imperador Cláudio II (268 a 270 d.C.), proibiu o casamento por causa das guerras que o Imperio Romano estava enfrentando. O imperador entendia que o casamento prejudicava a concentração dos soldados. Nesta época, vivia em Roma um pastor cristão chamado Valentino. Ele se opôs ao decreto imperial e continuou realizando casamentos. Por causa de suas convicções em crer que o casamento era uma instituição de Deus, o pastor Valentino foi perseguido e martirizado, em fevereiro de 269 d.C. Dezenas de anos depois, em 313 d.C., houve uma grande reviravolta na política romana, quando o imperador Constantino “converteu-se” ao cristianismo. De uma religião perseguida, o cristianismo passou a ser aceito e apoiado pelo Império Romano. Constantino, embora se dizendo cristão, continuou em seu paganismo e apoiou o sincretismo (mistura de religião) entre o Cristianismo e o Paganismo. Muitas festas pagãs foram transformadas em celebrações cristãs. Algumas não tinham nada a ver com o Cristianismo bíblico. Porém, procurando agradar a todos, foram se incorporando no calendário cristão e trazendo toda a heresia e os males doutrinários da expressão religiosa pagã.

     O sentido do padroeiro, um ser espiritual poderoso que mediasse e protegesse uma questão, uma religião ou assunto específico foi um desses malefícios pagãos que se introduziram dentro da cristandade nominal (que nada tinha ou tem com o Cristianismo bíblico). O padroeiro faz aquilo que Deus não faz por não ter tempo, poder ou interesse (um absurdo inominável). Quem aceita ou crê em padroeiros e padroeiras rejeita a Palavra de Deus que condena tal coisa. No dia dos namorados há um exemplo claro deste erro terrível.

     Com o sincretismo religioso promovido desde a era Constantino, as festas pagãs se tornaram “cristãs”, e os deuses pagãos foram transformados em santos padroeiros. Como em fevereiro havia as festas dedicadas à deusa da fertilidade em que vários ritos de amor eram celebrados, na cristandade sincretista a celebração foi transferida para São Valentino, por sua dedicação ao casamento e por seu martírio ter sido em fevereiro.

     Assim quem protege os namorados e noivos, consegue marido e esposa e até refaz relacionamentos quebrados não é Deus, mas o semi-deus ou o santo padroeiro inventado pelo Catolicismo Romano. Isto é mentira! A Bíblia Sagrada diz que o pai da mentira é satanás. Quem aceita, segue ou concorda com tamanha mentira artificiosa está adorando àquele que o promove: o Diabo!

     No Brasil não havia “O Dia dos Namorados”. Mas, os comerciantes paulistas, em 1953, organizaram esta comemoração religiosa para incentivar as vendas. Como a data de fevereiro já é boa para o comércio por causa do início das aulas e carnaval, eles transferiram esta comemoração para um mês ruim para o comércio, na tentativa de melhorar o comércio neste mês. Para isso inventaram a comemoração para o dia 12 de junho, um dia antes do dia de Santo Antônio. As brasileiras enganadas passaram a acender velas, pôr a estátua do santo de cabeça para baixo e fazer mil rituais ao santo padroeiro pedindo um amor.

     A Palavra de Deus de forma tão clara abomina tal coisa que só quem não quer ver pode desprezar a condenação que há. Ao invés de estudar o amor verdadeiro, os princípios da palavra de Deus sobre os relacionamentos e o poder de Deus em prometer e assegurar Suas bênçãos, a cristandade se entrega nesta época às bebedeiras, orgias, vícios e a uma multidão de coisas ruins. Isto é tão absurdo que se misturam festas pagãs e pecaminosas com homenagens a homens que no passado foram tementes a Deus (Antônio, Valentino, João Batista) e que eles jamais concordariam com isso. João Batista, que neste mesmo período, em sua homenagem se faz o São João, foi um homem integro que pregou com coragem para que o povo se arrependesse, por sua postura em denunciar a imoralidade do rei Herodes, foi decapitado (ver Marcos 1:2-8 e 6:14-29).

     Que Deus abra os olhos de nosso povo para ouvir a verdade! Que o nosso povo, tão enganado, deixe que o SENHOR lhes abra os olhos para fugirem de tanto paganismo, de tanta mentira e de tantas afrontas aos verdadeiros ensinos da Palavra de Deus!

 

Meditação da Palavra

1ª) “Porquanto, há só um Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem”. I Timóteo 2:5

2ª) “Pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o que é bendito eternamente. Amém!”. Romanos 1:25

3ª) “Vós pertencestes ao vosso pai, o diabo, e quereis executar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, pois não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, pois é mentiroso e pai da mentira”. João 8:44

4ª) “Aborreço, desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me dão nenhum prazer”. Amós 5:21

5ª) “Pois bem sabeis isto: Nenhum devasso, ou impuro, ou avarento, o qual é idólatra, tem herança no reino de Cristo e de Deus”. Efésios 5:5

6ª) “Mas quantos aos... e idólatras, e a todos os mentirosos a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte”. Apocalipse 21:8

7ª) “Examinai tudo. Retende o bem”. I Tessalonicenses 5:21

Esteja vigilante, não se deixe enganar!!!

 

Versículo do Dia

Dt 21:18

"Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos, "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

2 - PARA REFLETIR

       Aconteceu na cidade de Londrina (Paraná), um fato que chamou muito a atenção dos bombeiros no início do mês de Setembro de 2004. Uma jovem de 19 anos...

218 - POR QUE JESUS DOBROU O LENÇO?

  O LENÇO DOBRADO (João 20:7)      Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição?      Eu nunca havia detido minha atenção a...

53 - COISAS DA VIDA...

     Um dia, quando eu era calouro na escola, vi um garoto de minha sala caminhando para casa depois da aula. Seu nome era Kyle. Parecia que ele estava...

202 - A PARÁBOLA DA INDECISÃO

     Havia um grande muro separando dois grandes grupos.      De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.      Do outro lado...

48 - PACOTE DE BOLACHAS

     “Uma moça estava a espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto. Como ela deveria esperar por muitas horas, resolveu comprar um livro para...