Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

255 - A DOUTRINA BÍBLICA DAS ÚLTIMAS COISAS OS SINAIS DA VOLTA DE CRISTO OS SALVOS VIVENDO DENTRO DOS SINAIS

     Se o irmão deseja mesmo se instruir biblicamente, e se preparar para viver com a dignidade de Jesus nesse dificílimo tempo que antecede a Sua volta, reúna todos os estudos anteriores acerca do assunto, desde o de n°40, e faça um estudo pessoal e unificado usando todos os boletins.

     O autor do excelente livro “A BÌBLIA E O FUTURO” (talvez o estudo mais bíblico da doutrina das últimas coisas. O irmão que desejar fazer um estudo teológico mais detalhado poderá utilizá-lo), reúne os sinais da volta de Jesus em três grupos, classificando-os e interpretando-os da seguinte forma:

1. SINAIS QUE MOSTRAM A GRAÇA DE DEUS: A proclamação do evangelho a todas as nações; O significado da salvação de Israel em Romanos 9 à 11.

2. SINAIS QUE INDICAM A OPOSIÇÃO A DEUS: A apostasia; O anticristo. A tribulação.

3. SINAIS QUE INDICAM O JUÍZO DIVINO: As guerras; Os terremotos; A fome.

CONCLUSÕES VIVAS DESTES ESTUDOS

1. Conforme a classificação acima, os sinais que indicam o juízo divino, soa consequentes da entrada do pecado no homem e na humanidade; e ainda que estejam presentes em grandes proporções no tempo do fim, não são sinais do fim mesmo, conforme o Senhor Jesus nos informa em Mt. 24:6,8. Confira Lc. 13:1-9. Mas, tais sinais são de fato, evidencias do fato de que o mundo presente está sob a MALDIÇÃO DE Deus (Gn. 3;17), e que a IRA DE Deus está constantemente sendo revelada desde os céus contra toda a impiedade e injustiça dos homens (Rm. 1:18). Tais sinais atuam como advertência e recordação permanente de que o JUIZ está às portas (Tg. 5:9).

2. Dos quatros sinais específicos, dois podem ser plenamente verificados – a evangelização de todas as nações e a apostasia; pois o propósito da tribulação e anticristo é precisamente provocar a apostasia, que se manifesta de duas formas básicas:

     OPOSIÇÃOS e REBELIÃO contra Deus; e DESERÇÃO, ou seja, abandono da fé, da doutrina e da vida cristã com todas as suas implicações.

3. A APOSTASIA é o mais doloroso dos sinais. Mas, somente os verdadeiros crentes sentem a sua dor. Compreender o significado e as manifestações da apostasia é a maior necessidade do povo de Deus neste tempo. O crente que não estiver atento a isso em sua própria vida, corre o risco e fatalmente se torna um “crente apóstata” – a falsificação do evangelho e da vida cristã verdadeiramente comprometida com Cristo e Sua Igreja, é a evidencia da apostasia presente na grande maioria dos chamados “crentes” de hoje. Concentre a sua atenção no estudo desse assunto – os Kerigma 43 ajudam bastante.

4. A razão porque a apostasia vai entrando na Igreja de forma sutil e ampla, é porque ela é o instrumento de preparação para a manifestação do ANTICRISTO (II Ts. 2:3), o qual promoverá a GRANDE TRIBULAÇÃO, (Mt. 24:21,22,29), que por sua vez provocará a última APOSTASIA. Uma apostasia quase total, quando todos os falsos crentes serão separados dos verdadeiros, e além disso se juntarão aos perseguidores dos servos de Deus (Mt. 24: 9-13 e 24; II Tessalonicenses 2:9-13).

5. Hoje a APOSTASIA está mais presente do que nunca no cenário da Igreja chamada cristã. Ainda que a EVANGELIZAÇÃO esteja em escala tão intensa atualmente, por incrível que possa parecer, a apostasia também está em todos os lugares. O número de membros de Igrejas e de “cristãos” não comprometidos é maior do que os comprometidos; com exceção, apenas, onde os crentes são perseguidos pelo Estado.

6. Intérpretes bíblicos de grande pose são unânimes em mostrar que II Ts. 2:3 aponta para o fato de que, de uma maneira geral, a Igreja visível abandonará a verdadeira fé. Isso está acontecendo no mundo inteiro, com Igrejas de todas as denominações. É o quadro de Laodiceia (Ap. 3:15-17) e de Sardes (Ap. 3:2). Crentes e igrejas que vivem em função de si mesmos, das coisas que possuem, vivem para o “reino das coisas” têm nome de vivem, mas estão mortos. São inúmeras as Igrejas onde os cultos são preparados para agradar as pessoas e não a Deus; e um “sem número” de pastores que são simplesmente “dirigentes de Igrejas”, animadores de auditórios, que pregam para distrair as pessoas – não são verdadeiros profetas; mas, no geral, ministradores de si mesmo, de conceitos humanos, etc.

     Alerta: Dois males opostos, mas de mesmo poder destruidor acompanham a Igreja desde os primeiros anos: é o que hoje se chama Liberalismo ou Modernismo por um lado e Legalismo por outro. Os primeiros são representantes dos gnósticos dos dias dos apóstolos, que negavam que Cristo veio em carne (II Jo 7:9). Os judaizantes, que provocaram o surgimento da carta aos Gálatas; que, com fachada de zelosos conservadores criaram outro evangelho (Gl. 1:6-9); são os mesmos apontados em Fl. 3:2-3 e Cl. 2:16-23. O alerta se faz necessário porque o “Conservador Legalista” falsifica tanto o evangelho de Cristo, como o liberal. Aliás, às vezes causa até mais males, porque o “conservador legalista” procura passar por um suposto piedoso defensor dos princípios bíblicos, como os do texto de Colossenses, mas na verdade, ele defende as suas próprias ideias, querendo subordinar a GRAÇA de Cristo aos seus próprios preconceitos. São representações dos escribas e fariseus (Mt. 23). O conservador legalista e o liberal são a mesma coisa; na interpretação bíblica deles, a Bíblia não diz o que diz – ambos vão além do ensino de Cristo (II Jo 9). São formas diferentes de manifestação dos falsos cristos e falsos profetas.

7. Estamos vivendo dentro dos sinais da volta de Cristo. Eles estão se desenvolvendo em nossos dias. Os dois mais evidentes estão à vista. A pregação do evangelho está alcançando todos os povos. Este é o alvo concentrado à vista em todos os lugares. Ela se manifesta de muitas formas.

     Agora, olhe para você mesmo. O irmão não pode participar dos dois sinais. Aquele que não são crentes verdadeiros, são APÓSTATAS, e os tais não conseguem se envolver de fato, com todo o ser e afeto, na Evangelização Plena.

     Não descuide nesse momento. Procure descobrir manifestações de apostasia, que porventura, estejam em sua vida. Se você não estiver preparado (a) a manifestação do anticristo será a pior desgraça de sua vida.

JESUS ESTÁ CHEGANDO – O SINAL NO CÉU OS SINAIS DA VOLTA DE CRISTO

Mt. 24:29-41; Lc. 21:25-33

     Em Mt. 24:3 está o registro da pergunta dos discípulos a Jesus. Eles queriam saber quando seria a destruição de Jerusalém e qual seria o sinal da volta de Jesus e do fim do Mundo.

     Para responder, Jesus falou do juízo de Deus que sempre acompanharia a humanidade, através das Guerras, terremotos, pestes e fome. Falou da destruição de Jerusalém, que seria uma figura, demonstração e garantia do fim do mundo (Mt. 15-20). Falou de sinais que estariam preparando o caminho, tais como a Pregação do Evangelho em todo o mundo (Mt. 24:14); uma Apostasia generalizada que culminará com a vinda do Anticristo (Mt. 24:10-12; II Ts. 2:3) e da Tribulação, o profundíssimo sofrimento que virá sobre o povo de Deus, que foi prefigurado e exemplificado na experiência dos judeus na destruição de Jerusalém no ano 70 (Mt. 24:15-28; II Ts. 2:3-4; Ap. 7:9-17).

     É após esclarecer todas essas coisas que Jesus lhes dá, e a nós também, a resposta especifica à pergunta. Eles queriam saber “que sinal” e não “que sinais”.

     Jesus não nos deixou sem resposta. A resposta está nos versos 29 e 30. Veja também Lc. 21:25-27.

     De novo Jesus lembra da Tribulação daqueles dias. Tal tribulação será o resultado da ação do “Homem do pecado”, conforme II Ts. 2:3,4. Jesus chegará no momento em que o Anticristo estiver assentado para declarar o seu reinado como Deus na terra, no auge da ação dele contra o Seu povo (II Ts. 2:8). O povo de Deus poderá saber com exatidão da proximidade do regresso do Senhor porque Ele chegará no auge da ação do Anticristo. O verdadeiro povo de Deus saberá que é (o anticristo), devido à “grande tribulação” que sofrerá; tribulação que terá que ser breve, juntamente com o homem do pecado (Mt. 24:21,22).

ANOTE:

1. O Sinal no céu será a chegada de Jesus mesmo, mas antes dEle ser visto, duas coisas O anunciarão: 

     Uma profundíssima ALTERAÇÃO NO COSMOS, que escurecerá o Sol e a lua; provocará queda de estrelas (meteoros e meteoritos), veja Ap. 16:8-9; as estruturas do céu serão abaladas e o mar se enfurecerá. Isso também dará aos crentes a evidência de que o Rei está chegando (Mt. 24:29; Lc. 21:25-26). Esta deverá ser a “repentina destruição” referida em I Ts. 5:3.

     Uma grandiosa Orquestra Angelical (Mt. 24:29-31; I Ts. 4:16), virá à frente de Jesus, anunciando a Sua chegada, reunindo os salvos e aumentando a perplexidade dos perdidos.

2. A Chegada de Jesus provocará um grandiosíssimo desespero em todos os que não forem salvos, os não escolhidos (Mt. 24:30; Lc. 21:25-26; Ap. 6:12-17; 9:6). 

     Todos os que seguirem ao anticristo entrarão nesse desespero. Os apóstatas, que conheceram o evangelho e rejeitaram a Jesus; os que negaram a fé cristã para evitar a perseguição ou pelas vantagens oferecidas pelos falsos profetas e pelo anticristo; os que eram apenas crentes nominais, todos entrarão em profundo desespero, porque verão e assistirão o cumprimento das escrituras que eles bem conheciam e não terão como se arrepender (Hb. 6:4-8; 10:25-29; 12:16,17). O desespero que tomará conta de todos os não salvos é uma das evidências de que naquele dia não haverá mais oportunidade de conversão.

3. O propósito da tribulação daqueles dias e da apostasia visível que já se manifesta de muitas formas, por meio do grande número de crentes descomprometidos com Cristo e com o reino de Deus; descomprometidos com a Palavra de Deus e com a Sua Igreja; crentes secularizados (apóstatas) que já vivem em função do comer, do beber, do casar, do comprar, do vender, do plantar, do construir (Lc. 17:26-30, etc) ... A propósito desses fatos, convém recordar e destacar:

     Que o crente que não leva a sério o estudo, a meditação e a aplicação da Palavra de Deus na sua vida, já não permanece como um servo fiel de Deus na terra. Ele é engolido pelos motivos referidos em Lc. 17:28; é influenciado e vai sendo dominado pela INIQUIDADE desenfreada que se multiplica, zombando e negando os valores de Deus, trazendo o cinismo espiritual conforme Mt. 24: 12; e é seduzido pelos valores e interesses mundanos que se manifestam de muitas formas (Lc. 8:14; I Jo 2:15-17).

     Que o crente que não leva a sério e não dá prioridade ao estudo da Palavra de Deus, será como muitos já estão sendo, seduzidos pelo espírito do anticristo, o mistério da iniquidade, que aumenta desesperadamente a sua atuação no fim dos tempos, que já chegou.

     Que o crente que não está levando a sério o estudo da palavra de Deus, cuja fé em Cristo é superficial e não está se aprofundando; sofrerá profundamente logo que as primeiras dificuldades lhe chegarem. Alguns, talvez muitos, irão negar a fé, abandonar a Igreja para se protegerem (essa é a advertência de Hb. 10:25-29).

     Outros permanecerão, mas sofrerão muito por lhes faltar a firmeza espiritual e posse das promessas de Deus, visto que muitos estudam, mas não aplicam e relacionam o ensino bíblico às suas próprias pessoas.

     Cuidado! Olhe para você mesmo. Procure descobrir manifestações de APOSTASIA, que porventura já esteja presentes em seus PENSAMENTOS, INTERESSES, ADORAÇÃO e nos diversos aspectos da sua vida.

RECOMENDAÇÕES E ADVERTÊNCIA DE JESUS ACERCA DA SUA VOLTA Lc. 21:34-36

     Após Jesus responder e esclarecer a pergunta a cerca do SINAL DA SUA SEGUNDA VINDA e DO FIM DO MUNDO (Mt. 24:3-31), Ele começa e emprega um bom tempo dando recomendações e fazendo várias advertências aos Seus discípulos (os crentes salvos) ao mundo inteiro, acerca da SUA VOLTA.

     Tendo encerrado os estudos acerca dos sinais, nos ocuparemos nas próximas semanas das recomendações e advertências de Jesus, que, no evangelho de Mateus inicia em 24:32 indo até 25:46. Uma porção bem maior do que a empregada para revelar acerca dos sinais. Além dessa porção de Mateus, como acontece com os sinais, há rico ensino bíblico em vários outros lugares.

     O propósito das recomendações e advertências da Jesus é manter os Seus discípulos PREPARADOS, ATIVOS e ALERTA para a Sua segunda vinda.

     Faz-se necessário recordar o fato de que há duas formas que fazem a segunda vinda de Cristo se cumprir:

     1°- através da morte de cada pessoa, que inevitavelmente a levará ao encontro de Jesus. Se morrer em Cristo ela já irá viver com Ele (Fl. 1:21-23), mas se morrer sem Cristo, já irá diretamente para o inferno (Lc. 16:19-31);

     2°- através da volta pessoal de Jesus no fim do mundo, que tudo indica que está muito mais próximo do que se imagina (Mt. 24:32,33).

     Conforme a Palavra de Deus, recomendo e solicito ao irmão que, nesta semana, estude os textos básicos acerca do assunto, visualize e medite acerca das recomendações e advertências que Jesus nos dá (dá ao irmão), para não sermos surpreendidos com os acontecimentos relacionados com a Sua volta e com o fim do mundo. Além disso, lembre-se de que o seu fim no mundo pode estar muito mais perto do que você pensa. E, se assim for, como está a sua vida? Você será surpreendido? Olhe I Ts. 5:4.

     Além de Mt. 24:32; 25:46, os demais textos que solicito que o irmão estude, são os seguintes: Lc. 21:34-36; Rm. 13:11-14; I Pe. 4:7-17; Tg. 5:7-13; I Ts. 5:1-11; II Pe. 3:9-14; Mt. 7:15-20; 24-27.

COMO SERÁ A SEGUNDA VINDA DE JESUS

     A nota dominante das recomendações e advertências de Jesus acerca da Sua volta. Veja a revelação bíblica a respeito:

     1- A volta de Jesus será PESSOAL. Ele mesmo voltará em Pessoa (At. 1:11; 3:19-21; Fl. 3:20; Cl. 3:4);

     2- Do Novo Testamento aprendemos também que, a VOLTA DE Jesus será visível (Ap. 1:7; Tt. 2:11-13);

     3- Outro ensino bíblico é que a volta de Jesus será gloriosa (Mt. 24:30; I Ts. 4:16; II Ts. 1:10; Cl. 3:4; Ap. 19:16). Observe o contraste com a primeira vinda em Is. 53:2,3 e Fl. 2:7,8.

     4- O Novo Testamento ainda nos mostra que a volta de Jesus será REPENTINA (inesperada, imprevisível); apanhará de surpresa os que não estiverem VIGIANDO: Mt. 24:27; 37-41; 42-44; 50,51; 25:1-13; Lc. 17:24; 21:34-36; I Ts. 5:2,3; II Pe. 3:10.

     5- Finalmente, o texto bíblico nos mostra que, Jesus haverá mudanças nos hábitos das pessoas: Lc. 17:26-30; 34-36.

     Recorde o propósito das recomendações e advertências de Jesus; e, à luz dos textos e da realidade da sua própria vida, diga a você mesmo como você está. Recorde I Ts. 5:4; aliás, de 4-10. Não deixe que aquele dia o surpreenda.

     O que significa ESTAR PREPARADO? Como? Fazendo o quê? Você acha que está? 

     No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Is 28:27

"Porque a ervilhaca não se trilha com trilho, nem sobre o cominho passa roda de carro; mas com uma vara se sacode a ervilhaca, e o cominho com um pau. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

86 - PLÁCIDO E CARRERAS

     Eis uma história que nem todos conhecem mas que nos leva a pensar se precisamos mesmo conviver com a rivalidade. Plácido Domingo, José Carreras e Luciano Pavaroti. Refere-se...

164 - CURANDO RELACIONAMENTOS

     Curar nossos relacionamentos é a nossa própria escolha, já que na verdade não são os outros que estamos perdoando realmente.      São apenas nossas próprias atitudes e julgamentos...

195 - LOBO EM PELE DE CORDEIRO

     Está carta é endereçada ao apostolo Paulo      Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência.      Amado apóstolo      Estou escrevendo para colocá-lo a par da...

5 - O TEMPO

      Imagina que você tenha uma conta corrente e a cada manhã você acorda com um saldo de R$ 86.400,00. Só que não é permitido transferir o saldo para...

232 - VIDA APÓS NASCIMENTO??!?!

     No ventre de uma mulher grávida dois gêmeos dialogam:      - Você acredita em vida após o parto?      - Claro! Há de haver algo após o nascimento...