Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

252 - SINAIS DE APOSTASIA - PARTE 1

 Abandono/afastamento do Senhor Jesus/da Igreja Dele

     “Sabe, porém, isto: Nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeição natural, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também destes. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, mas nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de atendimentos e réprobos quanto a fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesta a sua insensatez, como também aconteceu com a daqueles.” II Timóteo 3:1-9

     Aplicação: Tempo de muita dor. Dor decorrente das ondas sucessivas de apostasia que estarão levando vários de nós. Medite, a partir de você, com o Espírito Santo, se as ondas da apostasia passarão sobre você. Faça com a humildade do Senhor Jesus.

1- “...pois os homens serão amantes de si mesmos (egoístas)...”: O amor a si mesmo no tempo do fim.

     Algumas Manifestações Desta Apostasia:

     a) Ausência do Novo Mandamento; João 13:34,35; I João 2:6-11.

     b) Egoísmo: Busco primeiro o meu reino, a minha satisfação, tudo que me dá prazer; Mateus 6:33.

     c) Dificuldades para estar junto (comunhão uns com os outros) como Igreja (Grupo de Comunhão): não me esforço, não priorizo, não abro espaço, não “faço” tempo. Isto não é prioridade em minha vida; Filipenses 2:1-4.

     d) Rejeição, resistência a todo mandamento que envolva sacrificar o “eu”: vivo para mim. Sou o centro de minha vida. Estando eu bem, não me inquieto com o irmão. Minha alegria é minha alegria. Minha tristeza é minha tristeza. Juízes 6:13,15.

     e) Dificuldade de cultivar amizade: tenho dificuldade de ser amigo; vivo uma vida isolada dos demais membros do Corpo. Não compartilho decisões, necessidades, alegria, dor, sofrimento, conquista. Não participo com os irmãos na alegria, nas dores, nos sofrimentos dos irmãos, nas perdas, nas enfermidades, etc.; Salmo 55.

     f) Uso do “dia do Senhor para lazer”, o domingo. Usar o dia do Senhor é roubo. O dia não é nosso. Não foi feito para nós, mas para o Senhor. Todas as vezes que usamos o dia do Senhor para viagens e descanso pessoal, estamos nos prostituindo com nós mesmos, somos amantes de nós mesmos. A pergunta é: Já que estamos descansados, por que não pararmos em um dia da semana para descansar ou passear? A resposta é: Terei falta em meu trabalho ou deixarei de produzir/ganhar naquele dia. Assim pensamos porque em nossa concepção tempo é dinheiro. É melhor roubar o dia do Senhor do que perder dinheiro. Isto é apostasia; Hebreus 10:24-26.

     NOTA: “Amantes de si mesmos” é uma expressão que não tem nada a ver com o mandamento que o Senhor nos deu de “amar o próximo com a si mesmo”.

2- “..pois os homens serão... Gananciosos (avarentos)...”

     A revelação deste texto diz respeito a mais do que uma vontade de enriquecer. É fundamentalmente, uma relação de amor, afeto, amizade e prazer estabelecida com o dinheiro.

     Alguns indicadores de amor ao dinheiro:

     a) Dificuldade em viver limitações financeiras; Hebreus 13:5.

     b) Sentimento de alegria proporcional à quantia de dinheiro no bolso (ou no banco); Eclesiastes 5:10; Lucas 12:19.

     c) Dificuldade em repartir; Hebreus 13:16; I Timóteo 6:18.

     d) Relacionar-se apenas com pessoas que, de alguma forma, possam lhe dar retorno financeiro; Gênesis 43:22.

     e) Achar que a única maneira de recompensar as pessoas é com dinheiro; Atos 8:20.

     f) Trabalhar excessivamente e não ter tempo para ser amigo do irmão; Eclesiastes 4:6.

     g) Dificuldade para descansar do trabalho (Diz-se: “...é tempo ocioso, tempo perdido e tempo é dinheiro.”); Eclesiastes 4:8.

     h) Trabalho opcional no domingo; Levítico 23:3.

     i) Não se importar em desobedecer à Palavra do Senhor quando o assunto é dinheiro; I Timóteo 6:10.

     j) Não dizimar/ofertar e/ou ter dificuldade em dizimar/ofertar; Malaquias 3:8,9.

     k) Pensar que o fato de dizimar/ofertar com rigor é evidência de que está livre do amor ao dinheiro; Salmo 49:6-9.

     l) Dizimar/ofertar com a motivação de atrair bênção de Deus (Isto é suborno); II Crônicas 19:7.

     m) Pensar que o dizimar/ofertar nos torna mais aceitáveis a Deus (Isto também é suborno - Dízimo e oferta são mandamentos, deveres.); Jó 15:34; Malaquias 3:10,11.

     n) Dificuldade em pagar as pessoas que lhe prestam serviço; Provérbios 22:26,27.

     o) Dificuldade em cumprir compromissos financeiros assumidos; Provérbios 17:18.

     p) Fazer questão de centavos (quando tem que pagar, vai além ou fica a quem? Quando tem que receber, como é o seu comportamento?); Jeremias 6:13; Lucas 12:15.

     q) Quando o trabalho é sua única fonte de sobrevivência (o Senhor é a nossa única fonte de sobrevivência!!!); Eclesiastes 2:23-25.

     r) Desejo de ter para ser (títulos, dinheiro); João 19:10,11.

3- “...pois os homens serão... Presunçosos (vangloriosos)...”

     A palavra “presunçosos”, nesta passagem, significa literalmente “aquele que busca o que é vão, vazio, terreno”, o que não se levará para a eternidade.

     Vejamos alguns indicadores de presunção:

     a) Desejo por poder; Marcos 15:15; João 19:10.

     b) Desejo por status; II Samuel 1:2-10.

     c) Desejo por riqueza; Mateus 6:19-21.

     d) Ansiedade pelo dia de amanhã; Mateus 6:25,27,34.

     e) Valorização de bens terrenos; Eclesiastes 5:10; Lucas 12:15-21.

     f) Busca por reconhecimento humano; Mateus 7:21-23.

4- “..pois os homens serão soberbos (arrogantes)...”

     A palavra “soberbo”, neste fragmento, está relacionada com o desejo de ser maior, ser superior, estar acima.

     Alguns indicadores deste sinal de apostasia:

     a) Dificuldade em aceitar opinião; Provérbios 16:18; II Coríntios 13:10.

     b) Dificuldade em se sujeitar à liderança constituída; Romanos 13:1-2; Jonas 1:8-10; Deuteronômio 17:12; Hebreus 13:17.

     c) Dificuldade em sujeitar-se à opinião de pessoas com grau de formação inferior; Juízes 4:6-9.

     d) Dificuldade em pedir opinião/conselho; Josué 9:14; Provérbios 15:22.

     e) Dificuldade em compartilhar/expor situação, para o Corpo de Cristo, antes de tomar decisões (Diz-se: “Minhas decisões são sempre tomadas por mim mesmo, individualmente, pois sou eu que pago minhas contas...” – Isto serve tanto para indivíduos quanto para casais); Romanos 12:13; I Crônicas 29:12-14.

     f) Dificuldade em sujeitar-se no Corpo e ao Corpo de Cristo; I Coríntios 12:12-27.

     g) Dificuldade em prestar contas (“na minha vida e na minha família mando eu. Não preciso dar satisfação a ninguém”). Veja o que o Espírito Santo nos revela através de Caim; Gênesis 4:9.

5- “... POIS OS HOMENS SERÃO... BLASFEMOS...”

     Esta expressão está relacionada a falarmos pecaminosamente contra o que é digno, puro, honroso, correto. Isto envolve a Pessoa do Deus Vivo, Sua Igreja; os líderes dignos, as pessoas dignas e tudo o que é da parte do Deus Vivo.

     Vejamos alguns desdobramentos disso:

     a) Maldizer o Deus Vivo por situações que nos sobrevêm; Juízes 6:1-2,13; Salmo 10:3-4.

     b) Falar contra o que o Deus Vivo realiza no Seu Reino; Lucas 11:17-20.

     c) Falar mal de líderes (que têm a identidade de Jesus Cristo) levantados pelo Deus Vivo; Êxodo 32:1.

     d) Falar mal dos irmãos de Jesus; Atos 6:8-15.

     e) Falar mal dos “ensinos dos apóstolos”; Atos 4:5-7,18,21.

     f) Ausência de temor para com os mandamentos do Senhor Jesus; I João 2:7-11.

     g) Ausência de temor para com os alerta de juízo das Escrituras; Mateus 25:1-13,31-46.

6- “... POIS OS HOMENS SERÃO... DESOBEDIENTES A PAIS E MÃES...”

     Alguns indicadores:

     a) Ausência de respeito; Mateus 19:19; Efésios 6:1-3; Romanos 13:7.

     b) Ausência de consideração; II Timóteo 1:5; Malaquias 1:6.

     c) Ausência de consciência dos pais como cobertura espiritual; Lucas 15:11-16.

     d) Ausência de relação de conselho para com os pais. Não pede conselhos e ao mesmo tempo rejeita; Provérbios 1:23-25; 8:32-36.

     e) Ausência de cuidado devido para com os pais quando necessário; II Samuel 19:31-33; Filemom 1:9; I Pedro 5:5. 

Continuação no próximo Kerigma. 

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

1Co 7:16

"Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher? "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

160 - O VASO NAS MÃOS DO OLEIRO

     Eu estava na roda quando quebrei.      Não foi teu descuido.      Disso eu sei. Eu que era frágil. E me descuidei.      Sorte minha, tive tua mão...

99 - DEIXE A RAIVA SECAR

     Mariana ficou toda feliz porque ganhou de presente um joguinho de chá, todo azulzinho, com bolinhas amarelas. No dia seguinte, Julia sua amiguinha, veio bem cedo convidá-la para...

190 - MANTENHA-SE NA BÊNÇÃO PDF Imprimir E-mail

     Sabemos que todo globo terrestre luta pela paz. Uma paz que tentamos impor através das guerras. O nosso coração tem uma forma diferente de pensar e de querer...

178 - A FORÇA E O ÂNIMO PARA VIVER SÃO IMPRESCINDÍVEIS PARA QUEM HÁ MUITO DEIXOU DE LUTAR, SEM FORÇA E ÂNIMO DE VIVER NÃO PODEMOS CONTINUAR NOSSA JORNADA.

     Há momentos em nossas vidas que passamos por tantas dificuldades que acabamos sendo enfraquecidos pelo inimigo, que é astuto e pai da mentira, e no meio desse bombardeio...

153 - TOMAR DECISÃO, ATITUDE, SEMPRE!!!! É PRECISO!!

 Havia um grande muro separando dois grandes grupos. De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus. Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios...