Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

168 - CRIAÇÃO DOS FILHOS A LUZ DA BÍBLIA - PARTE 1

QUAIS SÃO AS NECESSIDADES DE UMA FAMÍLIA? 

1 - Como temer a Deus;

     Temer a Deus é a principal característica de quem não aceita as disposições internas erradas, pois, dentro da consciência do homem são natas as percepções do certo e do errado mesmo ele tendo nascido com a natureza de Adão - (Rm. 2:15) “Pois mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua [consciência] e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os”. 

     Temer é odiar o pecado em todas as suas formas (PV. 1:7; 8:13;) “O [temor] do Senhor é o princípio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instrução...O [temor] do Senhor é odiar o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa.

     Temer a Deus é um referencial de vida, e este referencial é Jesus. Em Cristo já estão inseridos: moral, ética, comportamentos etc. como diz esta passagem; (Cl. 2;3) “Nele (em Cristo) estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.” (NVI), e estas disposições são imutáveis (Tg. 1:17) “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, que não muda como sombras inconstante.” (NVI). 

     É necessário abraçar o padrão de vida dado por Deus, e não se apoiar no que o mundo prega, que é dizer que tudo e relativo, inconstante. Na Teoria da Evolução (Charles Darwin), que é antí-bíblica, é pregado a “mutação para a evolução das espécies”. Ex.: dizem que se determinado padrão moral é degradante para mim, para outro pode não ser. O mundo é cheio de filosofias e confusões, justamente para que as coisas possam ser convenientes para seu “livre” prazer; mas apoiar em Deus, tem que ser o seu norte, é uma cruz a ser carregada todos os dias a vida tem que ser de renúncias todos os dias. 

     No Senhor podemos diferenciar absolutamente o correto e o incorreto, o amor do interesse egoísta, a predisposição para o mal e a resistência para isso, sem recorrer ao estudo sistemático da mente querendo reparar o homem natural (a carne com suas concupscências). O modo correto é renunciando o “eu” todos os dias e deixando o Espírito Santo influir diretamente em nossa alma (Jo. 3:30) “É necessário que ele (Jesus) cresça e que eu diminua.” (NVI). Outro ponto interessante é o que a Palavra de Deus dá a respeito de não valorizar a auto-estima com suas ideias de pensamento positivo. A fortaleza do crente é a fé, e não se apoiar em filosofias que pregam a valorização do homem como se fosse um deus. (IICo. 12:10) “Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.” (NVI). Quando a gente tem a mente de Cristo, adquirido pela conversão, depois levando à sério a obediência, conhecimento pelo absorver da Palavra e temor ao Senhor, Seu amor perfeito corrige todas as tendências humanas para a auto destruição em todas as suas facetas (Rm. 6:23) “Pois o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (NVI). Já não se olha demasiadamente para si mesmo, mas para o próximo. Já não se acumula bens para si, mas compadece e divide. Não coloca-se mais o corpo para ser usado como instrumento de injustiça, mas vê no seu próprio corpo, o mesmo valor que Deus dá a esse corpo habitado pelo Seu Espírito. A língua não amaldiçoa, mas bendiz o próximo. (Ef. 1:17) “Peço que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o glorioso Pai, lhes dê espírito de sabedoria e de revelação, no pleno conhecimento dele.” (NVI).

2 - Como ter ou adquirir sabedoria;

     (Tg. 1:5) “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.” (NVI).

     É imprescindível ter sabedoria para podermos nos adaptar e resolver as mais variadas situações, e esta sabedoria é aquela adquirida pela busca a Deus.

     “A ideia básica da palavra hebraica por sabedoria é habilidade. O livro de Provérbios emprega o vocábulo com a ideia de “habilidade de levar a vida de maneira que honre a Deus”. A pessoa sábia tem a capacidade de adaptar a vida aos padrões divinos. A sabedoria Bíblica é fundada no Senhor e difere daquela sabedoria deste mundo. Como Deus é a fonte da sabedoria, a reverência a Ele é o princípio controlador para aplicarmos essas observações sobre o fundamento da vida.” *1 (Pv. 2:6; 3:13 etc.) “Porque o Senhor dá a [sabedoria]; da sua boca procedem o conhecimento e o entendimento...Feliz é o homem que acha [sabedoria], e o homem que adquire entendimento.

OBEDIÊNCIA = SUBMISSÃO = UNÇÃO

3 - Como manter a vida matrimonial feliz, livre das armadilhas que podem destruí-la;

     A instituição do casamento tem, segundo a Sagrada Escritura, a sua origem na criação (Gn 2.23,24) “Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.”, e assim é esse ato considerado por Jesus Cristo (Mt 19.4,5) “Respondeu-lhe Jesus: Não tendes lido que o Criador os fez desde o princípio homem e mulher, e que ordenou: Por isso deixará o homem pai e mãe, e unir-se-á a sua mulher; e serão os dois uma só carne? No casamento o respeito mútuo proporciona a participação dos dois na resolução dos problemas e planejamento, por meio do respeito, diálogo e oração. Veja (Ec. 4:12) “E, se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o [cordão] de três dobras não se quebra tão depressa.

4 - Como criar filhos no temor do SENHOR colocando-os longe dos prazeres e engodos do mundo;

     Colocar filhos no mundo é amá-los, estabelecer regras e instruí-los no caminho correto. Estas coisas beneficiarão a vida deles e lhe dará tranquilidade. Porém:

     a) Fazer tudo o que eles querem; dar tudo e nunca lhes ensinar que na vida tem responsabilidades. Se os pais nunca lhes impor limites, o que acontecerá dentro deles, é a formação de conceitos deturpados em relação ao que é viver em uma sociedade organizada. Imaginarão que a vida será sempre fácil, isto é, porque foram doutrinados de modo errado, sendo assim, acharão que todo mundo tem a obrigação de lhes dar o que eles quiserem. Essas pessoas se tornarão pessoas egoístas e autoritárias; espírito de Jezabel;

     b) Não permita que o filho lhe responda de um modo desrespeitoso. Tome providência imediatamente;

     c) Não seja condescendente quando eles agem de forma errada. Não seja omisso na hora da correção;

     d) Converse com a criança ou o jovem para saber de suas dificuldades, não importando o tamanho delas;

     e) Mostre quem é a autoridade e o exemplo a ser seguido na família; 

     f) A criança é experta e usa de artimanhas para emocionalmente seduzir e induzir o pai ou a mãe a não corrigi-la, e para piorar os avós;

     g) Se o pai sempre que presenciar um ato impróprio por parte da criança adiar ou ficar na promessa de que vai corrigi-la e não o faz (isto repetidas vezes), a criança ou o jovem automaticamente vão perder o devido respeito e vão repetir o ato com sentimento de impunidade. É por isso que a sociedade está presenciando a juventude de hoje agindo como todo o mundo pode ver. A culpa de tudo isto é a falta de autoridade com sabedoria e responsabilidade por parte dos pais. (Pv. 29:15; 23:13,14) “A vara da correção dá sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe... Não retires da criança a disciplina; porque, fustigando-a tu com a vara, nem por isso morrerá. Tu a fustigarás com a vara e livrarás a sua alma do Seol.” (NVI); (pois negligentes e pecadores)

     h) Quando corrigir, nunca descarregue seus sentimentos de raiva, independentemente do que possa estar ocorrendo na vida diária. Use a sabedoria;

     i) Acompanhar o andamento e desempenho na escola etc. é indispensável. A criança se sente bem e até agradece por ter um líder que a controla, li isto uma vez em um livro sobre psicologia infantil.

     j) Não deixe a criança ou o jovem sob o governo de si mesmos, seus corações ditarão as regras e comportamentos que por outro lado, poderiam ter sido aprendidos e moldados através do ensino do pai sábio que está prescrito na Palavra de Deus. (Pv. 22:6; 29:;15) “Instrui o menino no [caminho] em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Pv. 20:11; 29:15b “Até a [criança] se dá a conhecer pelas suas ações, se a sua conduta é pura e reta”)... mas a [criança] entregue a si mesma envergonha a sua mãe.” Nossos corações são enganosos e devemos entregar nossos sentimentos ao controle de Cristo (Mt. 15:18-20a) “Mas o que sai da boca procede do coração; e é isso o que contamina o homem. Porque do coração procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas as coisas que contaminam o homem...

     k) Mostre e ensine o caminho do SENHOR às crianças. Está na Palavra de Deus (Dt. 6:5-9) “Ame o SENHOR, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração. Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. Amarre-as como um sinal nos braços e prenda-as na testa. Escreva-as nos batentes das portas de sua casa e em seus portões.” (NVI).

5 - Frequentar a Igreja

     (Mt. 16:18b; Hb. 10:24,25) “...e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não poderão vencê-la... E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia.” (NVI) levando os filhos e tendo comunhão com outras pessoas. (Pv. 27:17) “Assim como o ferro afia o ferro, o homem afia o seu companheiro.” (NVI).

     Na Igreja, podemos viver em comunhão com outras pessoas (Sl. 133:2) “Oh! quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em [união]!” sem se deixar levar pelos defeitos do homem, principalmente aqueles a quem poderíamos esperar mais, que são os irmãos na fé. Devemos suportar e ter paciência com as pessoas porque nem todos tem o conhecimento, a santidade e o fruto do Espírito Santo “Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade (que tem grandeza de ânimo; benigno, complacente, indulgente, corajoso, generoso, paciente, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio próprio.

     O objetivo de ir à Igreja é louvar e adorar ao Senhor. Nossos olhos tem que estar voltados ao autor e consumador da nossa fé, Jesus. Não se importe com quem só pensa na aparência exterior e nos seus próprios interesses. (I Sm. 16:7) “O SENHOR, contudo, disse a Samuel: “Não considere sua aparência nem sua altura, pois eu o rejeitei. O SENHOR não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o SENHOR vê o coração.”(NVI). 

     Quem é “são” não precisa de médico, então podemos dizer que enquanto estamos neste mundo, ainda sujeitos a fazer o que o “velho homem” quer, estamos precisando sempre de um médico e de um consolador “. O Senhor Jesus disse: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso...Jesus, porém, ouvindo isso, disse-lhes: Não necessitam de [médico] os sãos, mas sim os enfermos; eu não vim chamar justos, mas pecadores.” (Mt. 11:28 (NVI); Mc. 2:17).

6 - Como administrar bem o ganho sem fazer dele seu senhor, mas sim seu servo;

     O dinheiro é muito importante em nossa vida, pois através de seu uso, podemos medir quem o utiliza. Pode-se utilizá-lo para comprar quase tudo, ou dependendo da pessoa, tudo mesmo. Aí vai depender do caráter e honestidade de cada um. O dinheiro é fruto do trabalho honesto e até desonesto do homem. Com ele, a pessoa compra seu alimento, roupas, etc.

     O dinheiro constrói e destrói vidas. Junta e separa pessoas. Seu uso deixa patente a exteriorização da personalidade e expõe comportamentos. Aflora nas pessoas o que elas tem de melhor e de poder ajudar o próximo, mas às vezes o que tem de pior nelas fazem com que o apego exagerado ao dinheiro, tornem-nas insensíveis à vida alheia. Pelo dinheiro podemos agir bem ou mal diante das coisas. O dinheiro é um bom servo, mas um mau senhor.

     Em Provérbios a uma série de exortações, tais como:

- O ganho honesto do dinheiro requer trabalho “O dinheiro ganho com desonestidade diminuirá, mas quem o ajunta aos poucos terá cada vez mais.” (NVI) (Pv. 13:11);

- O dinheiro na mão de certas pessoas servem apenas para seus deleites próprios. Este dinheiro serve como sua segurança para comprar-lhes uma suposta paz, que o mundo as dá. A sabedoria de Deus, não é comprada e não pode pactua com quem a despreza. Esta sabedoria dá paz em meio a uma grande estiagem. O Senhor não desampara o justo provendo-lhe seu sustento sobrenaturalmente.

     Muitos acham que ser bem sucedido é sinal de superioridade espiritual ou que são mais que os outros. 

     Ser bem sucedido não tem nada a ver com bênção. Muitos dos países ricos adoram outros deuses e são prósperos e bem sucedidos, mas eles não tem a bênção do Senhor “De que serve o dinheiro na mão do tolo, já que ele não quer obter sabedoria?"

     São as pessoas apegadas ao dinheiro que são mais insensíveis e incrédulas a Deus. Normalmente o dinheiro faz aquilo que elas querem, que é ver o visível. O dinheiro é imediatista para saciar os apetites do tolo e precipitado (Pv. 14:16) “O sábio é cauteloso e evita o mal, mas o tolo é impetuoso e irresponsável.” (NVI). Quando o dinheiro é utilizado com sabedoria, podemos ser guiados de acordo com o tempo certo e a maturidade para se usufruir dele. (Pv. 16:3) “Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos.

     Jamais podemos administrar nosso dinheiro com sabedoria sem primeiro se submeter a ela. O gasto com sabedoria requer fazer planos para não se gastar além do que ganhamos. Não podemos ter tudo que amamos, mas podemos amar o que temos. 

(Continuação no próximo Kerigma)

no AMOR em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Sl 102:8

"Os meus inimigos me afrontam todo o dia; os que se enfurecem contra mim têm jurado contra mim. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

205 - O GRANDE VALOR DA TOLERÂNCIA!

     Quando eu ainda era um menino, na hora do jantar, minha mãe gostava de fazer lanche, do tipo café da manhã. Eu me lembro de uma noite, quando...

85 - PESADO DEMAIS PARA CARREGAR

     Alguém perguntou uma vez: “Você sabia que quanto mais tempo você carrega um rancor mais pesado ele se tornar?”. Recusar-se a perdoar aqueles que nos ofenderam pode ser...

77 - POR QUE NÃO DEVEMOS CELEBRAR O DIA DE FINADOS?

     O dia de finados foi instituído no século X por Santo Odílio, abade beneditino de Cluny, na França, para os mosteiros de sua ordem especificamente, até que a...

133 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA NA MALÁSIA

       Governo enfrenta tarefa difícil para proibir o uso da palavra "Alá" Igreja na Malásia      O governo da Malásia está enfrentando uma difícil tarefa para proibir o uso...

216 - FOLHAS SECAS

     Se viver fosse fácil não teríamos tantas dores e problemas espalhados em todos os cantos do planeta.      A dor visita a cada um de nós com tarefas...