Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

80 - RESTAURAÇÃO DA HUMILDADE DE JESUS

 “CAMPANHA” BRASILEIRA DE RESTAURAÇÃO DA HUMILDADE DE JESUS CRISTO NOS SEUS DISCÍPULOS E NA SUA IGREJA NESSA HORA FINAL DE PREPARAÇÃO DA NOIVA DO CORDEIRO PARA AS BODAS

OUÇA O CHAMADO DE JESUS:

“Vinde a mim (...) e APRENDEI de mim, porque SOU MANSO e HUMILDADE de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas”. (Mt 11.28,29)

“Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. (Tiago 4.6 e I Pedro 5.5)

     Assim diz o Alto e Sublime, que vive para sempre, e cujo nome é Santo: “Habito num lugar alto e santo, mas também com o contrito e humilde de espírito, para dar um novo ânimo ao humilde e novo alento ao coração do contrito”. (Isaías 57.15 NVI)

     Um dos mais extraordinários sinais da identidade apostólica de Jesus é Sua HUMILDADE. Por isso, um dos primeiros sinais que evidenciam a restauração da identidade apostólica e profética de Jesus, em indivíduos e em congregações, é a manifestação da humildade de Jesus a HUMILDADE apostólica de Jesus neles.

     Da mesma forma, este é o primeiro sinal que se evidencia em verdadeiros discípulos de Jesus (Efésios 4). É a partir das manifestações consistentes da HUMILDADE apostólica e profética DE JESUS que congregações estão sendo restauradas ao estado e propósitos originais do Deus Vivo para a Sua Igreja na terra.

UMA “SANTA” CONVOCAÇÃO

Amado (a) Filho (a) do Deus Vivo:

     Você é de fato uma ovelha/discípulo de Jesus Cristo? Então, ouça esta convocação para ser um (a) AGENTE, um apóstolo (enviado) - profeta (ativador) do Senhor Jesus Cristo, um MOBILIZADOR da Sua Igreja, em todo o país, a partir da sua cidade, iniciando com sua congregação e influenciando TODAS AS DEMAIS DA SUA CIDADE e, ao mesmo tempo, alcançando dezenas de outras cidades. ISSO É URGENTÍSSIMO. Temos muito pouco tempo. O que está para vir não pode apanhar a igreja despreparada. Sem a humildade de Jesus plenamente restaurada em nós, será uma tragédia para os crentes quando a trindade luciferiana (Ap 20.4, 10; I João 4.3) for liberada para plena atuação escatológica.

     Esta RESTAURAÇÃO é fundamental para a REMOÇÃO DAS MANCHAS E RUGAS (Ef 5.27) da Noiva de Cristo, para este tempo do fim como preparação para as Bodas do Cordeiro que estão para acontecer muito breve (Apocalipse 19.1-9), e, para que esta, a Igreja, enfrente, com Ele, o mais elevado nível de ação satânica da História e da pré-história, tal como revelada em Apocalipse 12 e, ao mesmo tempo, MANIFESTE O REINO DE DEUS NOS NÍVEIS MAIS ELEVADOS DE TODOS OS TEMPOS.

     Esta CAMPANHA é crucial para o preparo da Igreja, liberação devida e consistente de todos os dons, ministérios, operações e ofícios do Espírito Santo descritos no Novo Testamento.

     Deus usará de forma extraordinária as congregações cujos líderes, com elas, entrarem sinceramente neste Projeto pela RESTAURAÇÃO DA HUMILDADE DE JESUS em Seus discípulos e na sua Igreja no Brasil nesta estação tão desafiadora.

COMO FAZER ESTA CAMPANHA E CORRER COM ELA

1º) TUDO COMEÇA EM MIM

     Começa em mim e durará 3 anos de aprofundamento em meu ser e, ao mesmo tempo, assim que começa em mim, deve começar também através de mim na congregação do Corpo de Cristo que componho. A partir daí, imediatamente começo a contactar outros discípulos de Jesus da minha cidade até que todas as congregações estejam incendiadas E ENVOLVIDAS NESSA SANTA CONVOCAÇÃO para preparação da Noiva para as Bodas.

     Engravide-se e deixe o Espírito Santo engravidar você deste chamado.

     Não esqueça: primeiro e fundamentalmente, você necessita engravidar-se - ser engravidado deste chamado para você mesmo. É em você e com você que o Senhor Jesus e o Espírito Santo começarão esta obra para trazer uma revolução e prosperidade espiritual extraordinárias em e para a Sua igreja no Brasil, nesta estação profética final, na restauração de todas as coisas, conforme a revelação de Atos 3.19-21.

NÃO SE INTIMIDE COM AS AMEAÇAS E ATAQUES DO INIMIGO

     Saiba, contudo, que ESTA “CAMPANHA” implicará uma GUERRA ESPIRITUAL dos mais altos níveis, quando o diabo e todo o império das trevas nele e com ele se levantarão usando toda a experiência maligna e sutilezas que conhecem. (Abra João 17.15 e Mateus 6.13. A dimensão correta do termo “mal”, aí, é maligno).

     O diabo e cada demônio ( Ef 6.10-13 ) conhecem profundamente a respeito do poder maligno que tem o ORGULHO, a vaidade, a soberba, a vanglória, a arrogância, o egoísmo (...) os 1001 disfarces e manifestações do orgulho, pois esta é a essência da natureza, do caráter, do ser do ex-lúcifer, inclusive, a sua mais sutil manifestação: o seu disfarce de humildade. O orgulho é tão sutil que uma das suas mais perigosas manifestações é que ele é especialista em disfarçar-se de humildade e, em evangélicos, ele se mistura com o disfarce de humildade espiritual. O diabo sabe, também, que este é o cerne, o miolo do pecado, e que todos nós trouxemos esta herança de Adão, através dele.

     E mais, o diabo sabe, ainda, que é, na humildade de Jesus, que se inicia (iniciará) definitivamente a RESTAURAÇÃO da identidade de Jesus em Seus discípulos e em Sua Igreja em toda a terra.

     Portanto, este é um chamado (...) verdadeiros discípulos não têm medo desta guerra (Ap. 12.9 a 13), e tudo começa precisamente com você e em você.

     Entenda e ouça, em seu espírito, e firme sociedade com o ESPÍRITO SANTO nesta obra extraordinária. Somente Ele pode conduzir e comandar você nesta batalha e guerra. Ouça o que Jesus lhe oferece:

“Da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas. Não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito, porque segundo a vontade de Deus é que intercede pelos santos.” (Romanos 8.26,27)

Disse-lhes Jesus: “Eu vi satanás, como raio, cair do céu. Eu vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Mas não vos alegreis porque os espíritos se vos submetem, alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.” (Lucas 10.18-20)

O CHAMADO É URGENTE

      Comece imediatamente com a SUA DECISÃO e PACTO, COM ORAÇÃO INTENSIFICADA (JEJUM) e clamor sem cessar.

      A PRIMEIRA E PRINCIPAL AÇÃO DO INIMIGO CONTRA ESTA CAMPANHA É TENTAR INTERFERIR EM NOSSO ENTENDIMENTO DELA E DA SUA IMPORTÂNCIA NESSA HORA URGENTE E EM NOSSO ENTENDIMENTO DE COMO REALIZÁ-LA.

Muito importante atentar no que vai abaixo:

     Mesmo que você tenha dificuldades teológicas com respeito às questões chamadas de “guerra espiritual”, não se impressione. Saiba, contudo, que se o império das trevas puder, ele tentará afetar o seu entendimento do significado, importância, urgência e de como você envolver-se pessoalmente nela. E tentará não permitir que você se envolva com o entendimento espiritual devido.

2º) ESTUDANDO E ENTENDENDO

     A direção seguinte, em seu preparo à resposta pessoal para a restauração desta humildade de Jesus em você e em Sua Igreja, no Brasil, é ESTUDAR, entender, e estudar mais, em oração de quebrantamento, junto com o texto bíblico, a mais viva ministração e exposição da HUMILDADE já ensinada, escrita e aplicada na história da Igreja, com exceção do próprio Jesus e do apóstolo Paulo. O livro/ministração é: HUMILDADE: A Beleza da Santidade Autor: Andrew Murray.

3º) ORANDO E LUTANDO

     Tão logo o Espírito Santo iniciar a restauração dessa identidade apostólica de Jesus em você (e Ele está ansioso para isso, aguardando apenas que você queira sinceramente e peça-Lhe ajuda e socorro), COMECE A ORAR E LUTAR pela mesma obra em TODOS os membros da sua Igreja (congregação da qual você é membro). Clame ao Espírito Santo para lhe revelar a VISÃO e lhe dar o chamado.

     Com isso, você já estará iniciando a Campanha em sua congregação.

4º) UNINDO-SE AOS DEMAIS IRMÃOS

     O passo seguinte é pedir a Jesus e ao Espírito Santo para revelarem a você os irmãos aos quais Ele já começou a falar a respeito. Vá encontrar, um por um, como Jesus fez para ajuntar cada um dos DOZE (Lucas 6.12-16; Jo 1.35-51, etc.).

     Assim que vocês forem dois ou três, comecem a fazer o que Jesus revela e orienta em Mateus 18.18-20, clamando por TODOS os filhos legítimos de Deus (veja Hebreus 12.8) da sua cidade, e de todas as congregações (Igrejas e seus pastores). Busquem uma estratégia para irem a todos os pastores e congregações (Igrejas) da sua cidade e, cheios do Espírito Santo e juntos com Ele, ENGRAVIDEM os demais pastores e as igrejas da sua cidade.

5º) MAPAS DE INTERCESSÃO E CLAMOR

     Tomem o mapa da cidade e do estado onde moram e também o do Brasil e orem diariamente sobre eles, clamando por esta restauração no Corpo de Cristo em todo o Brasil (Lembre-se de que tudo começou com e em você), e tão logo a Igreja da sua cidade estiver sendo engravidada, peçam ao Espírito Santo outra(s) cidade(s) e formem uma equipe de discípulos verdadeiros da sua cidade para ir lutar naquelas e por elas.

     CORRAM e não tirem os olhos do Brasil!

     Tomem Isaías 62 como profecia viva para a sua cidade e seu país há uma dimensão profética nesta profecia-promessa para cada cidade e nação. Usem mais de uma versão da Bíblia e decorem os versos 1, 6 e 7.

     Acompanhe e participe através do SITE: www.restauracaodahumildade.com.br

     E-MAIL: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

     VAMOS, AMADO (A). É CHEGADA A HORA. NÃO TEMOS MUITOS ANOS MAIS. CORRAMOS!!! CORRAMOS!!!

               A SOBERBA PRECEDE A RUÍNA, E ALTIVEZ DO ESPÍRITO, A QUEDA. (Provérbios 16:18)

HUMILDADE E MORTE AO EGO

     A Si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte. (Fp 2.8)

     A humildade é o caminho para a morte, pois na morte ela dá a maior prova de Sua perfeição. A humildade é o florescimento do qual a morte ao ego é o perfeito fruto. Jesus Se humilhou até a morte, e abriu o caminho no qual devemos andar também. Assim como lá não havia maneira de Ele provar Sua entrega absoluta a Deus ou de desistir e sair da natureza humana para a glória do Pai a não ser pela morte, assim também é conosco. A humildade tem de nos levar a morrer para o ego; então, provamos quão completamente desistimos de nós mesmos para ele e para Deus: somente, então, somos libertados da natureza caída e encontramos o caminho que leva para a vida em Deus, para o pleno nascimento da nova natureza, da qual a humildade é o fôlego e a alegria.

     Temos falado do que Jesus fez por Seus discípulos quando transmitiu Sua vida de ressurreição para eles, quando, na descida do Espírito Santo, Ele, o glorificado e entronizado Manso, veio dos céus para habitar neles. Ele ganhou o poder para fazer isso por meio da morte: a vida que Ele partilhou, em seu caráter mais intrínseco, foi uma vida que saiu da morte, uma vida que foi entregue à morte e foi ganha pela morte. Ele, que veio habitar nos discípulos, era, Ele mesmo, Alguém que havia sido morto e agora vivia para sempre. Sua vida, Sua pessoa, Sua presença carregam as marcas de morte, de ser uma vida nascida da morre. Aquela vida em Seus discípulos também carrega sempre as marcas da morte; é somente como o Espírito da morte, do Morto, ao habitar e trabalhar na alma, que o poder de Sua vida pode ser conhecido. A primeira e principal das marcas do morrer do Senhor Jesus, das marcas da morte que indicam o verdadeiro seguidor de Jesus, é a humildade, por estas duas razões: somente a humildade leva à perfeita morte e somente a morte aperfeiçoa a humildade. A humildade e a morte são, em essência, uma só: a humildade é o embrião, e, na morte, o fruto é amadurecido até a perfeição.

A HUMILDADE LEVA À PERFEITA MORTE

     Humildade significa o desistir do ego e o tomar o lugar do perfeito nada-ser diante de Deus. Jesus Se humilhou e tornou-Se obediente até a morte. Na morte, Ele deu a maior e a mais perfeita prova de ter desistido de Sua vontade em prol da vontade de Deus. Na morte, Ele desistiu de Si mesmo, com a natural relutância do ego em beber do cálice; Ele desistiu da vida que tinha em união com nossa natureza humana; Ele morreu para o ego e para o pecado que O tentava; então, como homem, Ele entrou na perfeita vida de Deus. Se não fosse pela Sua infinita humildade, considerando a Si mesmo como nada, a não ser como um servo para fazer e sofrer a vontade de Deus, Ele nunca teria morrido.

     Isso nos dá a resposta para a questão tão freqüentemente feita, e da qual o significado é muito raramente apreendido de forma clara: "Como posso morrer para o ego?" A morte para o ego não é nossa obra, é obra de Deus. Em Cristo você está morto para o pecado; a vida que estava em você se foi pelo processo de morte e ressurreição; você pode estar certo de que está, de fato, morto para o pecado. Mas a plena manifestação do poder dessa morte em sua disposição e conduta depende da medida que o Espírito Santo partilha do poder da morte de Cristo. E é aqui que o ensinamento é necessário: se você entrasse em plena comunhão com Cristo em Sua morte e conhecesse a plena libertação do ego, humilharia a si mesmo. Essa é sua única obrigação. Coloque-se diante de Deus em completo abandono; consinta de coração com o fato de sua impotência para matar a você mesmo e de fazer você mesmo viver; mergulhe em seu próprio nada-ser, no espírito de mansidão e paciência e confiável entrega a Deus. Aceite cada humilhação, olhe para cada homem que tenta ou irrita você como um meio de graça para humilhar você. Use toda oportunidade de humilhar-se diante dos homens como uma ajuda para permanecer diante de Deus. Ele aceitará tal humilhação como a prova de que você deseja isso de todo coração, como a melhor oração por isso, como sua preparação para o poderoso trabalho da graça Dele, quando, pela poderosa força de Seu Santo Espírito, Ele revela Cristo plenamente em você, para, então, Ele, em Sua forma de servo, ser verdadeiramente formado em você e habitar em seu coração. Esse é o caminho de humildade que leva à perfeita morte, à plena e perfeita experiência de que estamos mortos em Cristo.

SOMENTE A MORTE LEVA À PERFEITA HUMILDADE

     Tomemos cuidado com o erro que muitos cometem: eles gostariam de ser humildes, mas estão temerosos de ser muito humildes. Eles têm tantas qualificações e limitações, tantos arrazoamentos e questionamentos do que a verdadeira humildade é e faz, que nunca se submetem sinceramente a ela. Cuidado com isso! Humilhe-se até a morte. É na morte ao ego que a humildade de Cristo é aperfeiçoada. Esteja absolutamente certo de que na raiz de toda experiência real de mais graça, de todo verdadeiro progresso na consagração, de toda conformação realmente crescente à semelhança de Jesus, tem de haver uma mortificação para o ego, a qual prova, a Deus e aos homens, que é genuína, em nossa disposição e hábitos.

     É lamentavelmente possível falar de morte-vida e do andar no Espírito enquanto até o mais ingênuo não pode fazer nada a não ser ver o quanto há de ego. A morte ao ego não tem marca mais certa de morte do que uma humildade que torna alguém sem reputação, esvaziado de si mesmo e feito em forma de servo. É possível falar muito e honestamente de comunhão com um Jesus desprezado e rejeitado; enquanto a mansa, meiga e a gentil humildade do cordeiro de Deus não é vista ou é muito raramente vista. O Cordeiro de Deus significa duas coisas: mansidão e morte. Vamos buscar recebê-Lo em ambas as formas. Nele, essas marcas são inseparáveis: elas têm de estar em nós também.

     Que tarefa sem esperança se nós tivéssemos de fazer o trabalho! Natureza nunca pode vencer natureza, nem mesmo com a ajuda da graça. Ego nunca pode expulsar ego, nem mesmo no homem regenerado. Louvado seja Deus! O trabalho foi feito, concluído e aperfeiçoado para sempre! A morte de Jesus, de uma vez por todas, é a nossa morte para o ego. E a ascensão de Jesus, Sua entrada de uma vez por todas no Santo dos Santos, nos deu o Espírito Santo para nos transmitir em poder e fazer nosso o poder da morte-vida. Como a alma, na busca e prática da humildade, segue os passos de Jesus, sua consciência da necessidade de algo mais é despertada, seu desejo e esperança são apressados, sua fé é fortalecida, e ela aprende a olhar para o alto e clamar e receber aquela verdadeira plenitude do Espírito de Jesus que pode, diariamente, manter a morte ao ego e o pecado sob o Seu pleno poder, e fazer da humildade o espírito todo-permeante de nossa vida.

     "Porventura, ignorais que todos nós que fomos batizados em Cristo Jesus fomos batizados na sua morte? (...) Considerai-vos mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus. (...) Oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos" (Rm 6.3, 11, 13). A completa autoconscientização do cristão é ser saturado e caracterizado pelo espírito que avivou a morte de Cristo. Ele tem sempre de oferecer-se a Deus como alguém que morreu em Cristo e em Cristo está vivo vindo da morte, levando em seu corpo o morrer do Senhor Jesus. Sua vida sempre leva as duas marcas entrelaçadas: suas raízes alcançando, na verdadeira humildade profunda dentro da sepultura de Jesus, a morte ao pecado e ao ego, e sua cabeça elevada, em poder de ressurreição, aos céus onde Jesus está.

     Crente, clame em fé a morte e a vida de Jesus como suas. Entre na sepultura de Cristo no descanso do ego e da obra do ego o descanso de Deus. Com Cristo, que confiou Seu espírito nas mãos do Pai, humilhe-se e desça cada dia até a perfeita e sem esperança dependência de Deus.

     Deus irá ressuscitá-lo e exaltá-lo. Mergulhe cada manhã em profundo, profundo nada-ser dentro da sepultura de Jesus; cada dia a vida de Jesus será manifestada em você. Permita que uma disposta, amável, tranqüila, alegre humildade seja a marca que você tenha, de fato, reivindicado como seu direito de nascimento: o batismo para dentro da morte de Cristo. "Com uma única oferta, aperfeiçoou para sempre quantos estão sendo santificados" (Hb 10.14). As almas que entram em Sua humilhação acharão Nele o poder para ver e considerar o ego morto, e, como aqueles que aprenderam e receberam Dele, para andar com toda humildade e mansidão, suportando uns aos outros em amor. A morte-vida é vista em uma mansidão e humildade como a de Cristo.

     Capítulo 10 do livro: “humildade: A Beleza da santidade” de Andrew Murray que é o livro texto para ser estudado, junto com Jesus e o apóstolo Paulo, por todos (tanto indivíduos como congregações) nesta campanha urgente. Entre em contato com a editora dos clássicos: www.editoradosclassicos.com

     Considere o conteúdo deste capítulo a seu próprio respeito e para esta campanha.

                                             No Amor em Cristo,

                                                                           Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Ez 3:25

"E quanto a ti, ó filho do homem, eis que porão cordas sobre ti, e te ligarão com elas; não sairás, pois, ao meio deles. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

66 - O TEMPO DE DEUS

     Um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e de molhar somente o dedão do pé antes de qualquer mergulho. Algum intrigado com aquele comportamento...

153 - TOMAR DECISÃO, ATITUDE, SEMPRE!!!! É PRECISO!!

 Havia um grande muro separando dois grandes grupos. De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus. Do outro lado do muro estavam Satanás, seus demônios...

207 - VOCÊ AGRADA TODO MUNDO?

     Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou.      Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou. Novamente ele tentou espantá-lo, foi...

18 - DEUS NÃO QUER RESTOLHOS

     A oferta faz parte da vida cristã.      A mordomia bíblica ensina como, quando, porque e para que o cristão agradece ofertando.      A fé no Senhor Jesus...

41 - A BÍBLIA TINHA RAZÃO!

     Você já teve curiosidade em saber por que a Bíblia, o livro mais antigo da história, ainda é o mais lido no mundo? No correr da história, a...