Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

65 - ADORADORES E ADORAÇÃO III

(Indicações proféticas para avaliação pessoal)

     Louvor não é algo que se faz ou que se oferece (?) a Deus numa reunião religiosa ou num encontro de louvor (?), mas é um relacionamento com Deus; um relacionamento de amor, de submissão, de obediência a Jesus em amor.

     Crentes que no íntimo e na prática não conseguem viver como Corpo de Cristo, ainda não adoram ao Pai em espírito e em verdade. Reveja Romanos 12:4,5.

     Quem tem ressentimentos guardados, mesmo que seja de muitos anos passados; quem tem raiz de amargura; quem não perdoa sincera e completamente, está privado da graça de Deus (veja Hebreus 12:14,15), e sua adoração não chega a ser em espírito e em verdade. Abra Efésios 4:31.

     Quanto mais verdadeira for a nossa decisão e experiência de adorar a Deus em espírito e em verdade, mais intensa, mais verdadeira, mais viva, mais apaixonante, mais realizadora, mais procurada... será a nossa adoração e louvor verdadeiro ao Deus Vivo; nos encantaremos por Ele através das Suas obras, enxergaremos o Seu poder e o Seu amor em coisas aparentemente insignificantes e O louvaremos e O amaremos. Aleluia!!!

ESTES SÃO OS DIAS DA RESTAURAÇÃO DE TUDO - Atos 3:21

     1ª) São dias da manifestação dos Filhos de Deus (Rm. 8:14-19).

     2ª) Dias da restauração da consciência e identidade profética da Igreja, dos filhos do Deus Vivo como expressão da manifestação do Corpo de Cristo. (Leia e releia o livro de Rony Chaves para ampliar o seu entendimento espiritual e prático desta restauração).

     3ª) Estes são os dias da restauração da consciência e experiência dos filhos de Deus, de que são Corpo Vivo de Cristo, de que são expressão visível da Igreja que Jesus está edificando (Mt.16:18-19 e 18:15-20), e de que são membros uns dos outros; a saber:

     a) Pertencem uns aos outros na expressão da congregação local.

     b) São responsáveis uns pelos outros, a partir e através da congregação local.

     c) Dependem uns dos outros; a partir e através da congregação local.

     d) São submissos uns aos outros através da congregação local.

     e) Cuidam e protegem uns aos outros, através da congregação local.

     f) Prestam contas uns aos outros, a partir e através da congregação local.

     g) Amam uns aos outros, com o amor de Jesus (João 13:34-35; Filipen0ses 2:1-5), a partir e através da congregação local.

     h) Zelam uns pelos outros, como partes de si mesmos, a partir e através da congregação local.

     i) Juntos, adoram como Corpo de Cristo ao Deus Vivo e buscam ser os adoradores que adoram em espírito e em verdade (João 4:23,24) e se manifestam como adoradores, a partir e através da congregação local.

     j) Como filhos de Deus são revelação, manifestação visíveis do Reino de Deus entre as pessoas e na cidade a partir da congregação local.

     l) Mais, muitas outras coisas que têm sido apenas práticas religiosas ou conceitos teológicos estão sendo restauradas pelo Espírito Santo ao entendimento espiritual (conhecimento), consciência e experiência do Corpo de Cristo, junto à experiência de ser Corpo de Cristo a partir e através da congregação local.

     4ª) Estes são dias da restauração, sobre os autênticos filhos de Deus, das unções de Jesus-homem, das unções que estavam sobre Jesus ao se fazer homem e em Seu ministério, a saber:

     a) A unção de servo, à semelhança de Jesus (Filipenses 2:5-8; Marcos 10:45).

     b) A unção de Filhos de Deus (Romanos 8:15-21; Efésios 5:1,2).

     c) A unção de amor a Deus (amor de filhos, como Jesus) para amarmos a Deus com o mesmo amor com o qual somos amados por Deus, e amar a todas as pessoas com o amor dEle (Mt.3:17; João 5:20; II Pedro 1:17).

     d) A unção do Espírito Santo que capacita, unge os servos-filhos de Deus para a realização das obras de Deus e manifestação do Seu Reino (Atos 1:8; 10:35; Lucas 4:1,18,19).

     5ª) Esses são dias que antecedem a volta de Jesus; portanto, dias de restauração: restauração de quebrantamento nos crentes verdadeiros, na Igreja em toda terra, dias quando a graça de Deus cobrirá a Igreja, de tal forma que a voz do Espírito Santo convencendo os crentes do pecado será ouvida pelos verdadeiros filhos de Deus em todo o mundo. Este é o tempo do cumprimento de Atos 3:19; portanto, tempo de profundo arrependimento dos crentes e da Igreja em toda a terra; tempo de tristeza pelo pecado, pelo que é pecaminoso; de repulsa e vergonha pelas obras da carne em todas as suas formas, para que em meio às aflições da tribulação que antecede a volta de Jesus, e que já está crescendo sutilmente, os filhos de Deus, a Igreja do Deus Vivo, desfrutem dos dias de refrigério pela presença do Senhor.

     6ª) Também, mais do que nos séculos anteriores, estes são os dias do cumprimento da profecia de Atos 15:13-19, a saber; da restauração ou reedificação da tabernáculo de Davi, quando, mais do que em qualquer outro momento da história da Igreja, os verdadeiros adoradores se manifestarão; os quais, cheios do Espírito Santo, serão a oferta e os ofertantes, que conhecerão, amarão e adorarão (com conhecimento vivo e amor vivo) ao Deus Vivo (não o Deus religioso ou Jesus histórico, veja Hebreus 13:8; Apocalipse 1:5-19) em espírito e em verdade (e não os cultos-reuniões de mera religiosidade ou de cultura evangélica).

     Estas e outras coisas estão sendo restauradas; tudo que corresponde ao “tudo”, ou às “todas as coisas” anunciadas pelo Espírito Santo através do apóstolo-profeta em Atos 3:21 (3:18-21). Portanto, seja sábio (a) e escute o Espírito de Deus com a urgência devida e ouça a respeito de você mesmo (a), o que Ele nos manda:

“...Arrependei-vos, pois e, convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos de refrigério pela presença do Senhor e envie Ele a Jesus Cristo...”

     Clame, suplique, rogue ao Senhor a Sua graça, e que você se curve ante a obra misericordiosa do Espírito Santo de convencer você dos pecados; clame, suplique por essa obra, e busque profundo arrependimento espiritual de tudo que seja pecaminoso na sua vida, na sua alma, na sua herança; no seu consciente e/ou subconsciente, na sua cultura, na sua herança evangélica, etc (tudo que corresponda às obras da carne os que as praticam não herdarão o Reino de Deus, diz o Senhor Gl. 5:19-21); suplique ao Espírito Santo que o ajude a ter repulsa, nojo, pelo pecaminoso, e lance de você, jogue fora rapidamente tudo que corresponda à impureza (...) para que você possa ter condições para ouvir a voz de Deus, discernir o que é da parte de Deus, e não cair nas armadilhas do inimigo (Apocalipse 12:9), e mais:

     Suplique por esse convencimento de pecado e arrependimento para todos os que fazem a congregação (Igreja Encontros com Jesus) com você.

     Suplique o mesmo pela Igreja em todo mundo nesta hora; clame com entendimento espiritual e estratégia (contemple a Igreja na face da terra): rogue com o mesmo sentimento de Jesus Cristo; e, Destaque, enfatize a Igreja da nossa cidade, para que os filhos de Deus e o Reino de Deus comecem a se manifestar em nossa cidade, porque a glória de Deus não pode se manifestar em meio à impureza.

     Somente os filhos de Deus, todos os que são gerados pelo Espírito Santo no Sangue de Cristo, amam a Deus em espírito e em verdade (abra Romanos 8:14-19), amam com o mesmo amor com o qual são amados por Deus, e estes são os que O adoram em espírito e em verdade. Pense nisso !!!

     Pessoas, crentes, que dizem ou acham ter “talento para louvar a Deus” (cantar, tocar, conduzir o louvor, etc), mas reclamam e murmuram que “não têm oportunidades” nos cultos e/ ou reuniões para “louvar...”, na verdade (às vezes sem perceber) estão sob forte influência de soberba e do enganador, o ex-Lúcifer (Apocalipse 12:9). Geralmente tais pessoas ficam procurando “oportunidades” em igrejas e reuniões para “louvar” e há muitas que o inimigo usa para alimentar isso. Cuidado. Veja Sl. 24:3,4 e Tg. 4:6.

     Todos os que amam a Deus com o mesmo amor o qual são amados por Ele, são apaixonados por Deus, fascinados, deslumbrados, encantados (etc) com Deus-Pai, Deus-Filho, Deus-Espírito Santo. Vêm as Suas obras e se encantam e O exaltam, não se envergonham dEle jamais, mas honram-No em tudo, louvam o Seu Nome, O engrandecem, testemunham dEle, louvam-No com entendimento e com entusiasmo em todo o tempo (etc). Veja Atos 2:47 e Efésios 5:18-21. Você já é um adorador que o Pai procura? Se for, como sabe? Se não é, o que está esperando? A quem Jesus vai buscar?

(INDICAÇÕES PROFÉTICAS PARA AVALIAÇÃO PESSOAL)

     ... A hora vem, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, pois o Pai procura a tais que assim O adorem...” João 4:23

     (Como está acima, esta série do Kerigma são indicações proféticas para avaliação pessoal. Cada um de nós que for sensato (Efésios 4:15-17) sabe que devemos dar a devida atenção a este assunto e estudar, refletir o significado bíblico profético de todas essas avaliações, e estudar junto com os textos bíblicos indicados, enxergar o que eles estão dizendo no contexto da realidade deste tempo não despreze o que o Senhor está nos dando nesta hora, para os últimos dias, quando o desfecho da história terrena está para se cumprir, conforme descrita, especialmente no livro de Apocalipse).

     A essência da ocupação de Deus é procurar (trazer à existência e chamar) adoradores que O adorem em espírito e em verdade. A Igreja Verdadeira é formada exclusivamente por adoradores que adoram Ao Deus Vivo em espírito e em verdade. São estes que Jesus está vindo buscar.

RECEBA ESTA PALAVRA DE DEUS EM SEU ESPÍRITO:

     ...Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo. Pois nos elegeu nEle antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis diante dEle. Em amor nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para Si mesmo, segundo o beneplácito da Sua vontade, para louvor e glória da Sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção pelo Seu sangue, a remissão dos pecados, segundo as riquezas da Sua graça, que Ele derramou profundamente sobre nós em toda a sabedoria e entendimento. E desvendou-nos o mistério da Sua vontade, segundo o Seu beneplácito que propusera em Cristo, de fazer convergir em Cristo todas às coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra. Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da Sua vontade, a fim de sermos para o louvor da Sua glória, nós, os que de antemão esperamos em Cristo. É também nEle que vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação. Tendo Nele crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da propriedade de Deus, em louvor da Sua glória...”Efésios 1:3-14.

     A primeira vinda de Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus, foi para salvar pecadores e transformá-los em adoradores para adorarem ao Deus Vivo em espírito e em verdade.

     Jesus Cristo, ao salvar pecadores através da obra do Espírito santo, os ajunta, os une como Seu Corpo e faz com que se tornem membros uns dos outros (Romanos 12:4,5; I Coríntios 12; Efésios 4), edificando assim, a Sua Igreja, que se torna visível através das congregações locais; e, nas congregações locais, os que de fato correspondem ao Corpo de Cristo, à Sua Igreja, são os verdadeiros adoradores, a saber, os que adoram a Deus em espírito e em verdade; e estes, vão se tornando Corpo de Cristo cada vez mais ajustados, crescendo na estatura da medida de Cristo, buscando ser diariamente cheios do Espírito Santo, sujeitando uns aos outros no temor de Cristo; e, seguindo a verdade em amor, estão continuamente crescendo, nAquele que é O cabeça, Cristo (reveja Efésios 4:12-16 e 5:18-21).

     Em nossos dias, Jesus Cristo está próximo de retornar, muito próximo, conforme a Palavra de Deus testifica. E para que Ele voltará? Para reunir e buscar a Sua Igreja, a Sua Noiva, que são os verdadeiros adoradores, os que adoram ao Pai em espírito e em verdade (recorde Apocalipse 19:1-8). Por isso, os que estão em Cristo, estão só sendo equipados e ungidos pelo Espírito Santo para se tornarem adoradores cada vez mais verdadeiros.

     Considere se você é mesmo um verdadeiro adorador ou se é apenas um evangélico religioso, que vai a cultos e a atividades da Igreja, a qual são “os outros” e não você. (Os que não conseguem discernir o significado bíblico-espiritual de ser membro uns dos outros e de sujeitar-se uns aos outros no temor de Cristo, ainda não entenderam o significado de estar em Cristo e de ser Corpo de Cristo, e por certo são apenas “assistidores” e não adoradores).

Continue Lendo no Próximo . . .

  

Versículo do Dia

Jó 25:2

"Com ele estão domínio e temor; ele faz paz nas suas alturas. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

158 - HONRA A TEU PAI E A TUA MÃE, PARA QUE SE PROLONGUEM OS TEUS DIAS NA TERRA QUE O SENHOR, TEU DEUS, TE DÁ.

 (Êxodo 20:12)      Para viver em paz na Terra Prometida, os Israelitas precisavam respeitar a autoridade e formar famílias sólidas. Mas o que significa honrar os pais? Significa falar bem...

145 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA NA TURQUIA

       Pesquisa revela que 40% da população tem visão negativa dos cristãos      Mais da metade da população de maioria muçulmana na Turquia é contra reuniões de membros de...

221 - CARTA PARA DEUS

     Menina de quatro anos escreve para Deus, após a morte de sua cachorra. Não se sabe quem respondeu, mas existe uma belíssima alma trabalhando no arquivo morto dos...

79 - O NÓ DO AFETO

      Em uma reunião de pais numa escola da periferia, a diretora ressaltava o apoio que os pais devem dar aos filhos; pedia-lhes também que se fizessem presentes...

45 - O LUGAR CERTO

     O dia havia apenas amanhecido e o agricultor solitário já estava capinando a lavoura. Aquele seria, como outros tantos, um dia de trabalhos árduos de sol a sol...