Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

22 - A DOUTRINA BÍBLICA DAS ÚLTIMAS COISAS O ESTADO INTERMEDIÁRIO

LUCAS 16:19-31

“RE-LEMBRETES”. Antes de prosseguir nos estudos desta belíssima e reconfortante doutrina da Escatologia bíblica, devo trazer de volta aos irmão os seguintes lembretes:

     A) O Diabo, que é o nosso adversário e que anda procurando a quem possa tragar (I Pedro 5:8), está ativo o tempo todo, às 24 horas do dia, procurando brechas em nossas vidas e meios para afetar a nossa vida com Deus; atrapalhar o nosso serviço no Reino de Deus; e nos usar para provocar escândalo ao nome de Jesus, e afetar a igreja a vida e imagem da igreja, a comunhão na igreja, a adoração da igreja e o serviço da igreja. Cuidado com ele!

     B) A partir de Mateus 4:8-10 podemos verificar um dos aspectos mais ousados da ação do Diabo contra os salvos ele faz tudo que pode para seduzir e “transferir a nossa adoração de Deus pra ele” “tudo te darei, se prostrado me adorares” se ele disse isso a Jesus, imagine o que ele continua a fazer com os salvos! Mas, além disso, caso não consiga esse primeiro intento, não há dúvida de que ele parte para um segundo - se não consegue que a nossa adoração seja oferecida a ele, ele faz tudo que puder para anular a nossa adoração, para nos impedir de adorar a Deus.

     Portanto, irmão, tenha cuidado, não se esqueça da recomendação de Efésios 6:10-13. Procure viver atento para perceber as suas “astutas ciladas”. Saiba que ele não quer que o irmão adore a Deus; ele quer que a sua vida seja suja de pecados; se não consegue que se tornem visíveis, que fiquem escondidos nos seus pensamentos; às vezes é até melhor para ele que os pecados fiquem escondidos. Ele quer que o irmão não adore, por isso, se puder, ele trabalha para o irmão não se reunir com a igreja nos “ajuntamentos solenes” de adoração. Observe cada vez que ele consegue isso; e se o irmão vem, ele cuida para que o irmão não adore a Deus que distraia, que se sinta cansado, que se irrite, que tenha sono, etc.

     C) OS GRUPOS, sempre enfrentam dificuldades, são as mais diversas de horários, de preferência, de interesse com o estudo, de coração fechado para a comunhão, de problema externo, etc. Cuidado, o Diabo está por traz “Não deis lugar ao Diabo”.

     D) A EVANGELIZAÇÃO é agora o maior desafio da nossa vida. E o Diabo está trabalhando noite e dia para nos anular na evangelização. Conforme os exemplos bíblicos, estamos rogando ao Senhor que nos REVISTA DO PODER DO ESPÍRITO SANTO para apresentarmos a mensagem do Evangelho às pessoas com CORAGEM E SABEDORIA, conforme o exemplo de Atos 4:29-31. Junte-se a nós.

     E) OS CONVITES que preparamos são um excelente instrumento para a evangelização. Os irmãos que fizerem uso correto deles experimentarão isso. Mas juntamente com eles, ore para que haja Adoração verdadeira em cada culto que prestamos ao Senhor. Saiba que o inimigo atuará muito contra isso.

     F) “BUSCAI AS COISAS QUE SÃO DE CIMA PENSAI NAS COISAS QUE SÃO DE CIMA”. Essa recomendação tão clara que o Senhor nos dá é a chave para uma vida cristã vitoriosa em todas as áreas. Se o irmão colocar isso em prática o Diabo não conseguirá atingí-lo em nada. É claro que ele irá atacar, mas não conseguirá nada. Além disso, tudo que ele puder fazer para não fazermos isso que o Senhor nos diz, ele fará, porque com isso ele nos anula e até nos usa. Também, só estará sintonizado para a evangelização, o crente que observar aquelas recomendações. Elas estão em Colossenses 3:1-4.

AGORA, O ESTADO INTERMEDIÁRIO

     Já estudamos três assuntos da doutrina bíblica das últimas coisas a volta de Jesus, ressurreição dos mortos e o juízo final, com todas as suas implicações.Veremos agora o chamado “Estado Intermediário” é o quarto tópico. Neste estudo veremos apenas os seus significado.

     Como sabemos que o homem é imortal, ou seja, que continua vivo após a morte física, e, aliás, mais vivo até do que antes; e que o corpo de todos será ressuscitado na volta de Jesus (João 5:28, 29), a expressão ESTADO INTERMEDIÁRIO foi criado para referir-se ao espaço entre a morte física e a ressurreição do corpo. Tem havido muita especulação e heresias acerca do que acontece nesse tempo, mas sem razão, porque, os textos bíblicos, ainda que não muitos, a respeito, são suficientes para uma compreensão correta e confortadora do assunto.

     Na parábola do Rico e Lázaro (Lucas 16:19-31), Jesus nos mostra, com detalhes, como é a vida nesse tempo.

O LUGAR DO ESTADO INTERMEDIÁRIO
II Coríntios 12:1-4; Lucas 16:22, 23

     UMA ADMOESTAÇÃO. Todos sabemos que o Diabo quer receber a nossa adoração e / ou nos impedir de adorar a Deus. Além disso, ele faz o que pode para atrapalhar e impedir que a Igreja como Corpo de Cristo, adore a Deus. Ele sabe que a vida cristã e a fé dos crentes é renovada somente através da adoração; ele sabe que o poder (espiritual e invisível) de Deus se manifesta na congregação quando Deus está sendo adorado de fato, ele sabe também que as pessoas são tocadas pelo Espírito Santo e que perdidos se convertem e são salvos quando presentes num culto onde a igreja está adorando em espírito e em verdade. Achamos lamentável, mas na sabedoria absoluta do nosso Deus, Ele permitiu ao INIMIGO (o Diabo) semear joio nos campos do Seu Reino (a igreja) Mateus 13:24-30. Tais pessoas são agentes de Satanás que, cada igreja precisa saber mantê-las “amarradas” a fim de evitar que ele (o inimigo) anule a vida bíblica da igreja. Agora a ADMOESTAÇÃO: 1)Há vários domingos tenho observado muitos irmãos do lado de fora do templo na hora do culto. Muitos ficam conversando na hora do culto, em diversos lugares do pátio, área dos banheiros, etc, quando a congregação já esta adorando; 2)Também estão à vista, aqueles que saem durante o culto e vão para o pátio, para o banheiro, e / ou vão tomar um “ar” do lado de fora, por estarem cansados, etc. Em todos os casos há pessoas de todas as idades. O que está acontecendo com elas e o que elas estão causando? Elas estão dando lugar ao Diabo, que as quer do lado de fora para: 1º) Impedir que elas adorem a Deus; 2º)Fazer com que elas atrapalhem a congregação a adorar, e que afetem várias pessoas (irmão da recepção, pais, filhos, etc); 3º)Fazer com que elas sejam escândalo (tropeço, obstáculos) para os visitantes perdidos; 4º)Fazer com que elas sejam instrumentos para as pessoas que passem na rua e os vizinhos se escandalizem e rejeitam a igreja e o povo de Deus; 5º)Fazer que elas sejam instrumentos contra o reino de Deus e a Sua Igreja; 6º)Elas estão fazendo a vontade de satanás, portanto prestando-lhe culto.

     ADVERTIMOS ENTÃO: a)Aos pais, que verifiquem onde estão os seus filhos, se são menores, seja qual for a idade deles, vocês pais, ainda são- responsáveis; b)Às mães que, às vezes precisam sair, com um filho pequeno- saia se necessário mesmo, mas somente para ensinar (as vezes disciplinar) o seu filhinho para que ele aprenda enquanto há esperança (Provérbios 19:18). Atenda-lhe a necessidade de emergência e volte com ele bem depressa- cuidado com o leão (I Pedro 5:8); c)FINALMENTE, A TODOS que estiverem no pátio, se não puderem ficar no templo, devem ir embora. È lamentável e doloroso, mas caso alguém resista, será convidado a se retirar e, no caso de ser membro da igreja, teremos que tratar em termos disciplinares.

     IRMÃOS, orem por isso, pois este quadro é sério. O inimigo está por traz para afetar para afetar a igreja (Tiago 4:7, 8).

     Já sabemos que a expressão “Estado Intermediário” é usada para referir-se AO ESPAÇO ENTRE A MORTE FÍSICA E A RESSURREIÇÃO DO CORPO. Acerca da realidade da morte física, ninguém precisa ser ensinado. Todos convivem com esse fato ao longo da vida terrena. Mas, acerca do SIGNIFICADO DA MORTE, todos precisam de ensinamento, e da Bíblia, a única fonte que tem autoridade, temos farta orientação. Todos sabemos que o ser humano é IMORTAL, ou seja, que a morte física não traz a cessação da existência; que ao morrer, a pessoa continua conscientemente viva; mais viva do que nunca, Lucas 16:22, 29. Outro ensino bíblico abundante é de que no final das “Últimas Coisas” haverá a RESSURREIÇÃO CORPORAL de todas as pessoas (JOÃO 5:28, 29). Os corpos de todas as pessoas, desde Adão até à última pessoa que morrer antes da Volta de Cristo, ressuscitarão (I Coríntios 15:52). O espaço ou o tempo entre a morte e a ressurreição é que é chamado de ESTADO INTERMEDIÁRIO. Há teólogos que preferem a expressão ESTADO DESINCORPORADO, pelo fato de que durante aquele tempo ou período, as pessoas estão plenamente vivas, mas não com o corpo original, mas que voltarão a esse corpo na ressurreição. Quem dúvida disso, rejeita o ensino bíblico, não sendo, portanto, um cristão bíblico.

     Duas perguntas que todos fazem e que a Bíblia responde são: onde é, e como vivem as pessoas nesse tempo? Neste estudo teremos a primeira resposta; portanto, O LUGAR DO ESTADO INTERMEDIÁRIO. Para nos revelar e nos ensinar a esse respeito são usados os seguintes termos na Bíblia: SHEOL, HADES, SEIO DE ABRAÃO, PARAÍSO e CÉU. Vejamos o que significa: I)SHEOL e HADES. As suas palavras têm o mesmo significado e tratam do mesmo assunto. SHEOL, é a palavra na língua hebraica (língua em que o Antigo Testamento foi escrito); HADES, é a mesma palavra na língua grega (língua da escrita do Novo Testamento). O assunto ou significado das duas palavras é o mesmo. Elas descrevem dois aspectos da vida após a morte, que são: 1-SHEOL e HADES descrevem e referem-se fundamentalmente ao ESTADO ou à MANEIRA DE EXISTIR DAS PESSOAS APÓS A MORTE FÍSICA; referem-se ao estado das almas (pessoas) sem o corpo original; falam da pessoa que passou a viver no “reino dos mortos”, ou seja, com a características que as pessoas têm após a morte física. Referem-se ao ESTADO DE MORTE ou à existência incorpórea (veja Atos 2:27, 31 com Salmo 16:10). Em vários lugares no Antigo Testamento SHEOL refere-se ao próprio ato de morrer (Gênesis 37:35; 42:38; I Samuel 2:6). 2-Originalmente, SHEOL significa algo neutro, um estado simplesmente. Mas, com a aproximação da 1ª Vinda de Jesus, os israelitas começaram a entender que no “Reino da Morte”, ou seja, no SHEOL ou HADES, há dois lugares onde a existência é vivida em dois estados diferentes ; e que há uma separação entre JUSTOS e ÍMPIOS, ou então a palavra HADES passa a ser usada para referir-se exclusivamente à CONDIÇÃO e ao LUGAR de sofrimento e castigo em que vivem os ímpios (perdidos) após à morte física, antes da ressurreição do corpo (João 5:28, 29) , quando serão lançados definitivamente no inferno para a continuação eterna do sofrimento o castigo em que já vivia. II)SEIO DE ABRAÃO, PARAÍSO e CÉU. Nosso texto básico (II Coríntios 12), nos versos 2 e 4, indica com suficiente clareza que as palavras “CÉU” e “PARAÍSO”, são simplesmente dois termos para indicar o mesmo lugar. Lemos no texto que alguém foi arrebatado “AtÉ AO TERCEIRO CÉU”. Porém, ato continuo referente à informação de alguém que fora arrebatado ao Céu (v. 2), lemos também que o mesmo fora arrebatado ao paraíso (v. 4). Isto prova, sem sombra de dúvidas, que o Céu e o Paraíso são um mesmo lugar, e não dois lugares distintos. O mesmo pode se dizer acerca de “O seio de Abraão”, pois as escrituras nos falam com clareza absoluta que Abraão foi para o CÉU depois de sua morte (Hebreus 11:10, 16; Mateus 8:11). PARAÍSO, como um lugar onde vive os justos (salvos pela graça), é mencionado três vezes no Novo Testamento (Lucas 23:43; II Coríntios 12:4; Apocalipse 2:7). SEIO DE ABRAÃO, é mencionado somente no texto de Lucas 16:22, 23; mas era uma expressão muito querida e usado pelo povo hebreu (o povo instrumento da revelação divina Gênesis 12). Era expressão usada como sinônimo de PARAÍSO. O fato é que Abraão ocupa o lugar de maior destaque na execução do plano eterno de Deus para a salvação dos que hão de crer. Ele é chamado “pai dos que crêem” (Romanos 4:11). Estar no “seio de Abraão” tinha o sentido de “FILIAÇÃO e COMUNHÃO”. O homem justo (salvo) era considerado filho de Abraão, desfrutando do carinho familiar com o Pai e da comunhão com toda a família de Deus no Céu, de que Abrão tornou-se figura principal (Efésios 2:19; Romanos 4:11 a 16; Gálatas 3:6, 7). Paraíso e seio de Abraão são expressões sinônimas que descrevem aspectos diferentes da qualidade de vida que os salvos têm com o Senhor Jesus nesse tempo enquanto aguardam o dia da Ressurreição. E onde está Jesus agora? Confira em Atos 2:32,33; Hebreus 10:12; Colossenses 3:1(1-4); Hebreus 1:3. Com quem os salvos estão agora? João 12:26; I Tessalonicenses 4:14; Colossenses 3:1-4, etc.


COMO AS PESSOSA VIVEM NO ESTADO INTERMEDIÁRIO
APOCALIPSE 7:9-17

     1- Alguns crentes não se instruem devidamente na Palavra de Deus e não são suficientemente alimentados por ela devido ao excesso de curiosidade (característica da infância). O desejo deles de saber detalhes impedem-nos de compreender o propósito e o ensino especifico do texto bíblico. Parece-me que o inimigo atua nisso também (ou seja, nessa curiosidade insensata) para desviar a atenção da pessoa e bloquear a sua compreensão correta da Palavra de Deus.

     2- Devido à natureza da escatologia (trata das coisas que ainda irão acontecer), vê-se muita gente desviando-se do essencial para o secundário, pela curiosidade e / ou apego à vida terrena em prejuízo do amor e comunhão com Deus. Em decorrência do desconhecido do ensino global das Escrituras acerca das “Ultimas Coisas”; das idéias e imaginação que as pessoas têm, adquiridas pelos próprios pensamentos e por informações infundadas, aliada à curiosidade insensata, encontramos pessoas dizendo que se a vida após a morte não for da forma que elas pensam não será nada bom; que no Céus houver isso ou não houver aquilo deixará de ser Céu, etc. Tudo isso é raciocínio tolo. Deus não fez nada imperfeito seja o que e como for, a vida com Cristo no Estado Intermediário e no “Estado Definitivo”, será muito mais significativa do que a vida presente. Livres da presença do pecado, não teremos mais as limitações que temos agora. Nosso conhecimento, nossa pureza e justiça serão iguais aos de Jesus. A nossa existência, será da mesma natureza da de Jesus (Filipenses 3:20, 21).

     3- O QUE JÁ ESTUDAMOS ACERCA DO ESTADO INTERMEDIÁRIO:

     a) Que “Estado Intermediário” refere-se ao espaço (tempo) entre a morte e a ressurreição corporal de todas as pessoas;

     b) Que vida nesse “estado” se desenrola em CONDIÇÃO E LUGAR diferente, a saber:
-de tormento num estado e lugar chamado Hades, para os perdidos;
-e de delicia num estado e lugar chamado de “Seio de Abraão”, “Paraíso” e “Céu”.


COMO É A VIDA NO “ESTADO INTERMEDIÁRIO”
Do ensino geral da Bíblia verifica-se que:

     1) Neste “estado”, a pessoa vive na mais absoluta consciência consciência perfeita de si mesma; da natureza da sua vida e da vida eterna; do seu estado definitivo, do retorno dela ao seu corpo no dia da ressurreição, etc.

     2)A qualidade de vida neste “estado” já é definitiva; quem está em tormentos, já está no inferno (o que lhe falta é apenas a ressurreição do corpo, para então ser definitivamente lançado no “LAGO DE FOGO” (Leia Apocalipse 20:11-14; João 5:28, 29; Mateus 10:28; Marcos 9:43, 44). Observe que o rico no hades já está “atormentados nas chamas”. E quem está no Céu já vive a “qualidade” (note bem, qualidade) definitiva da vida eterna do salvo; da mesma forma, o que lhe falta é também a ressurreição do corpo para então continuar eternamente no novo Céu e na nova terra (Apocalipse 21:1-22:6), a vida gloriosa que já desfruta.

     Acerca desse aspecto precisamos atentar ainda para o seguinte:

     1º) Os salvos que já estão no Céu, estão aguardando a preparação da igreja, ou seja, a igreja se completar, para então acontecer a ressurreição.

     2º) A limitação que os salvos no Céu têm agora, não é limitação da “qualidade de vida”, mas é porque ainda aguardam a igreja se completar com a volta de Jesus, para dar-se então a ressurreição do corpo, e o novo Céu e a nova terra, local definitivo para a família de Deus viver eternamente.

     O fato de que no “estado intermediário” os salvos já desfrutaram da qualidade de vida definitiva, pode se ver nas referência acerca de com quem e onde eles estão agora. Confira: Filipenses 1:23; II Coríntios 5:2, 8; João 12:26; Atos 7:55-60; Hebreus 12:18-24; Apocalipse 7:9-17; Colossenses 3:1-4; I Tessalonicenses 4:14; Salmo73:23, 24, etc.

     Já vimos que PARAÍSO e CÉU são termos usados para falar da mesma coisa (II Coríntios 12:2 e 4).

     A palavra PARAÍSO quer dizer JARDIM, um lugar agradável, de beleza, descanso, refrigério, delicias (veja Salmo 16:11).

     O Céu é o PARAÍSO, e é onde Jesus está agora. É onde Sua Presença e Sua Glória se manifestam (Leia João 17:24).

     Jesus diz que, “na casa do meu Pai há muitas moradas” (João 14:2). Com certeza esta casa é o Céu, é o paraíso que o apóstolo Paulo viu; é onde o Senhor Jesus entrou confira Hebreus 9:24.

     A expressão “SEIO DE ABRAÃO” refere-se, primeiramente à felicidade da vida no Céu, sobre a figura de um banquete celebrado com os patriarcas em uma comunhão profunda e cheia de gozo (confira Mateus 8:11; Lucas 13:28; Mateus 26:29); e a referência especifica a Lázaro, fala da honra com que fora coroado após a morte; ele estava no “Seio de Abraão”, sentado à mesa, ocupava o lugar de maior honra, o lugar do amigo intimo ao lado do “pai de família” (confira João 13:23).

     Portanto; quando o salvo morre, ele é levado pelos anjos para viver com Jesus. Jesus está na Sua Glória; está no Céu, e os salvos estão felicíssimos com Jesus na Sua glória (aleluia!), confira Apocalipse 7:9-17; eles voltarão com Jesus para a ressurreição (I Tessalonicenses 4:14) e a glória que já têm com Jesus será estão manifesta (Colossenses 3:4).

A VIDA NO ESTADO INTERMEDIÁRIO
APOCALIPSE 14:13

     Neste estudo esperamos fornecer material para os amados irmãos estudarem mais a respeito e aclamar mais alguns aspectos do “Estado Intermediário”. Portanto:

     1- São quatro as passagens bíblicas mais importantes acerca do “Estado Intermediário”: Lucas 16:19 a 31; II Coríntios 5:1-8; Filipenses 1:21, 23 e Apocalipse 14:13.

     Através da compreensão correta do ensino desses textos, o Senhor nos esclarece muita coisa acerca da vinda que prossegue a esta vida terrena.

     2- Uma indagação justa e que permite uma reposta óbvia seria: “Qual a razão ou por que existir o Estado Intermediário?”
Eis a resposta:

     1º) Pelo fato de que o homem é eterno; ou seja, cada pessoa que vem a existência, existira eternamente. O ensino claro da ESCRITURA é que ninguém deixa de existir depois que vem à existência.

     2º) Devido ao pecado que entrou na raça humana conforme Gênesis 2 e 3 trouxe, entre outras conseqüências, a morte física; e, entre as “penalidades” à desobediência do casal e da raça humana veio a dissolução deste corpo terreno. Deus estabeleceu que, por causa do pecado, o nosso corpo, que veio da terra, tem que ser desfeito (Gênesis 3:19 e Eclesiastes 12:7).

     3º) Porque, pela Sua Graça, Deus estabeleceu recriar dentre todos os povos, um povo para ser especialmente SEU (confira Tito 2:11-14) e I Pedro 2:9 e 10). Esse povo é a IGREJA, que está sendo EDIFICADA (construída) por Jesus Cristo a Igreja que é a própria expressão e extensão de Jesus na terra pois a Igreja é o Seu Corpo (I Coríntios 12:27; Romanos 12:5; Efésios 1:23; 4:12; 5:30 Colossenses 1:18, 24).

     Pois bem, visto que a igreja ainda está sendo edificada (o que se terminará quando Jesus voltar, ou seja, Jesus só voltará quando Sua igreja estiver completa) e a morte física não foi e não será anulada, todos os que morrem antes da igreja estar completa têm que aguardar o todo se completar. E isso significa que: Todos os salvos que já partiram desta vida já estão no Céu, e que, a qualidade de vida deles já é definitiva, mas eles ainda não foram glorificados, isso por duas razões interligadas aguardam a conclusão da edificação da igreja e a ressurreição do corpo fatos que se darão simultaneamente (I Tessalonicenses 4:14-17; Hebreus 11:40); só então seremos plenamente glorificados, todo o povo de Deus (igreja) junto (Efésios 3:18; Filipenses 3:20 e 21).

     3- Um texto que devemos dar uma olhada agora é Apocalipse 14:13 “Então ouvi uma voz do céu, que dizia : Escreve: Bem-aventurado (FELIZES) os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos, pois as suas obras os acompanham.”

     1º) “Desde agora”, se referem aos que morrem no Senhor, por isso é que são bem-aventurados (felizes); e uma tradução que dá o significado vivo do texto é: “São felizes, dede agora, os que morrem no Senhor.”

     2º) (Eles morrem) “PARA QUE DESCANSEM DOS SEUS TRABALHOS” o significado de descanso no contexto do texto é:

     a- Término dos trabalhos que tinha a realizar nesta vida. Em Gênesis 2:3 diz que “Deus descanso...” isso não significa que Deus se cansa (Isaías 40:28), mas que Ele terminou “toda a Sua obra”.

     b- Significa término das Fatigas; das aflições das preocupações; dos sofrimentos típicos (comuns) desta vida e dos sofrimentos por causa da fé e fidelidade a Jesus Cristo (II Timóteo 3:10-12).

     c- “A idéia principal de termo descanso é a de se refrescar depois do labor. Os que morrem no Senhor são descritos como estando num estado de bem-aventurança, porque entram numa experiência de regozijo, como sendo refrescados depois das lutas desta vida”.

     3º) “POIS AS SUAS OBRAS OS ACOMPANHAM”. Em João 11:26 Jesus declara que : “aquele que vive e crê nele, nunca morrerá”.
Esses dois versos, entre outros, mostram, que, em muitos aspectos, existe uma continuidade entre a nossa vida aqui e a nossa no Céu, imediatamente após a morte; e da mesma forma, existe uma continuidade entre o Estado Intermediário e o Estado Final.

UMA ÚLTIMA PALAVRA

“A Bíblia tem muito a dizer sobre os Últimos Dias e sobre a vida além. Em boa medida, o que ela transmite é para nos prevenir e admoestar. No mais, o seu objetivo é ajudar-nos a viver uma vida que honra a Deus na terra, na feliz antecipação de uma vida de bênção que glorifique a Deus no Céu. Aqueles que fracassam no estudo da Bíblia acerca da vida futura, perdem muito do conforto e do gozo que tal assunto produz I Coríntios 15:58.”

 

Versículo do Dia

Lc 23:43

"E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

9 - UM NOVO CORAÇÃO

      Se um órgão em nosso corpo necessita de saúde e de ser eficiente, este deve ser o coração.      O coração é o órgão que efetua o maior...

40 - A FESTA DA CARNE

     O Carnaval é uma verdadeira ilusão. É uma festa de cunho diabólico, cujo objetivo é cultuar a Satanás, que é o príncipe deste mundo, o rei das trevas...

127 - A DIETA DA ALMA

     Cada dia cresce mais e mais a preocupação e os cuidados com o corpo. Não faltam dietas, quer para emagrecer, engordar, manter o peso, controlar o colesterol, etc...

92 - JOÃO 3:16

     Na cidade de São Paulo, numa noite fria e escura de inverno, próximo a uma esquina por onde passavam várias pessoas, um garotinho vendia balas a fim de...

111 - CHOCOLATE QUENTE

     Um grupo de jovens formados e bem estabelecidos em suas carreiras, estavam conversando sobre suas vidas em uma reunião de ex-colegas. Então decidiram que visitariam um velho professor...