Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

ECLESIASTES 9

Eclesiastes 9:1-18 - Significado e Explicação

9:1 — A expressão “nas mãos de Deus” significa sob o controle e em posse de Deus. Logo, ao entender que o Senhor tem o domínio sobre tudo, o autor de Eclesiastes constatou também que o homem não conhece nem o amor nem o ódio. O emprego destes termos em destaque se deve ao fato de que em hebraico, às vezes, dois antônimos juntos podem significar ambos. Os vocábulos amor e ódio são melhores interpretados como nomes que designam a graça e o repúdio da parte de Deus.

9:2,3 — Algumas versões, como a NVI, traduzem o verbo “sucede” como “destino” (Ec 2:14). Mas nesta passagem não há qualquer insinuação do poder do destino em que algumas pessoas na antiguidade acreditavam. A palavra simplesmente se refere ao desfecho da vida determinado por Deus.

9:4 — Neste versículo, Salomão emprega um provérbio que diz que uma criatura humilde viva é preferível a uma criatura exaltada morta. Não se pretende afirmar com isso que a morte é o fim de tudo, mas sim que, enquanto houver vida, há esperança de fazer algo para a glória de Deus.

9:5,6 — Mais uma vez, isto não é uma negação categórica da esperança na eternidade. O autor se limita a expor o que pode ser compreendido estritamente do ponto de vista humano, debaixo do sol. A mensagem do pregador parece ser a mesma do Evangelho de João: o homem deve trabalhar enquanto ainda é dia (ou seja, enquanto ele ainda está vivo), porque, quando a noite chegar, ninguém poderá trabalhar (Jo 9:4), ou seja, tampouco eles têm jamais recompensa.

9:7 — Deus deu ao homem todas as Suas dádivas para serem desfrutadas, entre as quais o versículo destaca o pão e o vinho. Estes são empregados frequentemente nas Escrituras como símbolos do conforto e da alegria concedidos pelo Senhor ao Seu povo (Gn 14:18; I Sm 16:20; 25:18; Ne 5:15; Lm 2:12).

9:8 — Na antiguidade, era difícil manter as vestes brancas limpas (leia a analogia em Is 1:18). Roupas brancas e unguentos - óleo - eram símbolos de alegria e pureza.

9:9 — O casamento é uma dádiva de Deus. Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula, instruiu o autor de Hebreus (13:4). Por isso, a fidelidade deve ser valorizada (Pv 5:15-20) e a infidelidade, abominada (Pv 5:1-14). Neste sentido, o escritor de Eclesiastes aconselha o homem a gozar a vida com a mulher que ama durante a vida da sua vaidade, expressão que transmite a ideia de que a existência na terra passa depressa demais.

9:10 — É possível que o apóstolo Paulo tivesse este versículo em mente ao escrever “e, tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor e não aos homens” (Cl 3:23). A afirmação “porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra” não nega a vida eterna, mas sim declara, com relação a este mundo, que as possibilidades de trabalhar e aprender cessam após a morte. Se planejamos fazer alguma coisa na terra para a glória de Deus, é melhor fazê-la enquanto temos tempo (Jo 9:4).

9:11-13 — Gostaríamos de pensar que o melhor sempre vence, que quem tem mérito sempre é recompensado. Mas nossas experiências demonstram que essas expectativas nem sempre se realizam. Os termos “ligeiros”, “valentes”, “sábios”, “prudentes” e “inteligentes” consistem em cinco qualidades que eram prezadas pelas pessoas. No entanto, ainda que alguns planejassem e confiassem em seus atributos, era Deus quem, no fim, determinava seu destino. Quem era mais ligeiro que Asael (II Sm 2:22,23), mais valente que Sansão (Jz 16:19), mais sábio que Salomão (I Rs 11:1-25), mais prudente que Aitofel (II Sm 16:23; 17:5-14) ou mais inteligente que Moisés (Ex 2:11-15; At 7:22) ? Ainda assim, cada um deles se deparou com sua limitação e ficou na dependência de Deus.

9:14-18 — Eis aqui uma parábola sobre como uma ofensiva militar irrepreensível a uma pequena cidade foi impedida pela sabedoria de um homem pobre, porém sábio. A conclusão é que a sabedoria é preferível à forca e deve ser tida em alta conta e buscada.

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Dn 12:1

"E NAQUELE tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

211 - QUEM É VOCÊ DE VERDADE?

“... Ele… colocou de lado as suas vestes...” João 13:4-5      Você se preocupa pensando que se as pessoas conhecessem seu verdadeiro “eu” elas não gostariam de você? Ou que...

127 - A DIETA DA ALMA

     Cada dia cresce mais e mais a preocupação e os cuidados com o corpo. Não faltam dietas, quer para emagrecer, engordar, manter o peso, controlar o colesterol, etc...

230 - VOCÊ AGRADA TODO MUNDO?

       Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou. Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou. Novamente ele tentou espantá-lo, foi quando...

223 - A HISTÓRIA DO PATO

     Havia um pequeno menino que visitava seus avós em sua fazenda, foi-lhe dado um estilingue para brincar no mato.      Ele praticou na floresta, mas nunca conseguia acertar...

130 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA EVANGÉLICOS NO PAÍS DE ERITRÉIA

     Confirmado o lugar onde estão cristãos presos      Pelo menos 2 dos 10 cristãos que foram presos na semana retrasada estão sendo mantidos na delegacia número 7 de...