Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

PROVÉRBIOS 21

Provérbios 21:1-31 — Significado e Explicação

21:1 — A pessoa pode olhar para um rio e pensar que ele não segue nenhum padrão, porém a água obedece as ordens da mão de Deus. Assim também é com um bom rei. Os seus passos são determinados pelo Senhor.

21:2 — A boa percepção que a pessoa tem de sua própria vida, conduta ou caminho pode convencê-la, mas o julgamento final sobre sua retidão cabe a Deus (Pv 17:3).

21:3 — Ocasionalmente, os provérbios tocam na questão da idolatria (Pv 15:8; 16:6). Este versículo afirma, tal como o Salmo 40.6-8; Miquéias 6.8 e diversas outras passagens bíblicas, que viver com retidão é mais importante do que sacrifício (I Sm 15:22).

21:4 — A segunda parte deste versículo é de difícil tradução. Algumas versões traduzem a ambígua palavra hebraica “lavoura” como lâmpada. (Para altivo e orgulhoso, consulte Pv 16:18.)

21:5 — Normalmente, o planejamento leva a abundância, e a pressa, a pobreza (Pv 20:21). Não é errado fazer planos, mas é errado planejar fazer o que o Senhor proibiu expressamente (Pv 16:1).

21:6,7 — A prosperidade pode ser boa ou ruim. Depende de como a pessoa a alcançou. Se a conseguiu por meio da língua falsa [“mentirosa”, na NVI], corre sério risco de ser levado a ilusão e a armadilha mortal.

21:8 — Este provérbio em antítese nos faz voltar ao princípio do estudo sobre sabedoria, ao contraste entre o justo e o ímpio (Pv 1—9; Sl 1).

21:9 — Os antigos telhados israelitas eram planos e podiam ser usados como terraço. Às vezes, as pessoas construíam um abrigo provisório sobre a parte do telhado. E este versículo ressalta que o marido prefere viver num telhado do que morar dentro de casa com uma mulher briguenta.

21:10 — Aqui está uma pessoa cuja paixão é fazer o mal; portanto, não sente compaixão por ninguém. O ímpio nunca pensa no próximo, a não ser nele mesmo.

21:11 — O tolo descrito neste texto é da pior espécie: o escarnecedor (Pv 19:25). A pessoa simples tem sensatez bastante para aprender vendo o escarnecedor ser castigado. O sábio sempre aprende; o simples, às vezes, adquire conhecimento; mas o escarnecedor é um caso perdido.

21:12 — Este é um versículo de tradução extremamente difícil. Algumas versões entendem que a palavra justo se refere ao homem ou a mulher justo que aprende observando a sina dos ímpios. Outros entendem que o termo “justo” aqui se refere a Deus, que determina o destino dos ímpios. É provável que este versículo fale do Senhor como o justo, e a expressão incomum da segunda parte esteja falando de Seu juízo como uma ruína para os ímpios.

21:13 — Aquele que é indiferente as necessidades dos aflitos não encontrará alguém para ajudá-lo quando clamar por socorro.

21:14 — Provérbio 18:16 e 19:6 anteveem as ideias deste versículo sobre o emprego de presentes para abrir caminho a alguém, em especial a pessoa de posição humilde que deseja ser recebida pela posição elevada. O presente fala por si! E o presente dado em segredo discorre agradavelmente contra a ira, ajudando a apaziguar ressentimentos.

21:15 — A justiça não é uma obrigação trabalhosa nem um peso para a pessoa. Para o justo, exercer a justiça é pura alegria. Já para o ímpio, a justiça é tão triste quanto o fim dele (Pv 10:29).

21:16 — O termo “mortos” é assustador; significa “sombras” (Pv 9:18). Nestes versículos, “mortos” pode ter o sentido de morte física, e não de espiritual (como e o caso de Tg 1).

21:17 — O objetivo deste versículo não é proibir o consumo de vinho ou azeite, mas alertar aqueles que dedicam muito tempo aos prazeres. Naquela época, um dos maiores prazeres dos hedonistas era o banquete, regado de iguarias, vinho e azeite. O problema aqui, que leva a condenação do ímpio, é o excesso; o equilíbrio é a meta que anima os justos.

21:18 — Este versículo fala em termos de juízo final. Em última análise, o justo prevalecerá, e os ímpios, não. Finalmente, o bem vencerá.

21:19 — Este versículo pode ter um outro lado: que privilégio é viver ao lado de um cônjuge (marido ou esposa) amoroso! Leia de novo a apresentação positiva de Provérbio 19:4. Tomar isoladamente versículos sobre más esposas e difamar as mulheres como um todo, coisa que não se pode dizer que estes versículos façam.

21:20 — Este provérbio contrasta a prosperidade do sábio com a pobreza do tolo (Pv 20:15). A questão central é a forma como lidam com seus bens. Os tolos abusam ou negligenciam o que é de sua propriedade.

21:21 — É possível que vida, justiça e honra se juntem no sentido de uma vida mais abundante, A busca da justiça é sua própria recompensa. No entanto, há recompensas extras, como viver a vida em plenitude e receber honrarias. Tudo isso é dádiva do Senhor (Pv 15:9).

21:22 — A sabedoria tem mais potência do que a força bruta; é mais formidável do que uma fortaleza. Assim, é melhor buscar a sabedoria em vez de grandes músculos.

21:23 — Este provérbio faz um jogo de palavras com “guardar”. Se a pessoa guarda ou conserva sua boca, ela guarda ou conserva sua alma. O complemento disto está nos diversos problemas que a pessoa enfrenta ao falar sem cuidado.

21:24 — Este provérbio aplica quatro diferentes palavras hebraicas com sentido de “arrogância ao zombador” (v. 11). As duas primeiras palavras, “soberbo” e “presumido”, significam “profundamente arrogante” (v. 4). As duas últimas, “indignação” e “soberba”, significam “arrogância ilimitada”.

21:25 — O anseio do preguiçoso o mata; ele é devorado por suas próprias paixões porque não quer gastar energia em cumpri-las. O versículo 26 continua a descrição da ambição insaciável do preguiçoso contrastando-a com a generosidade do honrado.

21:26 — Este provérbio pode ser pareado com o versículo 25 como descrição do desejo insaciável da pessoa preguiçosa. Em contraposição, o justo não cessa de ser generoso. O preguiçoso espera, enquanto o justo dá; o preguiçoso não tem nada, e o justo tem muito.

21:27 — Quando o ímpio faz um sacrifício sem intenção de parar com sua iniquidade, é uma abominação (hb. to'eba). Esta abominação existe aos olhos de Yahweh (como em Pv 20:10), embora Ele não seja mencionado nesta sentença. Entretanto, pior do que apresentar um sacrifício com o coração sujo é trazer esse sacrifício com más intenções.

21:28 — Grande número de provérbios trata da testemunha mentirosa (Pv 19:28). O problema da falsa testemunha é que suas mentiras pervertem a justiça para os outros. Mesmo que seja uma única mentira, a mentira pode ser replicada por outras pessoas.

21:29 — Há um belo jogo de palavras entre os vocábulos traduzidos como endurece o seu rosto e considera o seu caminho. O ímpio está preocupado com a expressão facial; o justo só se preocupa com o rumo de sua vida (Pv 11:5).

21:30 — Geralmente, os provérbios empregam a palavra sabedoria com sentido positivo. Neste versículo, porém, a palavra está pareada com truques de conspiradores. Estes truques não têm poder sobre Deus, como Balaão, o profeta pagão, descobriu ao encontrar o Senhor nas planícies de Moabe (Nm 22—24). A verdadeira sabedoria só se encontra em Deus. Logo, de forma alguma, a sabedoria, a inteligência e o conselho podem prevalecer em qualquer coisa contra o Senhor.

21:31 — Um soldado pode fazer tudo o que está a seu alcance para se preparar para a batalha (Pv 20:18), mas, no fim das contas, nenhuma preparação pode superar o poder de Deus. A vitória está nas mãos de Deus

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Ex 39:14

"Estas pedras, pois, eram segundo os nomes dos filhos de Israel, doze segundo os seus nomes; como gravuras de selo, cada uma com o seu nome, segundo as doze tribos. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

128 - BELÍSSIMO FATO VERÍDICO

       Fato ocorrido em 1892, verdadeiro e integrante de biografia. Um senhor de 70 anos viajava de trem tendo ao seu lado um jovem universitário, que lia o seu...

53 - COISAS DA VIDA...

     Um dia, quando eu era calouro na escola, vi um garoto de minha sala caminhando para casa depois da aula. Seu nome era Kyle. Parecia que ele estava...

100 - VAMOS "ACORDAR"!

     “Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões;” Salmos 68:6      Você sabe o que significa a palavra “acordar”?      Vamos...

107 - PEDIDO DE UMA CRIANÇA A SEUS PAIS

       Não tenham medo de serem firmes comigo. Prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais segura.        Não me estraguem. Sei que não devo...

192 - ANDANDO NA VERDADE

     Creio que em nossos dias a nossa maior alegria é saber que nossos irmãos e filhos na fé andam na verdade. Os dias são maus diz a Palavra...