Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

PROVÉRBIOS 14

Leitura em FAMÍLIA

Livro da bíblia – Provérbios

Provérbios 14:1-35 — Significado e Explicação

14:1 — A mulher sábia edifica a sua casa, ou seja, ela cria um ambiente pacífico para zelar por sua família.

14:2 — A expressão “teme ao Senhor” contrasta fortemente com “despreza-o”. O amor pela sinceridade coincide naturalmente com o amor e o respeito pelo mais sincero de todos, o próprio Deus. Por outro lado, o apreço pela perversidade resulta em ódio por Ele. O temor ao Senhor como princípio da sabedoria é o tema central de Provérbios (Pv 1:7).

14:3 — Este versículo alerta para o perigo da fala impulsiva e as compensações por se pensar antes de falar. As palavras do tolo tomam a forma de uma vara pronta para seus inimigos aplicarem contra ele. Este provérbio recorda que há muita gente que é a pior inimiga de si mesma.

14:4 — O fazendeiro precisa tolerar um pouco de bagunça no celeiro se quiser criar boi para ajudá-lo na colheita ou servir de fonte de alimento. Não se trata de uma desculpa para ser desleixado, mas de um incentivo para trabalhar com afinco.

14:5 — Este versículo reafirma a lei de Deus: “Não dirás falso testemunho contra seu próximo” (Ex 20:16; Dt 5:20).

14:6 — A imagem do escarnecedor retorna neste versículo (Pv 13:1) como um truque poético para demonstrar a validade da busca por sabedoria pelos prudentes.

14:7 — O tolo não é um mero incômodo; ele é um risco para a alma. A insensatez não é simplesmente desagradável; é um perigo para a vida. Assim, a reação prudente à insensatez enraizada é evitá-la como o perigo que é. Só o tolo corteja o desastre brincando com a insensatez.

14:8 — Este provérbio põe em contraste as pessoas prudentes e as tolas. Os sábios sabem o que estão fazendo e por que. Têm motivos sábios para suas ações, baseados no conhecimento que têm de suas opções. Os tolos, por sua vez, enganam com tanta frequência que se enrolam na própria mentira. Não sabem para aonde estão indo.

14:9 — A profundidade da estultícia é vista quando o tolo zomba do pecado e de suas consequências; é a pior forma de autoengano. O sábio, por sua vez, concentra-se em agradar ao Senhor.

14:10 — Um dos provérbios mais significativos sobre os sentimentos e as reações do indivíduo é este: ninguém conhece as dores ou alegrias do outro. A empatia é uma ciência de aproximação, jamais exata. Ainda assim, devemos recordar as palavras do hino maravilhoso: “Ninguém sabe..., a não ser Jesus!”

14:12 — Só quando é tarde demais, a pessoa iludida descobre que está na engarrafada estrada que leva a morte. Não está implícito que ela tenha sido enganada, mas que ela confiou demais na sua própria sabedoria, em vez de recorrer, humildemente, a Deus. Diversos provérbios apresentam sua mensagem em termos de dois caminhos — um que leva a vida, e outro que conduz a morte (Pv 16:25).

14:13 — Raramente, as emoções mais profundas são simples. São inúmeras as complexidades da maravilhosa configuração da personalidade humana.

14:14 — A pessoa que tiver o coração desleal (hb. sug leb) saciar-se-á com os produtos de suas perversões. Da mesma forma, o homem de bem se saciará com os produtos de sua sinceridade. O bem triunfará, e o mal será julgado.

14:15 — Uma característica da pessoa ingênua é a facilidade de acreditar em qualquer coisa. A pessoa prudente tem mais cuidado.

14:16 — A expressão “teme e desvia-se do mal” sugere temor de Deus (v. 2).

14:17 — Tanto os irritadiços [NVI] como os que tencionam o mal são tolos. Os sábios não se misturam com eles para que não tenham parte em suas loucuras.

14:18 — Os contrastes entre o ingênuo e o prudente (Pv 14:15) continuam neste versículo. A pessoa simples ou ingênua tem um legado de tolices que ela pensa que vai ajudá-la a melhorar sua vida. O prudente está como que coroado pelo seu conhecimento; ou seja, a característica que mais chama atenção nele é a sabedoria que ele compartilha.

14:19 — Dentro das antigas cidades muradas, a área do portão seria normalmente a parte mais frágil da muralha. Os engenheiros da antiga Canaã elaboraram estruturas complexas para fortificar este ponto. Controlar o portão da cidade significava controlar a cidade; ser subjugado pelo portão significava incapacidade de derrotar suas defesas. No fim das contas, os perversos se submeterão as portas do justo.

14:20 — Este é outro provérbio espirituoso (Pv 14:11; 12:27). Neste caso, fala ironicamente de como o dinheiro atrai vários amigos.

14:21 — Jesus assinalou que o mandamento de amar os outros e não odiá-los só é menos importante que o de amar Deus (Mt 22:39). (Veja Lv 19:13,17, para a lei que adverte o não desprezo ao próximo.)

14:22 — As duas palavras de devoção mais importantes da Bíblia são beneficência e fidelidade. Juntas, elas significam fidelidade constante ou lealdade verdadeira. No Novo Testamento, o equivalente grego desta expressão é traduzido como “graça e verdade” (Jo 1:14) e é usado para se referir ao Senhor Jesus. Quem trama o mal nada conhece destas virtudes.

14:23 — Falar que vai fazer não é a mesma coisa que fazê-lo. Apenas falar leva a pobreza. Só o agir leva as vantagens tão procuradas.

14:24 — Este versículo precisa ser balanceado por outros que aconselham mais prudência. Uma coisa é certa: insensatez só gera mais insensatez, e esta proliferação se dá em alta velocidade.

14:25 — Não devemos esperar mais de uma falsa testemunha do que a falsidade (Pv 14.5), mas podemos descobrir que a verdadeira testemunha não apenas diz a verdade, como também pode salvar inocentes.

14:26, 27 — Estes versículos contêm a ideia central do livro de Provérbios — o temor do Senhor (Pv 14-2). O temor de Deus proporciona tanto proteção como fonte de vida (Pv 13:14; 18:10) para as pessoas, uma imagem que relembra o jardim do Éden.

14:28 — Não há muito a dizer de um rei sem súditos, exceto, talvez, que ele é um impostor no trono. Quanto maior o povo, maior a glória do rei.

14:29 — Trabalhar para não ter “pavio curto” não é sinal de letargia, mas de sabedoria. O tolo perde a calma sempre, confirmando sua estultícia.

14:30 — Da mesma forma pela qual um coração sadio garante a saúde do corpo todo, a inveja pode apodrecer os ossos [que representam a parte física e psicológica].

14:31 — Por vezes, as Escrituras ressaltam que a forma como você trata as pessoas é a mesma com a qual lida com Deus (Ex 22:22-24; Mt 25:31-46; 1 Jo 4:20).

14:32 — Alguns provérbios descrevem a libertação da própria morte (Pv 11:4). O ensinamento da vida após a morte não é muito disseminado no Antigo Testamento, mas também não foi completamente deixado de lado.

14:33 — Este provérbio observa que a sabedoria não é totalmente desconhecida pelos tolos, porque, de vez em quando, ela se deixa perceber de relance por eles. No entanto, o verdadeiro lar da sabedoria é junto daquele que possui um coração compreensivo. O contraste de um relance ocasional de sabedoria com o repouso permanente dela junto a pessoa que possui entendimento é gritante.

14:34 — Embora cada indivíduo seja o responsável por suas próprias ações, os efeitos destas se estendem a sua comunidade.

14:35 — Quando o servo trabalha direito, o rei se agrada extremamente dele. No entanto, o rei também demonstra raiva e animosidade pessoal contra aquele que o envergonha.

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Dt 15:5

"Se somente ouvires diligentemente a voz do SENHOR teu Deus para cuidares em cumprir todos estes mandamentos que hoje te ordeno; "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

196 - REVESTI-VOS DA ARMADURA DE DEUS

       Imagine acordando um dia e achando sua casa bem no meio de um campo de batalha. Com bombas explodindo ao seu redor, os disparos de metralhadoras e os...

93 - UM MILAGRE RECENTE NO EGITO

     Um muçulmano egípcio matou sua esposa porque ela estava lendo a Bíblia e então a enterrou com seu bebê nascido há poucos dias e uma filha de 8...

29 - OUVINDO DEUS

     Você acredita no que ouve?????      Eram aproximadamente 10 horas quando um jovem começou a dirigir-se para casa. Sentado no seu carro, ele começou a pedir: - ...

129 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA

     Autoridades Querem Interromper Atividades      Batistas No Uzbequistão      Um tribunal Uzbeque condenou o presidente da União Batista do Uzbequistão e dois outros líderes por supostamente “sonegar impostos”...

46 - A CADEIRA

     O sacerdote foi chamado para orar por um homem muito enfermo. Quando o sacerdote entrou no quarto, encontrou o pobre homem na cama com a cabeça apoiada num...