Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

PROVÉRBIOS 1

Leitura em FAMÍLIA

Provérbios 1:1-33 — Significado e Explicação

Recomendamos que você leia um capítulo de Provérbios, de acordo com o seu culto familiar. Desta maneira você lerá todo o livro em família, e você terá um lembrete diário de sabedoria para a sua vida.

1:1— O prólogo do livro de Provérbios (Pv 1:1-7) tem três partes: (1) título (v. 1), (2) objetivo (v. 2-6) e (3) tema (v. 7). O título, Provérbios de Salomão, filho de Davi, rei de Israel (v. 1), pode sugerir três coisas: (1) Salomão é autor do livro, (2) Salomão foi autor das principais contribuições ao livro, ou (3) Salomão é o patrono da sabedoria em Israel, então seu nome está neste título como honorífico. Como há outros autores (ex.: Agur [cap. 30] e Lemuel [Pv 31:1-10]), e algum material de Salomão foi editado muitíssimo depois de sua morte (Pv 25:1), parece mais sensato interpretar as palavras de abertura do livro como uma combinação da segunda e terceira opções. Salomão não pode ser o autor de todo o livro, mas é seu contribuinte mais notável e o modelo do ideal de sabedoria de Israel.

1:2,3 — Os versículos 2 a 6 explicam o objetivo do livro de Provérbios. Os verbos “conhecer”, “entenderem” e “receber” referem-se às formas de adquirir sabedoria. A palavra sabedoria se refere à capacidade, o que pode ser adquirida em sua vida quando se põe em prática os ensinamentos dados por Deus. O termo instrução também pode ser traduzido como “disciplina” [NVI]; refere-se ao processo de recepção de conhecimento e posterior aplicação a sua vida diária. 

1:3 — A expressão traduzida como “instrução do entendimento”, assim como a sabedoria, denota uma habilidade em prática, tal como a de um artesão ou músico. Ou seja, a sabedoria afeta a vida como a habilidade dos artistas afeta a prática de sua arte. As palavras justiça, juízo e equidade dão um contexto moral à sabedoria, instrução e palavras que dão entendimentos. A sabedoria bíblica permeia a vida inteira; exige uma mudança de comportamento e comprometimento com a justiça.

1:4 — Os simples ou ingênuos são os jovens inexperientes, com tendência ao erro. Os termos “prudência” e “bom senso” incluem os fatos mais duros da vida. O sábio já aprendeu com a experiência a distinguir o que é verdadeiro, louvável e bom do que é falso, vergonhoso e ruim (Rm 12:1,2).

1:5,6 — A expressão crescer em sabedoria vem destacar que o homem que adquiriu alguma compreensão deve continuar desenvolvendo-se em discernimento; sempre há mais o que aprender. O versículo 6 fala das lições que a pessoa mais madura obtém por meio do estudo de provérbios, interpretação, palavras dos sábios e adivinhações.

1:7 — O temor do Senhor é o ingrediente mais básico da sabedoria, uma virtude que só pode ser alcançada quando se conhece Deus e submete-se a Sua vontade. Ter conhecimento sobre algo e nenhum de Deus aniquila o valor de possuir esse conhecimento. Só os loucos rejeitaram o temor ao Senhor. O verbo “desprezar” tem uma forte carga negativa e dá mais peso ao fato de que não temer a Deus equivale a rejeitar toda sabedoria (Dn 11:32; Jo 17:3).

1:8,9 — As palavras de abertura deste trecho bíblico soam como o apelo de um pai ao seu filho, um tema que está presente em todo o resto do livro. O versículo 8 destaca a responsabilidade de instruir tanto do pai como da mãe.

1:10-14 — Aqui está a primeira passagem de advertência. Neste trecho bíblico, o autor alerta que não devemos misturar-nos com os criminosos. Isto espelha uma situação desregrada da sociedade atual em que é comum ver jovens fracos se deixarem envolver pela rede de violência.

1:15-18 — Nestes versículos, o autor aconselha cautela. Ele destaca que cada passo no caminho perigoso é um passo em direção à destruição ao ilustrar com o ato de estender uma rede para capturar uma ave. Neste caso seria uma tarefa inútil, pois a ave, espiando a armadilha sendo preparada, desvia-se dela. Só que existe o louco, que é mais tolo do que o pássaro; ele vê a armadilha ser montada e ainda assim cai nela.

1:19 — Prendera a alma. Estas palavras concluem a advertência do autor aos jovens e apresentam um tema que os trechos seguintes abordarão: o estudo da sabedoria é uma questão de vida ou morte.

1:20,21 — A palavra Sabedoria aqui está com letra maiúscula porque não foi traduzida da mesma palavra hebraica que deu origem ao termo sabedoria no versículo 2, mas sim do vocábulo hebraicohokhmoth (que também é encontrado em Pv 9:1; 14:1; 24:7; Sl 49:4). Neste caso, a palavra hebraica provavelmente é a forma plural de hokhmah (Pv 1:2), e não um substantivo abstrato separado, apontando para as multiformes excelências da sabedoria.

1:22-27 — Este trecho bíblico se dirige aos néscios  àqueles que pouco sabem sobre o temor do Senhor e ainda não encontraram uma direção certa na vida. São ensinamentos que repreendem o que é mal e apontam para o que é bom, ressaltando que os que rejeitaram a sabedoria serão ridicularizados quando chegar a hora de enfrentarem o juízo inevitável de sua insensatez (Sl 2:4). Ainda assim, a Sabedoria dá risadas de júbilo diante da obra de Deus e deleita-se por causa do povo de Deus (Pv 8:30,31).

1:28-33 — Eu não responderei. Esta é a consequência que enfrentará aquele que escolheu desprezar a sabedoria; o Senhor não atenderá as orações. O louco costuma rejeitar os sábios conselhos do Senhor porque se recusa a temer a Deus (v. 29). Os versículos 31 e 32 retomam o tema do versículo 19 sobre a orientação dos pais: os loucos atraem sua própria destruição. Rejeitar a sabedoria os destruirá. Este tenebroso alerta termina com a promessa de vida aos poucos que derem ouvidos as palavras de sabedoria; estes encontrarão segurança e paz.

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

1Sm 6:21

"Enviaram, pois, mensageiros aos habitantes de Quiriate-Jearim, dizendo: Os filisteus remeteram a arca do SENHOR; descei, pois, e fazei-a subir para vós. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

23 - A FORCA

     Havia um homem muito rico, que possuía muitos bens, uma grande fazenda, muito gado e vários empregados a seu serviço...      Tinha ele um único filho, um único...

178 - A FORÇA E O ÂNIMO PARA VIVER SÃO IMPRESCINDÍVEIS PARA QUEM HÁ MUITO DEIXOU DE LUTAR, SEM FORÇA E ÂNIMO DE VIVER NÃO PODEMOS CONTINUAR NOSSA JORNADA.

     Há momentos em nossas vidas que passamos por tantas dificuldades que acabamos sendo enfraquecidos pelo inimigo, que é astuto e pai da mentira, e no meio desse bombardeio...

225 - UM LUGAR DE SUCESSO

A estrada para o sucesso não é reta. Há uma curva chamada fracasso, um trevo chamado confusão e um quebra-molas chamado família. Mas se você tiver um estepe chamado determinação, um motor chamado fé e um...

111 - CHOCOLATE QUENTE

     Um grupo de jovens formados e bem estabelecidos em suas carreiras, estavam conversando sobre suas vidas em uma reunião de ex-colegas. Então decidiram que visitariam um velho professor...

120 - UM SORRISO

     Um SORRISO não custa nada e rende muito.      Um SORRISO enriquece quem recebe sem empobrecer quem o dá.      Um SORRISO dura somente um instante, mas seus...