Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

A EVANGELIZAÇÃO 4

A EVANGELIZAÇÃO E O ESPÍRITO SANTO II PARTE

Texto Básico: At. 2:1-47

     No cap. 1º de Atos, Jesus promete a vinda do Espírito Santo e manda seus discípulos aguardarem em Jerusalém. Após dez dias da ascensão de Jesus e passados cinqüenta dias após sua morte, se cumpriu a promessa, que está registrado fielmente em Jo. 14:16-20; 15:26,27 e ainda 16:8-14. Agora no cenário do cap. 2 de Atos cumpri-se de maneira literal o acontecimento histórico A DESCIDA HISTÓRICA DO ESPÍRITO SANTO PRA INAUGURAR DE MANEIRA HISTÓRICA A IGREJA, QUE JÁ EXISTIA DE MANEIRA EMBRIONÁRIA NA TERRA ATRAVÉS DOS QUASE CENTO E VINTE DISCÍPULOS (At. 1:15), E ETERNAMENTE NO PROPÓSITO PERFEITO DE DEUS (Ef. 1:3-5).

ALGUMAS PERGUNTAS FUNDAMENTAIS PARA A COMPREENSÃO DO TEXTO:

     Como os apóstolos pregaram? V. 4 CHEIOS DO ESPÍRITO SANTO.

     Obs.: É bom observar que ser cheio do Espírito é uma ordem para todo salvo. (Ef. 5:18).

     Eles conseguiram comunicar? Vs. 6,11 Conseguiram, e na língua de cada um que ali estava. SÓ O ESPIRITO SANTO FAZ O PECADOR ENTENDER A MENSAGEM DE MANEIRA COMPREENSÍVEL E CLARA NA SUA PRÓPRIA LÍNGUA, GERANDO NELE ARREPENDIMENTO E FÉ.

     O que eles comunicaram? V. 11 As grandezas de DEUS, a mensagem CRISTOCÊNTRICA, a mensagem COMPLETA. E por obra e GRAÇA do Espírito.

     NOTA ILUSTRATIVA: Vs. 22-24, 36... E depois Pedro disse a Tiago que conduzisse a congregação cantando “AO FINDAR O LABOR DESTA VIDA...”, pediu a Felipe para tocar o órgão e aos outros para orarem silenciosamente, enquanto João faria o apelo.

     FOI ISSO QUE ACONTECEU? NÃO, NÃO FOI. Então o que aconteceu? V. 37. Eles perguntaram para os apóstolos o que deveriam fazer para serem salvos. O APELO, O CHAMAMENTO SE DEU PELO ESPÍRITO SANTO. É O ESPÍRITO SANTO QUEM CHAMA, É ELE QUEM CONVERTE. A nossa tarefa é apenas expor a PALAVRA com palavras e conduta.

     E depois? Vs. 38,39 e 40. A parte humana no apelo, ou no chamamento, só DEVE ACONTECER MEDIANTE AUTORIZAÇÃO DO AGENTE DA CONVERSÃO, a saber: O ESPÍRITO SANTO. O Espírito já havia autorizado (v.37) então Pedro continuou.

     Obs.: Apelo não é técnica de sermão, é AUTORIZAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, autor da mensagem e operador da conversão. Não quero de forma alguma, questionar o trabalho de ninguém. Quero, tão somente, que os irmãos conheçam o que ensina o texto bíblico (nossa fonte de autoridade) sobre o assunto.

     E depois o que aconteceu? V. 41 CONVERSÕES GENUÍNAS e não decisões emocionais apenas.

     E depois? Vs. 42,46 Houve comprometimento dos convertidos com a igreja local.

     E qual foi a conseqüência geral de tudo isso? V.47 “... E A CADA DIA O SENHOR ACRESCENTAVA-LHES OS QUE IAM SENDO SALVOS”.

     Quantos foram acrescentados àqueles primeiros 120 discípulos? Quantos? 3.000? 5.000? Não, não só isso, mas milhões através dos 20 séculos de história da igreja. COMO É, VAMOS PROSSEGUIR? VAMOS FAZER DISCÍPULOS? DEUS ESTÁ AGINDO, VAMOS PARTICIPAR? VAMOS ESCREVER O CAP. 29 DE ATOS?

     Obs.: Em todos os textos onde o Senhor Jesus nos orienta sobre nossa responsabilidade de EVANGELIZAÇÃO, ELE deixa bem claro que fazer discípulos não é uma opção do discípulo, também não é um Dom Espiritual que alguns somente têm, MAS EVANGELIZAÇÃO, SEGUNDO AQUILO QUE JESUS CRISTO ENSINA, É UM MANDAMENTO PARA TODOS OS DISCÍPULOS, SEM EXCEÇÃO. Fazer discípulos então é observar o imperativo do Mestre (Mt. 28:19), e isto é o papel de todo e de cada salvo até a consumação dos séculos ou até a sua convocação à eternidade.

     CREMOS EM JESUS, ELE HABITA EM NÓS ATRAVÉS DO ESPÍRITO, E POR CONSEGUINTE ELE É NATURALMENTE EXPRESSADO EM NOSSA CONDUTA ATRAVÉS DO FRUTO DESTE MESMO ESPÍRITO (Jo. 7:38,39; Gl. 5:22).

     Então fazer discípulos é algo que faz parte da vida de todo discípulo, pelo simples fato de ser discípulo, SE ISSO NÃO TEM ACONTECIDO CONOSCO, SÓ HÁ UMA CONCLUSÃO LÓGICA E TRISTE, NÃO ESTAMOS VIVENDO A VIDA CRISTÃ NORMAL, ESTAMOS A BAIXO DO NÍVEL, SOMOS ANORMAIS, ESTAMOS A QUEM DO PADRÃO.

     Obs. Conclusiva: Há crentes que querem fazer muito para Deus, mas de maneira descompromissada e desordenada, o que é sinal de imaturidade (carnalidade). Querem ter cargos e funções na igreja, dizem: “Queremos trabalhar muito para o Senhor”, e até fazem muitas coisas, porém de maneira mecânica e fria e ao final verifica-se que o que eles fizeram não passa de barulho, muita agitação e quase nenhuma produção. O que tais crentes fazem é praticamente inútil, e o que é pior, aumenta a dureza e a incredulidade dos não crentes.

     Por outro lado há muitos crentes, igualmente imaturos (carnais) medrosos, calculistas, críticos, acomodados, frios e vazios, que só querem ficar sentados recebendo a tradicional mamadeira dominical, ou às vezes, nem isso.

     Obs.: Os dois extremos são igualmente errados, igualmente danosos, e prejudiciais para a vida da igreja. O que ambos (o ativista e o acomodado) precisam entender é que, o que Deus quer deles é simplesmente que SEJAM PARA O LOUVOR DA SUA GLÓRIA (sejam, verbo ser, quem é não precisa fazer e acontecer, basta SER).

     TEMOS QUE TER EM MENTE QUE CADA SALVO PRECISA AGIR E REAGIR DE MANEIRA QUE AS PESSOAS SEJAM ATRAÍDAS A CRISTO ATRAVÉS DE SUAS VIDAS (Mt. 5:16) E UMA VEZ ATRAÍDAS, É PRECISO HAVER DEDICAÇÃO, CUIDADO, NO TRATADO PARA COM ELAS. Eis o grande problema! Não queremos nos dedicar, não queremos pagar o PREÇO para levar vidas à Cristo.

     NOTA: Fazer discípulos é levar a pessoa a conhecer Jesus (apresentar Jesus para a pessoa). COMO SE APRESENTA ALGUÉM À ALGUÉM???

     MOSTRANDO COM A NOSSA VIDA. TEMOS QUE ENSINAR A PESSOA A OBEDECER A JESUS, SERVIR A JESUS, CRESCER EM JESUS, CONVIVER COM JESUS. Isto implica em muita dedicação.

     CONCLUSÃO: FAZER DISCÍPULOS implica em serviço consciente, pessoal, constante e completo. FALAR A TORTO E A DIREITO DO EVANGELHO, NÃO SIGNIFICA FAZER DISCÍPULOS, LOGO NÃO É EVANGELIZAÇÃO BÍBLICA, E SE NÃO É EVANGELIZAÇÃO BÍBLICA, NÃO É ADORAÇÃO E SE NÃO É ADORAÇÃO, NÃO É NADA PARA DEUS.

     EVANGELIZEMOS POIS, COMO DEUS QUER, SOB O TOTAL E COMPLETO CONTROLE DO ESPÍRITO SANTO.

A EVANGELIZAÇÃO E O ESPÍRITO SANTO (Conclusão)

     Já sabemos que é o Espírito Santo que nos qualifica e capacita para fazermos discípulos (At. 1:8; Jo.7:38,39; At. 2:1-47). Destes textos concluímos que o agente no processo do discipulado é o Espírito Santo, e nós (os discípulos) somos instrumentos (ferramentas) DELE.

     Passemos a considerar um assunto muito importante, trata-se de como, de que maneira podemos ser instrumentos do Espírito Santo na tarefa de fazer discípulos.

TEXTO BÁSICO: Ef. 5:18-21

     Este texto nos ensina que o Espírito Santo, que é o agente no processo de fazer discípulos, só pode nos usar como instrumento, SE FORMOS CHEIOS DELE MESMO. Nós já estudamos este texto, mas precisamos estudar de novo, temos que estudar até aprender. E como conhecimento Bíblico é algo prático, temos que estudá-lo (Ef. 5:18-21) até torná-lo totalmente prático.

CONSIDERAÇÕES GERAIS:

1º) O VERBO ESTÁ NO IMPERATIVO Portanto, não é um conselho bíblico, mas sim uma ORDEM. É mandamento de DEUS para todo discípulo, para todo salvo ser cheio de Espírito não é uma opção, é algo que se requer de todo e de cada salvo (seja pastor, empresário, comerciante, dona de casa, lavrador...), não importando o que se é ou que se faz. SE É CRENTE TEM QUE SER CHEIO DO ESPÍRITO. É mandamento do Senhor, e se ELE mandou é para ser OBEDECIDO.

     É PADRÃO NORMAL DA VIDA CRISTÃ, O PADRÃO E NÃO A EXCEÇÃO.

2º) O VERBO “ENCHEI-VOS”, NO ORIGINAL GREGO ESTÁ NA VOZ PASSIVA Isto é “enchei-vos” quer dizer que não é para eu me encher, mas para ser enchido. É algo que é feito para mim e não algo que eu mesmo possa fazer. Isso mostra que o que tenho a fazer é apresentar-me vazio a DEUS. Tenho que estar vazio de mim mesmo para ser cheio do Espírito Santo, pois ELE não pode ocupar um espaço já cheio pelo ego. Mas... o triste fato, é que estou sempre querendo apresentar-me a DEUS, como alguma coisa e não como o pecador vazio. Estou sempre querendo suprir minhas próprias necessidades, me esqueço com muita freqüência, que é muito mais simples e melhor (perfeito) deixar DEUS fazer isso.

     Obs.: SER CHEIO DO ESPÍRITO NÃO É ALGO QUE ALCANÇAMOS, MAS É ALGO QUE RECEBEMOS. E é recebido mediante a FÉ (a simples e difícil FÉ), por aqueles que reconhecendo o seu vazio (condição de miseráveis pecadores) apresentam-se, mediante a GRAÇA DE CRISTO, A DEUS.

     NOTA: Fomos e somos salvos pela GRAÇA DE DEUS, logo só podemos ser cheios DELE MESMO através do seu Espírito, pela GRAÇA. Se recebemos a vida eterna pela GRAÇA é também pela GRAÇA que a viveremos.

     Alguém disse: “Ser cheio do Espírito não é uma recompensa que recebemos por nossa fidelidade, mas sim é uma dádiva para nossa condição de derrotados”.

     É interessante ressaltar que o enchimento do Espírito Santo não alcança “os estrelas”, mas só aos quebrantados, aos quebrados pela crise da ORAÇÃO.

3º) O VERBO ESTÁ NO PRESENTE CONTÍNUO (Isso não existe na pobre língua portuguesa, é uma das muitas riquezas da língua grega). 

     O verbo no contínuo significa ação contínua, e isto implica em COMPROMISSO. Então “ENCHEI-VOS” significa que devemos ser cheios continuamente, ou seja, não é para sermos cheios de uma vez e pronto (estou cheio não preciso de mais nada, nem de arrependimento, nem de Jesus). Também, ser cheio do Espírito não é algo que devo lançar mão nas horas de dificuldades, como se fosse uma mágica.

     >> A base desse enchimento contínuo é:

     >> Convicção contínua de pecado;

     >> Disposição contínua de arrependimento.

     >> E tudo isso ancorado no sangue de Cristo que nos PURIFICA de todo pecado.

4º) ADORAÇÃO CONJUNTA E REAL V. 19. Adoração conjunta “... ENTRE VÓS” música harmoniosa e não competitiva, música que ADORA A DEUS e não algo como um festival (show) de valores e talentos. Adoração conjunta, LOUVOR da congregação dos santos com Salmos, Hinos e Cânticos Espirituais.

     Adoração real “NO VOSSO CORAÇÃO” na alma. Adoração como DEUS quer, a saber: EM ESPÍRITO E EM VERDADE (Jo. 4:23,24).

5º) O ENCHIMENTO DO ESPÍRITO TAMBÉM GERA GRATIDÃO CENTRADA EM JESUS CRISTO Agradecimento real, contínuo e incircunstancial, agradecimento que sempre se quebra em reconhecimento da SOBERANIA DE DEUS.

6º) SUBMISSÃO MÚTUA CENTRALIZADA E CONTROLADA PELA OBEDIÊNCIA A CRISTO É exatamente isto que nos faz ter o desejo de servir-nos uns aos outros. O prazer em servir vem desta submissão mútua gerando desta forma KOINONIA.

     Obs.: É BOM FRIZAR QUE SER CHEIO DO ESPÍRITO SANTO NÃO É ALGO ALCANÇADO ATRAVÉS DE:

     /// Regrinhas (do tipo faça isso, deixe de fazer aquilo...);

     /// Receitas milagrosas (do tipo ORE duas horas por dia, jejue duas vezes por semana, dê o dízimo...);

     /// Fórmula mágicas e rápidas (do tipo ouça um bom sermão e deixe as coisas acontecerem).

CONCLUSÃO: É condição fundamental (básica) ser CHEIO DO ESPÍRITO PARA EVANGELIZAR. Uma vez que é o próprio Espírito que é o agente da EVANGELIZAÇÃO, logo precisamos ser cheios DELE para ser instrumentos DELE com maior eficácia e produtividade. DEUS mesmo quer que sejamos cheios DELE, para que assim possamos passar a vida DELE para outras vidas.

QUE SEJA ASSIM!

 

Versículo do Dia

1Cr 21:20

"E, virando-se Ornã, viu o anjo, e esconderam-se seus quatro filhos que estavam com ele; e Ornã estava trilhando o trigo. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

170 - "VIVENDO EM HARMONIA"

Romanos 15 1 - Mas nós que somos fortes devemos suportar as fraquezas dos fracos e não agradar a nós mesmos. 2 - Portanto, cada um de nós agrade ao seu próximo...

67 - O LENHADOR E A RAPOSA

     Na correria do dia a dia, necessitamos tirar um tempo para meditar nas palavras que Jesus tem para nos dizer, é por causa da correria que às vezes...

126 - VOCÊ SE IMPORTA?

     Hoje Eu passei os meus olhos pela terra e vi um dos meus filhos com a cabeça decepada por estar pregando a minha palavra na Indonésia; vi também...

140 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA NO EGITO

      Violência contra cristãos continua no Egito - irmãos pedem ajuda      Desde a manhã de sábado, 21 de novembro, a cidade no Alto Egito de Farshoot, e também as...

217 - DEUS DIZ "ESPERE"

  “[Seus] passos… são ordenados pelo Senhor...” Salmo 37:23      O que fazer quando as portas que você pensou terem sido abertas por Deus se fecham estrondosamente? Você para e pensa:...