Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

ONDE ESTÃO AS ALMAS QUE DEUS NOS ENCOMENDOU

Pra. Cláudia de Farjado

(Uma estratégia que funcionará em sua cidade)

     O Senhor chama a Sua igreja para cumprir a grande comissão: “Ide e fazei discípulos de todas as nações” (Mt. 28:19,20; Mc. 16:15-20). Há cinco coisas que se deve ter em conta para cumprir o que Deus quer e o que Ele nos recomenda, que é cuidar da igreja que nos confiou.

1- VIGIAR PARA QUE HAJA COMPAIXÃO EM NÓS A compaixão não é algo que nasce conosco. Muitas vezes nos perguntamos: Senhor, como faço para sentir a dor que tu sentes pelas pessoas que sofrem? Entretanto, o Senhor nos ensina que compaixão não é simplesmente sentir pesar, não é sentir pena; compaixão é um sentimento que nos leva a fazer algo pela outra pessoa, algo que nos move à ação.

     George Muller (do século passado, na Inglaterra), sentiu verdadeira compaixão pelas crianças de rua e por isso ele levantou orfanatos, e orava diariamente, porque, como diz em sua autobiografia, eram mil pares de sapatos que tinham que chegar, mil mudas de roupa, mil refeições. Porém ele aprendeu a sentir compaixão porque a traduzia em ATOS, em algo concreto.

     A vida de Jesus me impacta porque Ele, sim, era alguém que tinha compaixão. Um reflexo disto se encontra na passagem que fala do dia quando Ele saiu com seus discípulos e a multidão começou a segui-lo; passou o dia e já era tarde, então os discípulos sentiram pesar por eles e disseram a Jesus: “SENHOR, JÁ É TARDE, MANDA-NOS RETORNAR ÀS SUAS ALDEIAS, PARA ENCONTRAR ALGO PARA COMER, PORQUE AQUI NÃO HÁ COMIDA PARA TODOS ELES” (Leia Mt. 14:13-21).

     Isto é pesar, porque nenhum dos discípulos estava disposto a fazer algo para suprir essa necessidade; mas Jesus sim. A Palavra diz que Ele sentiu compaixão deles, e foi quando disse: “O que vocês têm? Dá-me o que têm”. Cinco pães e dois peixes era tudo o que tinha, e foi o que Deus necessitou para alimentar toda a multidão, e sobraram doze cestos.

     Talvez você tenha se perguntado: O que posso oferecer às pessoas, Senhor? Ou até já tenha argumentado: “Fulano, ou outro, faria isso bem melhor que eu”. Lembro-me que cada vez que o pastor expunha um desafio, eu me perguntava: “Quem poderá realizá-lo?”. E a última pessoa em quem pensava para aquela causa era eu.

     Às vezes sentimos que não podemos, que não temos como suprir as necessidades das pessoas, porém, permita-me dizer-lhe que o que você já tem vivido em sua experiência, o que você já tem dentro de você, o que tem feito você torna-se um em Cristo, é suficiente para Deus. Seu testemunho é suficiente para tocar as vidas e ainda lhe sobrará para alimentar mais pessoas, porque Deus não requer de você o que você não tem; Ele só trabalha com o que você possui e o Senhor sabe o que Ele lhe deu.

     Necessitamos sentir compaixão, o Senhor Jesus a sentiu, e esta compaixão trouxe o poder a Ele.

     Todo aquele que sinceramente deixa a compaixão fluir em seu coração, sempre fará algo que requer uma ação concreta. Quando fazemos algo por outra pessoa, o poder de Deus flui. Recordo que em certo dia veio-me uma jovem de 17 anos afetada por uma doença venérea; não fiz uma oração especial com ela, simplesmente senti a dor dessa menina, e o Senhor operou.

     Quando Deus faz milagres, somos os primeiros a ficar admirados. Três dias depois aquela jovem fez outro exame e estava curada. Só a compaixão trará o poder de Deus onde você estiver, sem importar qual seja a nação.

MUITA GENTE AINDA NÃO SE CONVERTEU PORQUE NOS TEM FALTADO COMPAIXÃO.

2- COMPROMISSO Sem compromisso, é impossível cumprir com o propósito que Deus estabeleceu para nós de cuidar da Sua grei (Igreja). Sem compromisso é impossível enxergar por nós mesmos e observar nossa condição espiritual. Às vezes as pessoas chegam a um nível espiritual que se sentem “sobrando”, porque se comparam com os que têm menos, e com os que fazem menos (ou nada), e deixam de se compararem com Jesus. Quando se faz isto, míngua o compromisso, míngua o tempo de oração e míngua o desafio que temos de sermos melhores diante do Senhor a cada dia. Por isso, quando Ele diz: “Olhai (acautelai-vos) por vós mesmos...” (veja Lucas 21:34-36) nos chama a comprometermo-nos com Deus,a orar, a estar em sua palavra, a comprometermo-nos em buscar que Ele nos fale.

     Às vezes não enxergamos que não temos aplicado às estratégias de Deus em nós mesmos, e começamos olharmo-nos através da nossa própria capacidade e não da capacitação dada por Deus, com isso Ele não poderia dizer por quais coisas das pessoas devemos orar e guerrear. É por isso que às vezes nos falta coragem e determinação para prosseguir no trabalho do Rei, e é necessário buscar a Deus, determinadamente, em meio a toda essa árdua tarefa, e para tanto, o elemento fundamental que temos que buscar é: O COMPROMISSO.

     Em outras palavras, se desejamos mesmo encontrar as almas que Deus nos encomendou, temos que dar o melhor de nós mesmos e o que temos recebido de Deus. Geralmente o crente (cristão) se prepara e dedica horas da sua vida e muitas coisas, mas não a ganhar almas. Alguns dizem: “Para isso não há tempo, isso não está em minha lista de prioridades”, ou “isso não está entre as atividades que eu tenho que fazer”.

3- BOM PREPARO. A Palavra diz que “o que ganha almas, sábio é” (Pv. 11:30). Ganhar almas requer sabedoria; requer colocar-se no lugar dessa alma, implica em investir toda a sua capacidade criativa para saber como chegar à outra pessoa, como derrubar as suas inquietações; porque se a pessoa se mantém distante, na defensiva e não recebe Jesus, é porque de uma maneira ou de outra há argumentos que lhe estão rondando e que não a deixa dizer: “Sim eu quero”. Quando você consegue “chegar à pessoa” e compartilha, começa a falar com ela. Logo irá identificar os argumentos que são usados para mantê-la sem Jesus (II Coríntios 10:4,5; 4:3,4; Atos 26:18).

     Geralmente, para um jovem, esses argumentos são os mesmos: deixar as festas, os amigos, deixar tudo. Recordo que quando comecei a vida cristã, compartilhei Jesus com uma amiga, mas eu ainda não tinha conhecimento bíblico além do que ouvia nos cultos e do que lia em casa; não sabia tudo, mas comecei a compartilhar porque sabia em quem havia crido. Penso que isso é o que nos move: “a convicção do que temos dentro de nós”. Podemos dizer às pessoas: “Sei em quem tenho crido e sei que Ele é a resposta para você, sei que Ele pode chegar ao ponto máximo da sua necessidade”.

     O Senhor Jesus nos disse que nos faria pescadores de homens, e como todos sabem, para pescar é necessário ter o tempo propício, o silêncio, o anzol correto...

4- GUERRA ESPIRITUAL PELAS ALMAS. Têm-se falado muito de guerra espiritual, e o fato é que isso é de vital importância na salvação de pessoas. Por isso, na Missão Carismática Internacional (Igreja na Colômbia, iniciada pelo Pr. César Castellanos em 1983, que nos últimos seis anos tem sido dos mais impressionantes instrumentos para a salvação e multiplicação de salvos, com mais de cento e cinqüenta mil pessoas; funciona em células no modelo dos DOZE nota do tradutor), não fazemos nenhuma atividade sem que antes haja muita oração. As pessoas desconhecem quanta oração há por traz de tudo que temos feito, mas nós sabemos que NÃO HÁ OUTRA maneira de ganhar almas.

     Não se trata de um método, não é uma fórmula mágica que faz com que tudo saia bem, não é como a “lâmpada de Aladim” que se esfrega e “sai um gênio” que concede todos os desejos, mas é a oração; é uma guerra constante para conquistar as almas, uma guerra na qual se ganha o que se tem anelado, o que se tem buscado de Deus, uma guerra na qual se é específico enquanto se vai conferindo se realmente Deus ouviu o clamor. Um exemplo de oração específica, é a que fazemos “3 por 3” e vemos o resultados quando estes três novos pelos quais estávamos guerreando chegam a Jesus.

     Para realizar e permanecer nessa batalha não há guia melhor que o Espírito Santo. Porém, antes de fazer a guerra é necessário revisar a nossa vida, porque, como guerrear por outros se estamos destroçados por dentro? Se primeiro não formos ministrados, como poderemos ministrar aos demais?

5- VIGIAR. Assim como as almas são prioridades para Deus, também devem ser cada um de nós que está em Cristo. Eu devo fazer das almas perdidas a minha prioridade, da mesma maneira que elas o são para o coração de Deus; aprender a dar o devido lugar a cada uma delas, e não vê-las simplesmente como um número a mais. Cada vida é uma pessoa cheia de muitas necessidades e que requer nossa ajuda pessoal para o seu coração ser tocado pelo poder de Deus.

     O que o Senhor Jesus faria se estivesse aqui hoje para conquistar uma alma? Com certeza ORARIA MAIS. O Senhor sairia às ruas e atravessaria a cidade de um lado a outro para salvar uma alma, para visitar um lar, para chegar a uma casa. Hoje, para nós, tudo é mais fácil do que foi para Ele, porque contamos com veículos para nos transportar e telefones para nos comunicarmos, e com tudo isso, às vezes nada fazemos pela salvação destas vidas preciosas como nós. Se Jesus estivesse aqui fisicamente aproveitaria todos os recursos ao seu alcance para ganhar uma alma. Mas Ele quer fazê-lo através de nós, de mim e de você; somos o instrumento escolhido por Deus para fazer a Sua obra. Se estivermos em Cristo, então somos esse instrumento.

     Um dia chegou um cavalheiro inglês para entrevistar a madre Tereza de Calcutá, e enquanto estavam na entrevista alguém veio lhe dizer que um dos leprosos estava morrendo, ela mandou trazê-lo, e quando chegou ela o abraçou e ao tê-lo em seus braços começou a beijar-lhe uma por uma das suas chagas; ao que o cavalheiro se surpreendeu e lhe disse: “Madre, eu não faria isso nem por todo ouro do mundo!”; ela parou e olhando para ele disse-lhe: “Eu também não; o faço por amor”.

     Tome esse roteiro, esse testemunho, essa instrução, ore sobre ele e reparta com toda a sua congregação (igreja). Pode seguir esse roteiro e se você (s) quiser (em) Deus os usará para salvar dezenas de milhares em sua (s) cidade (s).

 

Versículo do Dia

2Pe 3:18

"Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

7 - NÃO DESISTA

      Quando tudo não der mais certo e você já tentou todas as alternativas, não te desespere. Deus proverá uma solução. Ele é um Deus fiel e te guardará...

130 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA EVANGÉLICOS NO PAÍS DE ERITRÉIA

     Confirmado o lugar onde estão cristãos presos      Pelo menos 2 dos 10 cristãos que foram presos na semana retrasada estão sendo mantidos na delegacia número 7 de...

71 - CICATRIZES

     Num dia caloroso de verão no sul da Florida, um garoto decidiu ir nadar no lago atrás de sua casa. Saiu correndo pela porta traseira, se jogou na...

177 - GRANDE FÉ, GRANDE GANHO

     John McNeil, pastor nas ilhas britânicas, relata que certa vez pastoreou uma igreja que tinha pesadas dívidas. Isso o preocupava, e ele orou muito a respeito. Certo dia...

225 - UM LUGAR DE SUCESSO

A estrada para o sucesso não é reta. Há uma curva chamada fracasso, um trevo chamado confusão e um quebra-molas chamado família. Mas se você tiver um estepe chamado determinação, um motor chamado fé e um...