Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

A DIFERENÇA ENTRE MOVER-SE NOS DONS OU NO CHAMADO

     Quando Satanás deixou o céu porque Deus o expulsou de lá, ele levou consigo seus dons, e seu chamado, que é dirigir as pessoas na adoração. Satanás ainda hoje dirige as pessoas na adoração. Esse é o seu trabalho... ele dirige adoração para fora de Deus.

     Quero falar de algo muito importante que é a motivação. Qual é a nossa motivação? As vezes que ministramos louvor e adoração temos um problema: é pensar que o nosso dom determina o nosso chamado. Isto é um erro!! Às vezes nós pensamos que estamos no ministério de adoração pelo que nós fazemos, mas para Deus não é assim. Deus diz que primeiro Ele determina o nosso destino e determina o que vamos fazer. A primeira coisa que ele faz é nos separar antes de nascermos. Depois nos equipa e nos encaminha no caminho que tem para nós. Uma coisa que temos que recordar, é que, o nosso talento não determina o que somos. Nós temos que descobrir primeiramente qual é a nossa motivação. A única coisa que posso dizer é que a música pode mudar o nosso coração, por razões incorretas. Por isso, a palavra de Deus diz que “sobre todas as coisas que se deve guardar, temos que guardar o nosso coração”.

     Talento ou chamado? Dom ou chamado? Qual é a nossa motivação? Abra em Romanos 11:29. “Pois os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis”. Isso quer dizer que não se pode tirar não se pode voltar atrás e não pode desaparecer. Vocês têm que entender isto. Quando Satanás deixou o céu porque Deus o expulsou de lá, ele levou consigo seus dons (porque os dons são irrevogáveis), e seu chamado, que é dirigir as pessoas na adoração. Satanás ainda hoje dirige as pessoas na adoração. Esse é o trabalho principal dele. A idéia é que, hoje, ele dirige a adoração a qualquer outra coisa que não seja Deus. Ora, é notável que o inimigo de Deus, foi um líder de louvor, e vivia na presença de Deus, muito mais do que nós podemos chegar a viver. Ele estava perto, em torno do trono de Deus. Ele estava cercando, porque representa a autoridade que ele tinha, e, mesmo assim, hoje o mundo está nas condições em que se encontra, por causa de um líder de adoração, que um dia, se encantou mais com o que ele fazia, do que com Aquele para quem fazia, e, ele começou a pensar que o céu não seria a mesma coisa se ele não estivesse ali. Em meu país, às vezes, há músicos, que têm este mesmo espírito; eles pensam que a Igreja não será a mesma se não estiverem ali. Mas, isso tem a ver com o poder que a música tem, e, que pode convencê-lo de que isto realmente é assim. A verdade é que a adoração a Deus, já existia antes de nós, e, quando sairmos deste mundo, a menos que Jesus venha nos buscar antes, continuará havendo adoração a Deus. O mundo continuará sem nós. Parece-nos difícil de acreditar, mas, será assim. Gostaria de falar especificamente sobre os dons e chamados, e, entender que os dons e chamados são irrevogáveis. Para que você entenda que: se Deus me usa, não quer dizer que Ele me aprova. São 2 coisas diferentes.Nós temos que ser uma geração que não queira ser como o primeiro músico, mas sim que queira ser uma geração de salmistas. Homens e mulheres com o coração de acordo com o coração de Deus. A palavra original diz: “conforme o coração de Deus”, com a forma do coração de Deus, isto é, ter a mesma paixão de Deus; terá que buscar o mesmo amor de Deus, buscar pensar como Deus pensa ver como Deus vê, poder entender como Deus entende... E, não é um trabalho fácil, mas, não é impossível. Quando uma pessoa é usada por Deus, corre o perigo de confundir-se em sua mente e seu coração, e pensar que isso é suficiente. Mas, não é assim. Quero demonstrar na palavra de Deus, 2 pessoas que tinham o mesmo chamado, e diferentes dons, e, o final de suas histórias foi muito diferente, porque um se moveu em seus dons, e outro se moveu dentro de seu chamado. Um fixou-se nos dons, e outro, fixou em seu chamado. Mas, recorde isto mesmo: QUE DEUS ME USE, NÃO QUER DIZER QUE DEUS ME APROVA. Eu não estou dizendo que não é bom que Deus nos use; nós somos instrumentos para que Ele use, mas, nosso objetivo não tem que ser somente este; tem que ser que Ele nos aprove. Ele colocou dons em cada um de nós. Agora, nós temos a escolha de nos mover nos dons ou no chamado. Deixa-me dar um exemplo melhor: Eu canto, mas, durante muito tempo, eu me movia apenas no nível do meu dom; e, eu era uma cantora muito boa; tinha unção, mas era cantora. Mas, o meu chamado, não é ser cantora; o meu chamado é outro. Todos têm um chamado supremo que é a grande comissão, mas, todo tem um chamado estratégico, que tem a ver com o que nós fazemos particularmente dentro dessa grande comissão. Eu tive que buscar o meu chamado, e descobrir que no chamado é quando o caráter de Deus para minha vida começa a fluir. Eu descobri que o meu chamado é não ser apenas uma cantora; descobri que era deixar um legado para uma nova geração. Ora, os dons se manifestavam em minha vida, mas, eu tive que buscar o chamado. A única maneira de encontrar o chamado é através de um relacionamento com Deus. Eu descobri o seguinte: se eu me movesse no meu dom, o que eu iria deixar quando eu me for da Terra, eram CDs, mas, Deus me perguntou uma vez se isso era o legado que eu queria deixar, e eu realmente não estava entendendo muito bem o que Deus estava querendo me dizer, e, comecei a pedir-lhe que Ele me explicasse melhor. Eu sou um pouquinho dura; osso duro de roer... Mas, quando eu descobri que o meu legado não seria deixar CDs, mas uma nova geração de salmistas, pessoas de conquistas... Ter o privilégio da parte de Deus, de compor uma equipe apostólica de transformação, e isso para mim é um grande privilégio, mas Deus me revelou isto quando eu comecei a buscar o meu chamado, porque eu interpretava que eu era adoradora, ou ministra de adoração, por causa dos dons que eu tinha, mas, não era bem assim. Eu sou ministra de adoração, com uma visão pastoral de adoração, através do chamado que Deus colocou em minha vida, e, para isso, Ele me deu ferramentas como cantar, mas, quando eu descobri a diferença, descobri que Deus sobre a minha vida, colocou o dom de mestre, conhecia o ministério profético, e, há sobre a minha vida uma unção apostólica, e, também, pela unção pastoral. Mas, isto, é algo que nasceu na minha vida. Eu me recordo quando isso aflorou na minha vida, e, por isso é que eu pude descobrir o meu chamado. Eu gostaria que você pensasse em qual é o seu chamado. Levou-me meses, e, ainda, o chamado não é uma coisa completa, um pacote que se recebe de uma vez; Deus vai guiando seu chamado, no tipo de chamado que Ele tem para você. Quando a pessoa escolhe seguir a Deus ou não, uma pessoa diz: “-Senhor, eu quero tudo!”, ou: “-Senhor, eu quero só isto aqui; a mim me basta que eu toque, que seja instrumentista.” “- Eu me contento com o cantar.”Há pessoas, cujos dons e chamados são irrevogáveis, mas que apenas acomodarão Deus às suas vidas, e não as suas vidas a Deus. Agora, para mover-se no chamado, é absolutamente necessário acomodar as nossas vidas a Deus, e não Deus às nossas vidas. Vamos ler Juízes 14. Vamos falar de Sansão e Samuel. Antes de tudo, repita: O QUE FAÇO, NÃO DETERMINA O QUE EU SOU. UMA PESSOA FAZ O QUE FAZ, PORQUE PRIMEIRO É O QUE É. A maneira de descobrir o verdadeiro adorador, alguém que desfruta mesmo da adoração, eu vou descobrir que o adorador é alguém que faz adoração; a maneira de diferenciar isto, é que quando a pessoa para de fazer o que ela faz, ela continua sendo quem ela é. Por exemplo, os músicos: se você tira o teclado de um músico, e pede para que ele fique lá na porta recebendo as pessoas, e ele diz que não pode adorar, ele é o que ele faz, e ele não é o que ele é. E, neste tempo, Deus necessita de uma geração de pessoas que seja o que é sem lhe importar o que faz. Fabian, nosso tecladista, tem estado comigo desde muito pequeno; talvez seja um dos músicos mais antigos, embora não seja o mais velho. Mas, nas gravações, por exemplo, ele viaja comigo para todos os lugares, ele trabalha em tempo integral no ministério. Ele acomodou sua vida a Deus, e não Deus à sua vida. Não posso me recordar da última vez que ele foi a um cinema; ele vive para o ministério. Mas, quando nós gravamos, nos últimos dois CDs, mesmo ele sendo o primeiro tecladista, ele não tocou o primeiro teclado; ele foi tocar no segundo teclado lá atrás, no fundo. Ninguém precisou se sentar com ele e dar toda uma explicação, cura interior... Ele é o que é, não importa o que esteja fazendo. Ele entende seu ministério como serviço. Eu sou uma ministra de louvor e adoração muito conhecida em meu país. Eu tenho a graça de falar Inglês, porque morava nos EUA quando era pequena. Isso é uma graça de Deus. Agora, se alguém necessita de um tradutor na Igreja do Senhor, eu estou disponível, eu vou traduzir. E, continuo sendo ministra de adoração; porque para Deus, adoração tem a ver com disposição do coração, e não com o quanto você toca ou o quanto cante. Agora, isso, se aprende, tendo discernimento suficiente, para saber que o que eu faço, não determina quem eu sou exatamente. Vamos a Juízes 13. Qual era o dom de Sansão? Força. Qual era o dom de Samuel? Profecia. Quantos querem ser salmistas do terceiro dia? Há um instrumento que todos temos que tocar melhor do que qualquer outro instrumento: A Bíblia.Na ministração de sexta ou sábado de manhã, falamos que a maneira de edificar, é através da palavra. Eu me edifico primeiro na palavra, para pode reedificar, porque a palavra e a adoração são a combinação perfeita para que o Espírito de Deus se manifeste, porque se manifesta em fundamentos que são verdadeiros , e não em emoções. Emoções são outros fundamentos.

     Juízes 13: 24 e 25. “Depois esta mulher deu à luz um filho, e pôs-lhe o nome de Sansão. O menino cresceu, e Deus o abençoou, e o Espírito do Senhor começou a incite-lo em Maané-Dã entre Zorá e Estaol.” Atente para o fato de que quando ele era ainda bem pequeno, o Espírito de Deus começou a operar nele. Sansão era um homem que tinha muita força. Vamos ver algumas de suas façanhas: ele despedaçou um leão só com as suas mãos. Vamos ler o cap. 14:5 e 6. Como começa o versículo 6? Sansão ia pelo caminho a buscar a mulher que lhe agradou. Uma das características da pessoa que se move no seu dom, é uma pessoa que finalmente chega a fazer o que ela deseja; o que ela quer, acontece. Leia Juízes 14:3. A tradução literal do original é: “Porque me agrada; porque ela parece bem aos meus olhos, é bonita!!” Se for traduzir para o espanhol, seria: “porque me dá vontade...” Ora, quem vai discutir com Sansão? Imagine Sansão crescendo com essa força? Imagine Sansão na seleção brasileira; se chegava nos pênaltis, os goleiros se colocariam de lado e diriam: chute!! Ninguém convidava Sansão para jogar futebol quando era pequeno, porque quando ele chutava a bola, ia até a outra cidade. Uma vez convidaram Sansão para uma festa de aniversário, e, quando ele soprou as velinhas, o menino que estava fazendo aniversário foi junto. Ora, você precisa entender que Sansão era uma pessoa que sabia administrar, manejar, usar o seu dom, mas, quando alguém tem um dom, o mais difícil é controlá-lo. Quanto maior for o dom, quanto melhor fluir, além disso, o Espírito de Deus vem sobre a pessoa, cada vez que ele precisa usar, é muito fácil confundir o fato de que se Deus me usa, não quer dizer que Ele me aprove.

     UMA PESSOA QUE SE MOVE NO SEU DOM, SE TRANSFORMA EM ALGUÉM CAPRICHOSO, VAIDOSO, CENTRO-VONTADE, QUER FAZER SUA PRÓPRIA VONTADE. Isso acontece com muitos músicos. A palavra de Deus diz no v. 6, que o Espírito de Deus veio sobre Sansão. Ora, ele pegou um leão jovem e rugindo; diz que ele o tomou e o despedaçou, como se fosse um cabrito. A Bíblia diz que ele não falou nada para seu pai nem para sua mãe. Antes de continuar, temos que entender que esse era o dom de Sansão, mas, qual era o chamado de Sansão? Sansão foi chamado para ser nazireu. Agora, Sansão, depois dessa primeira façanha, viola o seu chamado com o seu dom. Vejamos de que maneira, nos versículos 8 e 9. Agora, repita: LEÃO MORTO , UM FAVO DE MEL. Marque aí, e vá ao livro de Números cap. 6:3 e 4. Repita: NÃO PODE BEBER VINHO. Leia v. 5 e 6. Todo o tempo em que se separar para o Senhor, não se aproximará de pessoa morta, de cadáver. Nem de seu pai, nem mãe, nem irmã, nem avô... Não se pode aproximar de cadáver, não pode beber, tem que deixar o cabelo comprido, e não se pode aproximar de um cadáver; Contudo, no verso 9, nos diz que ele voltou ao cadáver do leão, tomou o favo de mel, e começou a comer; inclusive, deu a seu pai e à sua mãe. Uma pessoa quando se move no seu dom, tem uma característica: ela gosta de ver as suas façanhas; “Que bom! Que grande!! Como fui bem neste culto!!” Ela quer até voltar a ver as fitas, e, a intenção, não é ver a obra de Deus, mas ver as suas próprias façanhas, e, às vezes ela se deleita, e é como um manjar delicioso para ela; ela gosta disso... Deleitar em suas façanhas tem um sabor delicioso. Agora, outro problema grave, é que ela convida outros para participarem com ela da mesma coisa. Agora, fixemos nisso: ele não podia tocar cadáver, porém pegou o favo de mel do leão morto. Sansão é declarado nazireu. Se você retornar a Juízes, no cap. 13 : 5, você verá que ele era um nazireu; não podia tocar em cadáver, não podia beber vinho, não podia cortar o cabelo.Vamos ver outra violação do seu chamado: cap 14 : 10. Repita isto: FEZ SANSÃO ALÍ UM BANQUETE; porque assim costumavam os jovens fazer. Agora veja: ele foi até onde estavam os filisteus. Os filisteus gostavam desse banquete. Escute: Sansão fez um banquete. Porque? Fez um banquete!! Simplesmente porque seus inimigos os filisteus fazem isto. Muitas vezes uma pessoa que se move no seu dom, chega a confundir estratégias de Deus com estratégias do intelecto. A conquista de Deus não tem tanto como parecer-se com o mundo, quanto conhecer a vontade de Deus. Uma pessoa que se move apenas em seu dom, ela está preocupada em ser popular, em ser reconhecida no mundo; mais do que fazer a vontade de Deus. Agora vejam: ele fez um banquete, e, naquela época, não se fazia um banquete com água mineral, não tinha coca-cola; tomava-se vinhos nos banquetes. Os banquetes duravam 7 dias. Imagine como ele ficou no 7º dia; cambaleando!! Diz a Bíblia que, depois desses 7 dias ocorreu o que está no v. 11 15; os filisteus se juntaram a mulher de Sansão, e descobriram a resposta, e passaram para eles, e, então, no v. 18, eles dão a resposta a Sansão, mas, no v. 19, diz que “ Então, o Espírito de Senhor se apossou dele de tal maneira que...” (leia). Ele tinha acabado de tomar vinhos no banquete, contudo, diz a Bíblia que o Espírito do Senhor se apossou dele, por uma idéia que ele havia tido, uma idéia dele, própria... Diz que ele entrou em Ascalon, e lá, havia uma festa de quinze anos... porque havia vestidos de festas... Diz que ele bateu na porta, entrou, matou 30 pessoas, lhes tirou os vestidos, e entregou aos filisteus; e irado, na ira em que estava, foi-se. Mas o Espírito de Deus estava, veio sobre ele. QUE DEUS TE USE, QUE VOCÊ TENHA UNÇÃO, QUE O ESPÍRITO VENHA SOBRE TUA VIDA, NÃO QUER DIZER QUE DEUS TE APROVE!!Juízes 15: 14. Vocês se recordam quando Sansão matou a mil filisteus? Escute: a Bíblia diz que o Espírito de Deus veio sobre ele. A Bíblia diz que ele tomou uma queixada de jumento que ainda estava fresca. Se estava fresca, de onde ele teve que tirar? Do cadáver. E, ainda assim, matou a mil!! É que às vezes o seu dom pode violentar, violar o seu chamado. Que Deus te use, não significa que Deus te aprove. Outra coisa que acontece, é que as pessoas que se movem no seu dom, na medida em que vão se movendo no seu dom, e não entendem que o fato de que Deus as use, não significa que Deus as aprove, elas vão perdendo o temos de Deus. Ninguém sabe o que eu estou fazendo na minha vida particular, mas, eu estou aqui ministrando no Espírito, as pessoas estão sendo tocadas, Deus está operando... Eu posso continuar assim. Talvez da primeira vez, tenha temor, mas, depois não tem mais nada!! Está tudo bem!! Quando alguém perde o temor de Deus, começa a se convencer de que a coisa tem mais a ver com ela mesma do que com Deus. Por isso, que uma pessoa pode chegar até a adorar-se. Sansão fez uma canção de adoração a ele mesmo. Leia o v. 16. (cap. 15). É um cântico!! “Com uma queixada de jumento, matei a mil homens” “matei!” “-O culto não será o mesmo se não for eu quem toque.” “-Se nós não tocarmos, o culto não será o mesmo.” Quando Deus expulsou Satanás do céu, ele já estava neste nível, nesta etapa; quando Deus foi chamar Satanás para confrontá-lo, Satanás veio assim, com uma atitude de alguns músicos; Deus disse a Satanás: “-Vai-se, suma da minha presença!!” Sabe qual foi a atitude de Satanás? Ele disse: “-E agora, quem é que vai tocar? Porque, além disso, eu vou com os instrumentos, porque os instrumentos são meus, e, não somente vou eu, mas eu levo comigo o grupo de louvor e adoração. Eu creio que, a terça parte dos anjos foram com Lúcifer, porque eram músicos, e, assim como é o líder, são os liderados dele. Quando Satanás disse: “- eu os levo...” Deus disse: “- Não, eu os expulso.” E aí, disse Satanás: - O que vai acontecer agora? Quem vai tocar? Gabriel?!! Ah, Ah, Ah, Ah!!! Miguel?! Ah, Ah, Ah, Ah!!! O que você vai fazer sem mim aí? Então Deus lhe disse: “- Para que você sofra e nada mais, eu vou lhe dizer isto: eu vou levantar uma Igreja num planeta pequenino que tem ali, que se chama mundo, e vou criar um homem e uma mulher a minha imagem e semelhança.” E Satanás estava mascando chicletes. Quando Deus disse “- A minha imagem e semelhança...” Satanás gritou: “-À Sua imagem e semelhança!!!” Mas Satanás nesta hora se lembrou: -Mas eu levo os dons e o chamado, porque são meus. Mas aí, Deus disse: Mas a esses, eu vou dar a faculdade de adorar-me, e eu vou dar para eles o dom que você tem, que é o dom da música; e, eles vão me adorar em espírito e em verdade. Mas, um tempo depois, você vai se envolver lá, e vai separar o homem de minha presença, mas, uns anos depois, eu vou enviar Ele. E, atrás do Senhor, estava Jesus assim, parado. E, Jesus olhou Satanás e disse: “-Fora!! Se manda!!”E Satanás engoliu o chiclete... e Deus olhou para ele e disse: “- E Ele irá restaurar um pacto melhor: o relacionamento com a minha Igreja. E eles são os que me adorarão. E, Satanás estava pensando, e lembrou-se: Eu vou levar os meus dons e o meu chamado, e, eu tenho muito mais anos do que eles, e, sei bem o que vou fazer. E, Deus, que sabe todas as coisas, disse assim: “-Você já acabou de pensar?” E Satanás disse “-Eu vou, mas vou levar os meus dons e o meu chamado...” E Deus disse: “-Mas, você vai perder o que eu vou dar a eles. E, neste momento, você está perdendo o que eles irão ter: autoridade. Eles vão ter autoridade. Você não. Você sabe o poder que a autoridade tem, e o que vai acontecer, é que você vai buscar que os músicos, os ministros não estejam na autoridade, para poder lutar com eles mano a mano, mas, constantemente, Eu vou mandar pessoas que, por experiência própria saiba que o segredo é: não os dons, mas o fluir no chamado, e estar debaixo da autoridade; essa é a única maneira.” Por isso, Deus levantou uma Igreja com uma cabeça; para que flua na autoridade. Termina com isso. Veja, Quantos conhecem a história de Sansão e Dalila? Cap. 16. Diz no v.17 do cap. 16 que Sansão abriu se coração para Dalila, revelou seus segredos para ela. O problema que as pessoas que se movem no dom têm, é que elas não podem guardar seu coração, e, elas vão abri-lo para quem não deveria fazê-lo. Agora, diz o v. 20 que Sansão se despertou do seu sono, e, pensou que escaparia, mas, ele não sabia que o Senhor já se havia afastado dele. Um problema que têm as pessoas que se movem no seu dom, é que já não se dão conta quando Deus já não está com elas. Um problema que as pessoas que se movem no seu dom têm, é que, chega um tempo, um momento, em que a pessoa não sabe que Deus já não está mais com ela. Veja, ele ficou como sempre fica, estava fazendo as coisas como sempre fazia. “-Ih! Eu tenho pecado, e ninguém tem nada com isso. Eu estou em rebeldia, ninguém está vendo... eu vou subir para tocar como sempre toco...” E, não reconhece que Deus não está mais com ele. Agora, isso não é o pior; ainda há algo pior. Veja o v. 21. Uma pessoa que se move nos dons, uma pessoa que usa a Deus, uma pessoa que confunde que se Deus a usa, quer dizer que Deus a aprova, será uma pessoa de que será arrancada a visão. Eu conheço pessoas ungidas, que Deus usa até mesmo em sinais e milagres, mas, Deus já lhes arrancou a visão. Porque os chamados e dons são irrevogáveis, mas a visão e a unção pertencem a Deus, e estão relacionados com o propósito que Deus tem para com a sua vida, e não com a sua vida para você mesmo. Leia I Samuel cap. 3 , Samuel: um caso totalmente diferente. Quando Deus o chamou, ele teve uma atitude totalmente diferente: ele disse: “-Senhor, fala, que teu servo ouve.” Agora, Samuel não foi uma pessoa popular. Isso era tudo contra a popularidade. Ele ungiu um rei enquanto estava outro no poder. Mesmo com risco de vida. Contudo, ele foi obediente e ungiu Davi. Um homem que se moveu no seu chamado, e que hoje, deixou um legado. Samuel deixou um legado; depois que ele ungiu a Davi, somente se ouviu uma vez mais acerca de Samuel: que ele morreu em Rama. Mas, ainda hoje, nós desfrutamos desse legado, porque diz que Jesus se assenta no trono de Davi; somente por mover-se no chamado. Ele poderia ter escolhido ser um profeta popular, movendo-se no seu dom, e dando palavras às pessoas, ou ele seria quem foi: alguém que se moveu no propósito de Deus, no seu chamado. O mais importante, não é o que fazemos, é o que somos; porque ninguém vê o que nos impulsiona. Por isso, a pergunta que eu te faço é: - Qual é a sua motivação? Cada um de nós tem que ver qual é a nossa motivação. O que me apaixona mais? O que faço, ou o que Deus quer que eu faça?

     Extraído do site http://www.apostolicoprofetico.com.br ministrado pela irmã Andréa Francisco na Clínica Pastoral realizada no Automóvel Clube na cidade de Campos em 16/06/2002

Seja um verdadeiro adorador que adora ao Pai em espírito e em verdade!

No Amor em Cristo,

Pastor Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

Is 54:7

"Por um breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias te recolherei; "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

157 - COMO POSSO FICAR ACIMA DAS RIXAS E COMPETIÇÕES NO TRABALHO?

     Reconheça que DEUS é o seu patrão.      Ninguém está imune à tentação de participar das rixas e competições no serviço. Talvez descubra para a sua surpresa, como...

202 - A PARÁBOLA DA INDECISÃO

     Havia um grande muro separando dois grandes grupos.      De um lado do muro estavam Deus, os anjos e os servos leais de Deus.      Do outro lado...

218 - POR QUE JESUS DOBROU O LENÇO?

  O LENÇO DOBRADO (João 20:7)      Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição?      Eu nunca havia detido minha atenção a...

168 - VEJA DEUS EM TUDO, E DEUS PORÁ CALMA E COLORIDO EM TUDO O QUE VOCÊ VÊ!

     Pode ser que as circunstâncias da nossa dor não sejam removidas, que a sua condição permaneça inalterada, mas se Cristo, como Senhor e Mestre de nossa vida, for...

5 - O TEMPO

      Imagina que você tenha uma conta corrente e a cada manhã você acorda com um saldo de R$ 86.400,00. Só que não é permitido transferir o saldo para...