Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

57 - O SERMÃO DO MONTE - parte 6

"Bem-aventurados os limpos de coração porque verão à Deus. (Mateus 5:8)"

Introdução

     Há pessoas preocupadas com a pureza exterior, e esquecidas de que o que conta para Deus é a pureza interior. Jesus chama os escribas e fariseus de sepulcros caiados. Isto é, por fora limpos, mas por dentro imundos – Mateus 25:25-28. Há pessoas que por fora estão limpas, mas o interior é sujo. Cheio de maus pensamentos e maldade. Nós olhamos para elas e pensamos que elas são impuras, só porque elas não vestem as roupas que nós vestimos, não usam o vocabulário que nós usamos, não fazem as coisas que nós fazemos, como ir ao culto da congregação ou às equipes de comunhão. Em síntese, olhando para o exterior delas, as julgamos como impuras, sujas. Mas precisamos tomar cuidado. Elas podem ser puras aos olhos de Deus e nós impuros.

O que significa ser puro de coração

     O puro de coração é a pessoa cujas motivações são sinceras. O puro de coração é aquele que não age com segundas intenções. O puro de coração é aquele que não tem nada de maldade naquilo que faz e vê.

     O apóstolo Paulo, escrevendo a Tito, disse que “Tudo é puro para os que são puros, mas para os corrompidos e incrédulos nada é puro; antes tanto a sua mente como a sua consciência estão contaminadas” – Tito 1:15.

     Ora, isto não quer dizer que até aquilo que é errado é certo. É claro que não. O que Paulo quer dizer é que, há pessoas que são tão sujas que tudo que elas veem está sujo também. O infiel pensa que todos são infiéis. Quem tem a mente suja pensa que todo mundo tem mente suja. O desonesto pensa que todos sejam desonestos. E isto não é verdade.

     Quando começamos a ver maldade, pecado e demônios em tudo, precisamos parar e pedir que Deus sonde o nosso coração. É possível que os demônios estejam dentro de nós e não nos outros.

Razões para termos um coração puro

     Na bíblia nós aprendemos porque devemos ter um coração puro.

     ↘ Primeiro, porque Deus não vê como o homem vê, o homem olha para o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha para o coração – I Samuel 16:7.

     ↘ Segundo, porque só aqueles que são limpos de mãos e puros de coração, subirão no monte do Senhor, isto é, terão comunhão com Ele – Salmos 24:3,4.

     ↘ Terceiro, porque Deus deseja que a verdade esteja no nosso íntimo. “Eis que desejas a verdade no íntimo” - Salmos 31:6, e não apenas em nossos lábios.

     ↘ Quarto, porque a palavra do Senhor é viva e eficaz, mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e espírito, e de juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração – Hebreus 4:12,13. Portanto, não temos como esconder coisa alguma do Senhor. Tudo está patente e descoberto aos olhos do Pai.

     ↘ Quinto, porque Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram, o adorem em espírito e em verdade – João 4:24.

     Isto significa que o verdadeiro culto a Deus acontece em nosso interior e não em um templo de alvenaria, madeira ou pedra.

Como podemos ter um coração puro

1- Confessando os nossos pecados ao Pai. “Se confessarmos os nossos pecados a Ele, podemos confiar que Ele nos perdoa e nos purifica de todo o erro” (pecado) – I João 1:9, Salmos 32:1-5.

2- Arrependendo dos nossos pecados, isto é, mudando de pensamento e atitude. “Arrependei-vos e convertei-vos para que sejam apagados os vossos pecados” – Atos 3:19.

3- Confiando no sangue de Jesus derramado na cruz do calvário. “Por que se a aspersão do sangue de bodes e de touros, e das cinzas duma novilha santifica os contaminados, quanto à purificação da carne, quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito Eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará das obras mortas a vossa consciência, para servirdes ao Deus vivo?” – Hebreus 9:13,14; I João 1:7.

Caminhos para um coração puro

     Quem são esses que são limpos de coração? Conforme passo a demonstra-lhe, esses são, essencialmente, aqueles que se haviam lamentado devido à impureza dos seus corações. Porquanto a única maneira de alguém vir a tornar-se possuidor de um coração limpo consiste em perceber quão impuro é o seu coração, e então lamentar-se por causa disso tão intensamente que vem a fazer aquilo que é (sangue de Jesus) a única obra capaz de conduzi-lo à limpeza e purificação da sua alma. 

     O evangelho de Jesus Cristo interessa-se pelo estado do coração: toda a sua ênfase recai sobre o coração. Basta ler as narrativas dos evangelhos, sobre a doutrina de nosso bendito Senhor Jesus Cristo. Para que se descubra, do princípio ao fim que Ele falava a respeito do coração.

     A grande acusação de Cristo contra os fariseus é que eles estavam interessados no exterior de copos e de vasos, mas ignoravam o interior. Quando vistos externamente, os fariseus pareciam sem defeito. Mas o interior deles estava repleto de cobiça e de iniquidade. A preocupação primária deles eram as injunções religiosas externas; contudo esqueciam do amor a Deus e ao próximo. Mateus 22:25-38

     Jesus frisou a importância do coração, e não da cabeça. “Bem-Aventurados os puros (limpos) de coração.” Ele não elogiou aqueles que são intelectuais; o interesse de Cristo concentrava-se sobre o coração. Em outras palavras, precisamos lembrarmos de novo que a fé cristã, em última análise, não é somente uma questão de doutrina, de entendimento, de intelecto, mas antes, é uma condição do coração – Mateus 6:21,33; Lucas 12:32-34.

     Uma vez mais, entretanto, por que cristo pôs ênfase sobre o coração, e não sobre aquilo que é apenas comportamento e externalidades? Os fariseus, conforme você deve estar lembrando, sempre mostravam-se dispostos a reduzir a maneira de viver e a retidão a uma simples questão de conduta, de ética, de comportamento.

Qual é o estado do seu coração

     O coração é tido como o centro da personalidade. Não indica meramente a sede dos afetos e das emoções. Esta bem-aventurança não é uma declaração que vise dizer que a fé cristã é algo primariamente emocional, e não intelectual ou pertencente ao terreno da vontade.

     De maneira nenhuma! Nas escrituras, a palavra “CORAÇÃO” envolve todos esses conceitos. O coração é o centro do ser e da personalidade da pessoa; é igualmente a fonte de onde brota tudo. Daí se segue: inclui a mente. Inclui a vontade. Inclui as emoções.

     OBS.: Mas o que é a personalidade? Conjunto de qualidades boas ou más, que distinguem uma pessoa, humor, temperamento, índole e gênio.

     “Bem-aventurados os puros (limpos) de coração”; bem aventurados são, não meramente na superfície, mas no próprio âmago de seus seres, na fonte de onde manam todas as suas atividades. Essa verdade é tão profunda quanto isso. Ora, essa é a questão primordial; o evangelho sempre enfatiza esse aspecto total. O evangelho começa pelo coração.

     Também é salientado que o coração sempre é o manancial de todas as nossas dificuldades. Você deve estar lembrando daquilo que o Senhor Jesus esclareceu: “Porque do coração procedem maus desígnios, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos, blasfêmias – Mateus 15:19.

     NOTA: Para vermos como uma pessoa se encontra, em relação ao Senhor Jesus e sua igreja, é só, ver os frutos que saem do seu coração, em relação a vida pessoal de discípulo e coletiva ao mesmo tempo. Se a pessoa demostra na sua vida, marcas de uma postura, contrária a palavra de Deus no jeito de tratar o próximo, de se vestir de uma forma sedutora, ou em sua conduta em relação ao ser uma nova criatura, tal pessoa precisa urgentemente de libertação – Lucas 3:7 – 9,17.

     A terrível e trágica falácia que tem sido falada, durante vários anos é a ideia que todas as dificuldades dos homens se devem ao seu meio ambiente, e que para mudar o homem, tudo quanto se tem que fazer é modificar o seu meio ambiente.

     Isso constitui uma trágica mentira. Pois tal ideia negligencia o fato que ocorreu, pois foi no paraíso que o homem caiu no pecado. O primeiro erro foi cometido em um meio ambiente perfeito, e, por essa razão recolocar o homem em um ambiente perfeito não soluciona os seus problemas. Não e não; mas é de dentro do “coração” que precedem todas essas iniquidades.

     Todas as nossas dificuldades originam-se no coração humano, o qual, segundo somos informados por Jeremias: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível. Quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, e provo a mente, e isto para dar a cada um segundo os seus caminhos, e segundo o fruto das suas ações – Jeremias 17:9-10.

     O evangelho de Jesus não somente revela-nos que todos esses problemas não só partem do coração, mas também que assim acontece porque o coração do ser humano, em resultado da queda, em resultado do pecado, conforme afiançam as escrituras, é desesperadamente corrupto, enganoso e maligno.

     Educação não leva uma pessoa a tornar-se boa, uma pessoa pode ser altamente educada, e, no entanto, ser uma pessoa desesperadamente iníqua. O problema está no âmago do ser, pelo que os meros esquemas de aprimoramento intelectual não podem endireitar. Esses esforços sozinhos nem são capazes de melhorar o nosso meio ambiente.

     A nossa trágica cegueira, que não compreende isso, é responsável pelo lamentável estado do mundo atual. A dificuldade acha-se no coração, e o coração é desesperadamente corrupto e enganador. Esse é o grande problema – Tiago 4:1-4.

     Uma das melhores definições sobre o coração limpo é aquela que aparece em Salmo 86:11 – onde se lê. “...Unifica o meu coração para temer o teu nome.” A nossa grande dificuldade é o nosso coração dúplice. Porventura não é esse todo o meu problema diante de Deus? Uma parte do meu ser quer conhecer, adorar e agradar a Deus; mas uma outra porção de mim quer algo diferente. Paulo exprimiu esse problema em Romanos 7:22-23.

     O coração puro (limpo) é o coração que não está dividido, tendo sido essa a razão pela qual o Salmista, tendo compreendido a sua dificuldade, orou ao Senhor para que lhe dispusesse (unificasse) o coração “para só temer o teu nome”. É como se ele houvesse dito: “faze meu coração tornar-se singelo; tira dele as duplicidades, as pregas e as dobras que lhe ofuscam a visão, e deixa-o puro, sincero, inteiramente isento de qualquer hipocrisia.”     Lemos em Apocalipse 22:14-15: “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do cordeiro, para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas. Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idolatras, e todo aquele que ama e pratica a mentira.” Coisa alguma que seja impura ou imunda que tenha qualquer sinal de contaminação, jamais poderá entrar na Jerusalém Celestial.

     Ser limpo de coração aponta para o fato que somos donos de um amor não-dividido, considerando Deus o nosso maior bem, um amor que só se preocupa em valorizar ao Senhor. Em outras palavras, ter um coração limpo (puro) significa que observamos o primeiro e maior dos mandamentos – Deuteronômio 6:5.

     Ter o coração limpo (puro) quer dizer que vivemos para a glória de Deus em todos os aspectos da vida, e que esse deve ser o supremo alvo de nossa existência. Significa que desejamos Deus, que desejamos conhecê-lo, que desejamos amá-lo e servi-lo. E nosso Senhor Jesus assevera aqui que somente aqueles que têm essa característica verão a Deus.

     O objetivo inteiro do evangelho de Jesus é proporcionar-nos a visão de Deus, e levar-nos a ver Deus. Por conseguinte, o que se faz necessário, antes que possamos ver Deus? Eis a resposta. A santificação, um coração limpo, uma condição singela nas disposições – Hebreus 12:14.

     Dimensão espiritual, ninguém pode misturar a luz com as trevas, ninguém pode misturar o branco com o preto, ninguém pode misturar Cristo com Belial. Não há qualquer conexão entre esses pares de conceitos. É óbvio, pois, que somente aqueles que se parecem com Cristo poderão ver a Deus e estar em sua presença. Eis a razão pela qual precisamos ser limpos de coração, antes que possamos ver a Deus.

Veremos a Deus

     Há uma visão de Deus enquanto ainda estamos neste mundo. Os discípulos podem ver Deus em um sentido que ninguém mais pode fazê-lo. O discípulo vê Deus na natureza, enquanto o ímpio não pode vê-lo. O discípulo vê Deus nos acontecimento da história. Há uma visão que é possível aos olhos da fé, que é desconhecida aos outros.

     Existe também um outro modo de ver, de sentir que Deus está próximo, de conhecê-lo e regozijar-se com a sua presença. Você deve estar lembrado do que se lê a respeito de Moisés, no capítulo 11 de Hebreus (Hebreus 11:27b). Moisés ficou firme porque viu aquele que é invisível. Isso também faz parte do quadro, sendo algo possível mesmo na vida presente – lembra do discípulo Estevão – Atos 7:55-57 – ler.

     Ainda uma outra maneira de se ver Deus é através da nossa experiência, em suas graciosas atividades conosco. Não é verdade que dizemos que podemos ver a mão do Senhor nisto ou naquilo? Isso também faz parte da visão de Deus.

     Naturalmente, porém, isso quase nada significa em comparação com aquilo que havemos de experimentar no povir. “Porque agora vemos como um espelho, obscuramente...” – I Coríntios 13:12 – por enquanto vemos de uma maneira como nunca veremos antes, mas tudo ainda é para nós um profundo enigma. Todavia, chegará o tempo em que veremos essas realidades “face a face”. João acrescenta: “Amados, agora somo filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser. Sabemos que, quando ELE se manifestar, seremos semelhantes a ELE, porque havemos de vê-lo como ELE é.” – I João 3:2.

     Você e eu estamos destinados a ter audiência na sala do trono do próprio Deus; você e eu estamos sendo preparados para chegar à presença mesmo do Rei dos reis. Você acredita nisso? Sabe que isso esta acontecendo em sua vida? Você já tomou consciência de que se aproxima o dia em que você verá o Deus bendito face a face? Não por meio de algum espelho, obscuramente; mas face a face.

     Quão tolos somos quando furtamos de nós mesmo essas glórias, as quais são descortinadas diante de nosso olhar admirado! Você já viu a Deus, mesmo nesse sentido parcial? Você percebe que está sendo preparado para a visão de Deus? E já fixou nisso os seus pensamentos? “Pensai nas coisas lá do alto, e não nas que são aqui da terra” – Colossenses 3:2. Você vive à espera dessas coisas que são invisíveis e eternas? Você passa tempo meditando a respeito da glória que por você espera? Nesse caso, a sua maior preocupação nesta vida deveria ser possuir um coração puro (limpo).

     A única maneira de termos um coração limpo (puro) é que o E. S. venha residir em nós, a fim de purificar-nos. Somente a sua presença e a sua operação no íntimo podem limpar-nos o coração. Ele faz isso operando em nós “tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade” – Filipenses 2:13 – ler também – Filipenses 1:6.

     Essa é, por semelhante modo, a minha única esperança. Estou nas mãos do Senhor, e o processo de meu aperfeiçoamento está em andamento. Deus está tratando comigo, e meu coração está sendo purificado.

     Deus resolveu realizar esse feito, e por isso mesmo tenho a certeza de que chegará o dia em que serei uma pessoa sem falha nenhuma, inculpável, sem mancha e sem ruga, sem qualquer tipo de contaminação. Terei permissão de entrar na cidade santa pelas suas portas, ao passo que tudo quanto é imundo ficará do lado de fora, e isso exclusivamente pelo fato que Deus é quem está realizando tal coisa.

     Isso não quer dizer, entretanto, que nesse interim eu deva permanecer na passividade quanto a toda essa questão. Acredito que a obra é de Deus; mas também creio naquilo que Tiago ensinou: “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós outros.” – Tiago 4:8. Quero que Deus se achegue a mim, pois, do contrário, o meu coração permanecerá negro de pecado.

     Mas, como é que Deus pode aproximar-se de mim? Tiago insiste: “Chegai-vos a Deus, e Ele se chegará a vós”. E logo em seguida: “Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração”. Fato que eu sei que, em última análise, não posso limpar meu próprio coração, em nenhum sentido, não significa que eu tenha o direito de arrastar-me pelas sarjetas da vida, esperando que Deus me purifique. Antes cumpre-me fazer tudo quanto estiver ao meu alcance, e ainda assim entender que isso não basta, pois só o Senhor pode realizar tal feito.

     O apóstolo Paulo nos orienta “fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena – Colossenses 3:5. Sufoque, portanto, as suas más tendências, liberte-se delas, desvencilhe-se de tudo quanto possa interpor-se entre você e o alvo que você está mirando. É preciso “fazer morrer” cada uma dessas inclinações. E diz Paulo novamente, na epístola dos Romanos: “...se pelo Espírito mortificardes os feitos do corpo, certamente vivereis”. – Romanos 8:13.

     Se você crê no evangelho, então você também deve concordar com João, o qual disse: “E a si mesmo se purifica todo o que nEle tem esta esperança, assim como ELE é puro” – I João 3:3 – você e eu não dispomos de muito tempo para nos prepararmos devidamente. Já se aproxima a data da grande recepção; em certo sentido, o cerimonial já foi todo detalhado; você e eu estamos tão somente esperando pela audiência com o grande Rei.

     Você está na expectação dessas maravilhas? Está se preparando para Elas? Você não sente envergonhado, neste momento, pelo fato que tem desperdiçado tanto do seu tempo em coisas que não somente de nada lhe servirão naquela gloriosa ocasião?

     A nossa única e grande confiança é que Ele está operando em nós, é que Ele nos está preparando para todas essas maravilhas. Contudo, compete-nos trabalhar e purificar-nos “assim como Ele é puro”.

     Finalizando, minha vida está caminhando, na qualidade do meu mestre e Senhor? Estou com o coração puro (limpo)? Quero ter um coração puro (limpo)? Busco um coração (limpo)? Pense bem!!!

Restruturado e reformulado, para uso interno da

Igreja Evangélica Comunidade Encontros Com Jesus.

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

 

Versículo do Dia

2Rs 23:16

"E, virando-se Josias, viu as sepulturas que estavam ali no monte; e mandou tirar os ossos das sepulturas, e os queimou sobre aquele altar, e assim o profanou, conforme a palavra do SENHOR, que profetizara o homem de Deus, quando anunciou estas palavras. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

81 - CONHEÇA A VERDADEIRA HISTÓRIA DO NASCIMENTO DE JESUS

      Quais são os equívocos mais comuns sobre o nascimento de Jesus Cristo?       A típica história que nós repetidamente ouvimos é:       "Na noite de 25 de Dezembro...

145 - ORAÇÃO INTERCESSÓRIA PELA IGREJA PERSEGUIDA NA TURQUIA

       Pesquisa revela que 40% da população tem visão negativa dos cristãos      Mais da metade da população de maioria muçulmana na Turquia é contra reuniões de membros de...

195 - LOBO EM PELE DE CORDEIRO

     Está carta é endereçada ao apostolo Paulo      Qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência.      Amado apóstolo      Estou escrevendo para colocá-lo a par da...

27 - TIRAI A PEDRA

     “Então, ordenou Jesus: Tirai a pedra. Disse-lhe Marta, irmã do morto: Senhor, já cheira mal, porque é de quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse eu que, se...

48 - PACOTE DE BOLACHAS

     “Uma moça estava a espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto. Como ela deveria esperar por muitas horas, resolveu comprar um livro para...