Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

04 - O QUE FAZ A CASA DE DEUS / CASA DE ORAÇÃO?


     Desta forma estará à manifestação visível de um povo, de uma espécie, uma geração. E, ao se encontrarem, para que o fazem? O fazem para ministrar ao Senhor; casa de Deus, casa de Oração/Adoração. Não pode existir outro fim.

     Não se encontram para evangelização (nem para outras coisas que até seriam justas); não se encontram para outras atividades. Se encontram para servir e ministrar ao Senhor, ao Deus Vivo Triúno de forma corporativa. Se encontram para serem vistos; para que haja manifestação visível. Onde isso é possível? Onde a perseguição não impede; mas, é para ministrar ao Senhor (sejam vistos ou não), e para que a vida corporativa como Família de Yahweh, que requer uma identificação de quem é quem. Agora, você imagina uma pessoa que, de fato seja Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração, qual é a visão de vida desta pessoa? Em função de quem ela vive? Qual lugar as obras da carne têm em tais pessoas? Creio que muito pouco.

     Ora, então você toma o Breve Manual, aquele pedacinho do capítulo 7 do Breve Manual (mais o capítulo 6 inteirinho é acerca de oração). Então o pedacinho do capítulo 7 quando então Ele (Jesus) novamente volta a falar sobre oração.

     “...PORTANTO, tudo o que vocês querem que as pessoas façam a vocês, façam isto mesmo a elas.” Você imagina amado, como isto é manifestação do Reino de Deus e do Evangelho do Reino? Que poder há na proclamação do Evangelho do Reino? Você vive assim, se não o que falta? A Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração, o indivíduo que o é, nele irá se manifestar a identidade de Jesus, em termos de realização pessoal, como está no primeiro parágrafo do Breve Manual: “Bem aventurado, bem aventurado, bem aventurado...”

     E, ser sal da terra e ser luz do mundo não será um programa, mas será um fluir da identidade de Jesus no indivíduo. E a preocupação com o Evangelho do Reino é a busca para manifestar o evangelho do reino de Deus às pessoas.

CASA DE DEUS CASA DE ORAÇÃO E A PARÁBOLA DO SEMEADOR

     Ah! Ninguém pode ser casa de Deus, casa de Oração/Adoração, se apagar ou extinguir o Espírito Santo. Jesus, então, traz a revelação, através do Evangelho de João, capítulos 14, 15 e 16, quanto ao Espírito Santo, e Ele diz: “Eu voltarei para vocês”. Ele, o Espírito Santo estará em você. Não apenas “entre”, mas, “dentro” de você. “Eu estarei dentro de você” (Confira Lucas 17:20,21).

     É nisso que consiste o batismo com o Espírito Santo; mas o batismo com o Espírito Santo separado da rendição a Jesus só vai gerar frustração; entretanto, o apagar o Espírito Santo, é lamentavelmente, a conduta evangélica mais comum em pessoas nas quais o Reino de Deus chegou de fato. E como se vai apagando o Espírito Santo? É semelhante ao que Jesus traz de revelação quanto ao Reino de Deus, Reino dos céus, em Mateus 13. E a primeira das sete parábolas é a do semeador, e precisamente nesta, é a palavra do Reino (do Reino de Deus), que chega à pessoa, e o que ela produz? Primeiro uma reação dos demônios. O diabo vem e arranca, arrebata a Palavra. Segundo, envia situações, e geralmente através de pessoas, situações mais variadas para trazer tribulação à pessoa por causa da Palavra. Ah! E então, se isso não funciona, os demônios usam suborno para que a pessoa desvie o foco dela de Jesus, para si mesma, enquanto na Terra, e siga como “evangélica”; e aí esses são os que Jesus diz que correspondem aos espinhos; a semente, o evangelho do reino que é semeado entre os espinhos; e estas pessoas, agora, irão viver, depois de receber o Evangelho do Reino, de entrar nele, eles irão viver em função da vida delas na Terra, do mundo; em função da prosperidade econômica, em função do bem estar; em função das riquezas, em função dos prazeres do mundo, ou seja, tudo o que é da Babilônia, e tudo o que é da descendência natural de Adão; e, ao mesmo tempo tudo com que o ex-Lúcifer tentou subornar a Jesus, conforme está em Lucas 4:5-7.

     E aí, nós espiritualizamos isso amados, com o texto bíblico; estes que estão entre espinhos; e estes tipos de crentes, que é um padrão evangélico apóstata na relação com o texto bíblico, vai ficando cada vez mais normal: é o padrão comum em todas as congregações; e neste tempo como um todo, isso envolve uma expressão evangélica que vai desde tradicionais, até os chamados “novos movimentos evangélicos”, com uma perspectiva em função do ego humano, do nosso ego em buscar coisas; e é o que corresponde aos que estão entre espinhos; e Jesus então diz que o que ocorre com eles é que... Porque o coração deles estará dividido; e Ele diz isso no Breve Manual: “onde estiver o seu tesouro, estará o seu coração”.

     Jesus diz: “não ajuntem tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem a destroem, e os ladrões roubam”; mas, em Mateus 13, ele diz que estes, entre espinhos, permanecem nesta condição, precisamente por isso; porque eles estão buscando tesouros na Terra; o que o mundo pode lhes dar? A prosperidade, o status, etc... Tudo o que é normal, sim amados, mas para quem não encontrou a Terra na qual está um grande tesouro; a pérola de grande preço (Mateus 13:45,46).

     E Jesus diz: Esses (que somos nós), em Mateus 6:19 “Não ajuntem tesouros na terra; onde estiver o teu tesouro, estará o seu coração”. Então, nós não podemos ser Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração, se Jesus não é o nosso Tesouro de fato; o Reino de Deus.

     E aí, os que estão entre espinhos, tentam administrar as duas coisas. Não funciona. Jesus diz que a palavra do Reino fica neles como? A Palavra do Reino fica infrutífera. E uma vez que ela fica infrutífera, o fica para eles mesmos, porque eles não podem viver a realidade do Reino de Deus. Eles não podem viver a vontade do Pai que está nos Céus tal como foi com Jesus; eles não podem se deleitar na vontade de Deus... Eles não podem se deleitar... Eles não podem discernir e viver a realidade dos mistérios do Reino de Deus; Eles não podem, porque o coração está dividido. A Palavra de Deus; a Palavra do Reino, fica sufocada neles. E aí, depois, Jesus diz acerca dos que são a boa terra (Veja Mt. 13:23)

ESTRUTURA DAS CÉLULAS DE ORAÇÃO

     Cada célula se reunirá uma vez por semana para fortalecimento, confronto, compartilhamento, intercessão e ajuda mútua.

     Creio que este ministério na vida de toda a Igreja tem levado pessoas de simples espectadores de oração, para serem intercessores sérios uns pelos outros (isto é: pessoas que têm levado este ministério a sério). Como cada de Deus.

     Pessoas que encaram isto como sendo essencial em suas vidas, têm desenvolvido um relacionamento muito mais lucrativo; de uns com os outros e com Deus, pois ser parceiro de oração nos dá uma força tremenda, pois sabemos que não estamos só, pois alguém, em algum hora, ou durante o dia está orando por nós. Mas perguntamos: o que habilita uma pessoa a ser um parceiro de oração? Gosto muito que Cindy Jacobs diz: Ter um compromisso sério com a oração; Confiabilidade (Isto é Fundamental); Capacidade em saber ouvir a voz de Deus e em compartilhar o que Deus lhe diz sem aquele tom intimidador.

PERIGOS QUE PODEM OCORRER NAS CÉLULAS DE ORAÇÃO

     1° Cuidado para não fazer da célula de oração um ministério de libertação, (lembre-se: célula de oração é para ser suporte uns dos outros);

     2° Demasiado tempo investido em compartilhar e pouco tempo para se orar;

     3° Tornar-se reunião de fofocas;

     4° Usar oração para agredir os outros;

     5° Torna-se um clube de admiradores mútuo;

     6° Encarar como uma carga;

     7° Usar simplesmente como refúgio de problemas;

     8° Falar de negócios e não de oração.

SUGESTÕES PARA AS CÉLULAS DE ORAÇÃO

     Comece seus períodos de oração com a Palavra de Deus; Aplique à sua vida o que ler; Personalize passagens bíblicas durante o período de oração; Banhe a sua alma na Escritura para aumentar a sua fé; Memorize versículos da Escritura que sejam úteis à sua fé; Use a Escritura para louvor e adoração ao Senhor; Use as orações e expressões de oração Bíblicas; Reivindique as promessas Bíblicas ao orar; Use a sua autoridade e a Escritura para repreender satanás; Pedir ao Espírito Santo para aumentar o desejo de orar; Peça a Deus para guiar você nos seus propósitos; Ore até que Deus levante o fardo ou lhe assegure que ouviu; Dê um lugar especial em sua lista de oração ao reavivamento e colheita.

“A oração do justo é poderosa e eficaz.”

No amor em Cristo,

Pr. Dalton Ramos

MARANATA JESUS!

 

Versículo do Dia

Sl 102:15

"Então os gentios temerão o nome do SENHOR, e todos os reis da terra a tua glória. "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

186 - NÃO PODEMOS ESQUECER DISSO NUNCA

       Vivam de modo tal que honrem a vocação que vocês têm, a saber: Vivam como eleitos de Deus, santos e amados, de coração compassivo, sendo bondoso para com...

31 - DE DEUS NÃO SE ZOMBA!

     Eis alguns homens que desafiaram a Deus:      JOHN LENNON: “O Cristianismo vai se acabar, vai se encolher, desaparecer. Eu não preciso discutir sobre isso. Eu estou certo...

94 - DEMÔNIOS NA BICICLETA?

     Esse relato foi encaminhado pelo Pastor Silas Quirino para estar no site. É um relato verídico. Pode ser que sirva de ajuda para muitas famílias.      Era dia...

189 - RETROCEDER NUNCA, DESISTIR JAMAIS!

     Estas palavras devem nos acompanhar para sempre em nossa vida cristã. São estas as palavras de um ator cinematográfico, mas que em sua vida diária as evidências não...

3 - LIÇÕES DE VIDA

        Um homem tinha quatro filhos. Ele queria que seus filhos aprendessem a não julgar as coisas tão rapidamente. Assim, ele os enviou com uma tarefa, um a um...