Bem-vindos à Igreja Evangélica Comunidade Encontros com Jesus

SINAIS DE APOSTASIA

     “Sabe, porém, isto: Nos últimos dias sobrevirão tempos difíceis; pois os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, sem afeição natural, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, atrevidos, orgulhosos, mais amigos dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando-lhe o poder. Afasta-te também destes. Porque deste número são os que se introduzem pelas casas, e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências; que aprendem sempre, mas nunca podem chegar ao conhecimento da verdade. E, como Janes e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade, sendo homens corruptos de atendimentos e réprobos quanto a fé. Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesta a sua insensatez, como também aconteceu com a daqueles.” II Timóteo 3:1-9

     Aplicação: Tempo de muita dor. Dor decorrente das ondas sucessivas de apostasia que estarão levando vários de nós.

     Medite, a partir de você, com o Espírito Santo, se as ondas da apostasia passarão sobre você. Faça com a humildade do Senhor Jesus.

1- “...pois os homens serão amantes de si mesmos (egoístas)...”: O amor a si mesmo no tempo do fim.

     Algumas Manifestações Desta Apostasia:

a) Ausência do Novo Mandamento; João 13:34,35; I João 2:6-11

b) Egoísmo: Busco primeiro o meu reino, a minha satisfação, tudo que me dá prazer; Mateus 6:33

c) Dificuldades para estar junto (comunhão uns com os outros) como Igreja (Grupo de Comunhão): não me esforço, não priorizo, não abro espaço, não “faço” tempo. Isto não é prioridade em minha vida; Filipenses 2:1-4

d) Rejeição, resistência a todo mandamento que envolva sacrificar o “eu”: vivo para mim. Sou o centro de minha vida. Estando eu bem, não me inquieto com o irmão. Minha alegria é minha alegria. Minha tristeza é minha tristeza. Juízes 6:13,15

e) Dificuldade de cultivar amizade: tenho dificuldade de ser amigo; vivo uma vida isolada dos demais membros do Corpo. Não compartilho decisões, necessidades, alegria, dor, sofrimento, conquista. Não participo com os irmãos na alegria, nas dores, nos sofrimentos dos irmãos, nas perdas, nas enfermidades, etc.; Salmo 55

f) Uso do “dia do Senhor para lazer”, o domingo. Usar o dia do Senhor é roubo. O dia não é nosso. Não foi feito para nós, mas para o Senhor. Todas as vezes que usamos o dia do Senhor para viagens e descanso pessoal, estamos nos prostituindo com nós mesmos, somos amantes de nós mesmos. A pergunta é: Já que estamos descansados, por que não pararmos em um dia da semana para descansar ou passear? A resposta é: Terei falta em meu trabalho ou deixarei de produzir/ganhar naquele dia. Assim pensamos porque em nossa concepção tempo é dinheiro. É melhor roubar o dia do Senhor do que perder dinheiro. Isto é apostasia; Hebreus 10:24-26

Continue Lendo . . .

Especial - A IGREJA NO TEMPO DO FIM

     Esta é uma hora de grandes movimentos. O mundo todo está num estado de revolta, e “visões mundiais” de todos os tipos estão prendendo a muitos. A grande questão é: estão essas “visões mundiais” em harmonia com a Palavra de Deus? O diabo pode dar “visão mundial” (Mt 4:8), e por essa razão é necessário que tenhamos nossa visão ajustada às condições que a Bíblia revela como as que caracterizariam os últimos dias.

     Vamos primeiramente olhar, de maneira breve, a mensagem do Senhor glorificado para Filadélfia, conforme registrado em Apocalipse 3:7-13, pois esta é a primeira referência à Sua “vinda breve” que encontramos nessas cartas às Igrejas.

A) - A VERDADEIRA IGREJA NO TEMPO DO FIM – Ap 3:7-13

               Note que:

1º) Será um tempo em que tudo ao redor dos cristãos será tão contrário para todo serviço do evangelho que somente o próprio Senhor estará apto a abrir portas para Sua mensagem e Seus mensageiros e mantê-las abertas (v. 7,8);

2º) Um tempo em que Seu povo terá apenas “pouca força” comparado às forças contra ele (v. 8b);

3º) Será um tempo em que o máximo que é possível será vitória negativa, isto é, a vitória do que eles não farão, e não do que eles são capazes de cumprir — “não negaste o Meu nome” (v. 8c).

4º) No mundo religioso será um tempo de confissão (v. 9) sem verdadeira comunhão com Deus;

5º) Será um tempo em que a única palavra que o Senhor falará ao Seu povo será “paciência”: “guardar a palavra da Minha paciência” (v. 10). Nada mais será possível. Nada de “progresso” ou “faça grandes coisas”, mas paciência. Nessa condição, da paciência de Deus trabalhada em Seus santos, Ele será capaz de mantê-los no “recôndito do Seu tabernáculo” durante as trevas que precedem a hora terrível que está por vir sobre a terra habitada (v. 10). Se o Seu povo é impaciente, eles não podem ser guardados de ser envolvidos nas tribulações e sofrimentos, pois a impaciência leva o crente para fora do cuidado poderoso de Deus, provavelmente mais do que qualquer coisa.

     O Senhor, portanto, fala: “como guardaste a palavra da Minha paciência, também Eu te guardarei”. Para os santos será também (v. 6) um tempo de conflito, no qual o preço da coroa está em risco. “Guarda o que tens para que ninguém tome a tua coroa” (v. 11).

B) - A CONDIÇÃO DO MUNDO NO TEMPO DO ANTICRISTO

     Agora vamos passar a ver as condições do mundo nos últimos dias, quando o anticristo tiver sido revelado, conforme registrado em Apocalipse 13:1-18. Aqui temos uma figura completa do reino do anticristo em dois aspectos: civil e religioso.

     Quando a “besta”, o anticristo, obtiver o trono do mundo, e “grande autoridade”, a condição das coisas, como descrita em Apocalipse 13, não terá chegado àquele ponto repentinamente, mas será o resultado climático de trabalhos forjados previamente por espíritos do anticristo (ver I Jo 2:18). Consequentemente, quanto mais perto chegamos da volta do Senhor, mais os crentes descritos na mensagem à Filadélfia se encontrarão à negra sombra do reinado vindouro da besta e serão capazes, à luz da Palavra de Deus, de ver progressivamente as evidentes características marcantes do terror por vir.

Continue Lendo . . .

PRESSÁGIOS A PARTIR DE 2015 EM DIANTE ATÉ FECHAR A DÉCADA PALAVRA PROCLAMADA NO DIA 21/12/14

Ezequiel 7; 14; 21; 28; 37; 47 e 48

     Em ralação ao nosso país, estado e principalmente a nossa cidade, que é uma força geradora de graça em toda a região; pois está para acontecer uma explosão em todas as áreas do país, estado e cidade, que mudará os rumos do país, estado e cidade. Esta explosão destruidora trará mudanças radicais em relação à igreja. Estamos recebendo alertas constantemente sobre as mudanças, nas áreas políticas, econômicas e principalmente religiosas “espiritual” – mas a maioria da igreja está distraída e irá fugir, se esconder, omitir a sua fé, apostatar, por não estar preparada para o confronto que está por vir, pois o mundanismo tem levado a igreja a ser inerte em sua missão. Por isso fique ALERTA!!!!

     Ao mesmo tempo terá uma deformação do caminho, do verdadeiro evangelho de Jesus Cristo, poucos se importarão em serem cristãos autênticos, porque ficarão com medo de perder a comodidade social e optarão em viver num caminho que se parece com o caminho santo, mas não é o verdadeiro e o que Deus o Pai tem para cada pessoa que se rende a Ele. Vão dar mais honra a pessoas estranhas que não têm uma comunhão como igreja, do que os verdadeiros domésticos da fé, por não viverem uma vida plena de discípulos, darão ouvidos a doutrinas de demônios e esquecerão da sã doutrina de Jesus, honrarão pessoas erradas. Cuidado!!!

     As casas (pequenas igrejas), as famílias que não forem radicais em sua vida com Jesus Cristo, estarão em um solo irregular, que sempre dificultará o caminhar da própria família – igreja, serão pessoas despreparadas para as guerras do Senhor, não conseguirão manter-se treinados(as) e aptos para a batalha, por não terem uma vida autêntica de oração, jejum e meditação da palavra de Deus e nem viverem como igreja de fato. Sendo assim permitirão a ação direta de nosferatos, este demônio satânico que luta para sugar as forças, anular a fé e o ânimo da igreja – família. – gostaria de lembrar que todo(a) guerreiro(a) de Deus, lavado pelo sangue de Jesus Cristo tem as armas da nossa guerra a sua disposição e principalmente a espada do Espirito. Pense nisso!!!

     Quando começar os momentos de perseguição tribulacional, muitos ficarão apavorados e tentarão fugir desesperados em vez de tomar uma posição de vitória.

     Nós (igreja) temos conhecimento do principado que governa o país, o estado e a nossa cidade, que são as ações pecaminosas que a nossa nação vive; temos que nos levantarmos neste tempo para golpearmos cada artéria que jorra fogo e enxofre do inferno sobre a igreja – famílias, tentando sugar, enfraquecer e trazer um certo desespero das situações que viveremos nestes últimos anos, até fecharmos a década. Temos que recapitular toda a nossa vida como igreja, para reagruparmos em nossa posição, tudo o que já fizemos na cidade, estado e País, desde atos proféticos, campanhas e projetos em que o Espírito Santo nos levou a fazer, e principalmente em nossa cidade, tudo tem que ser reacendido em nosso coração e nós com oração e súplica, reativando com muita intercessão esses atos proféticos. Reflita!!!

     Teremos momentos de grande regozijo, pois veremos muitas pessoas, sendo fortalecidas, pelas vitórias obtidas pelas ações proféticas golpeadoras da igreja contra as hostes das trevas. Muitos serão levados para o encontro com o Senhor para o céu (de fato morrerão) estarão recebendo as suas coroas de glórias nos céus com os santos e desfrutarão de toda a gloria que é reservada só para os Santos, mas os que não morrerem, a guerra continuará até o último golpe contra o dragão, a antiga serpente; isto pode durar mais alguns anos da próxima década até o fim, onde o inimigo será derrotado para sempre. Pense nisso!!!

Continue Lendo . . .

O DOMINGO É O DIA DO SENHOR JESUS?

Este fato é mera “RELIGIÃO” ou SINAL profético?

     Para alguns, especialmente nos dias de hoje, soa como religião... Pieguice... Fanatismo... Mas a Bíblia é a Bíblia.

     Todos os dias são do SENHOR. Ele fez cada dia. A Igreja do Primeiro Século reunia-se todos os dias. Todavia, ainda assim, eles entendiam o componente profético do Primeiro dia da semana como o DIA DO SENHOR, por ser este um testemunho diário e permanente da RESSURREIÇÃO de Jesus Cristo, até à Sua Volta.

     Como podemos saber disso? A história mostra que a própria sociedade teve que se curvar e estabelecer o domingo como feriado (isto se deu em torno do ano 300 d.c, através do imperador Constantino).

     Por que o Deus Vivo Triúno quis assim? Por que Ele estabeleceu 1 (um) dia específico (ainda que todos os dias sejam dEle, e não o aboliu e o selou com a ressurreição do Senhor)? O Senhor tem Suas razões, algumas das quais iremos entendê-las um pouco mais, somente na eternidade.

     Mas, o fato é que o domingo não é apenas para o descanso do corpo físico em si. O DOMINGO foi dado para REUNIRMO-NOS com Ele como Seu Povo, Sua Igreja, Sua família. Esta é a razão. É um dia para celebração A Ele, para celebração da Nova Criação. No seu sentido didático, ao terminar a criação, o Senhor parou para celebrar. O Sábado tinha este sentido: Celebrar ao Senhor pela criação. Não é que o Deus Vivo estivesse cansado. Esta ação apontava para a AÇÃO FUTURA FINAL, que ocorreria no Primeiro dia da semana - O DOMINGO. No domingo, REUNIMO-NOS para celebrarmos A NOVA CRIAÇÃO. Somente quem foi regenerado, recriado, vivificado, ressuscitado em Cristo e está na comunhão do Espírito Santo, discerne isto e vive ALEGREMENTE A DIMENSÃO profética permanente DESTE DIA.

     Em contrapartida, nada é mais agressivo à NOVA CRIAÇÃO, nada manifesta tanto a entrada da apostasia, do que o fato de começarmos a desprezar este ajuntamento dominical da Sua Igreja, que é o Seu Corpo (Quem não é Corpo de Cristo e de quem Jesus Cristo não é O cabeça, não se importa, de fato, com isso, ou seja, com a dimensão profética permanente do Primeiro dia da semana - Efésios 1:22,23).

     Isto não indica que este dia apenas basta. Isto não indica que não preciso reunir-me nos outros dias (como Congregação). Não. Devemos nos reunir tantos dias quantos pudermos. Mas, o domingo não é apenas para reunir-me. É necessário separá-lo para o Senhor. Isto significa que, na medida do possível, devo reservar todo o dia para dedicá-lo integralmente ao Senhor em adoração DIRETA A ELE. Isto É ADORAÇÃO DIRETA. Não deve haver mais nada entre nós e Ele: trabalho, lazer, estudos... etc. Este é o dia para dedicar-me à ADORAÇÃO DIRETA AO DEUS VIVO TRIÚNO.

     O Deus Vivo estabeleceu isto e eu necessito disto na minha constituição humana. Isto é uma questão de identidade. Esta é uma necessidade do meu físico, da minha psiquê e do meu espírito. Meu ser precisa disto.

     Este é um dia de ajuntamento SOLENE, de ASSEMBLEIA SOLENE (Salmos 89:6,7; 107:31,32; e todo o Livro do Profeta Joel). O que significa isto? É UMA CONVOCAÇÃO GERAL, da qual ninguém deve estar fora. Ninguém tem desculpa para estar fora... O próprio Deus interveio na história da humanidade para estabelecer, na sociedade, este dia como feriado. Este é um sinal profético que se cumpre todas as semanas.

     O que acontece no processo da apostasia e, acentuadamente, nos dia de hoje? Os próprios chamados cristãos estão fazendo o caminho inverso. Estão fazendo do domingo DO SENHOR um dia para lazer... Para trabalho (muitas empresas remuneram mais neste dia), estudos escolares, concursos (infelizmente todos são marcados aos domingos), entretenimento/lazer. O que é isto? Isto é apostasia. Isto é sinal de que o fim se aproxima.

     Qual a raiz deste desvio? Estas pessoas perderam a perspectiva da eternidade... Perderam a perspectiva da NOVA JERUSALÉM... PERDERAM O FOCO CELESTIAL DA VIDA EM CRISTO. Considere sempre, a postura natural de fidelidade ao Senhor, de TODOS os citados por Deus em Hebreus 11, ainda na Antiga Aliança, e o que Ele nos diz em Hebreus 12.

 Continue Lendo . . .

UM CLAMOR PROFÉTICO

     “Manifesta-te em mim, Jesus!” é um clamor. Um clamor da Casa de Oração; um clamor de quem é Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração.

O PAI PROCURA/BUSCA CASA DE ORAÇÃO/ADORAÇÃO

     Certamente nos lembramos do que Ele nos diz, no breve manual, no capítulo 7, a partir do verso 21.

     Jesus nos diz no verso 21: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que (ou, somente aquele que) faz a vontade do meu Pai que está nos céus.”É insubstituível a importância de lermos e recebermos em nosso espírito, o Breve Manual, dado por Jesus, aos seus discípulos que, a partir de Atos capítulo 2, seriam discípulos PLENOS. E então, para nós, que estamos após Atos 2, diante do Breve Manual, Mateus capítulos 5,6 e 7, neste tempo que antecede a sua volta.

     Precisamos ler, agora, sabendo que é parte do nosso preparo pessoal para a busca/oferta, ou oferta/busca, para que achemos graça diante de Deus, do Deus Vivo Triúno, de Yahweh, afim de que sejamos os que Ele busca. O Pai procura aqueles adoradores acerca dos quais Jesus dá a Revelação à humanidade inteira, em João 4:23 (19-24).

     Somente como Casa de Deus Casa de Oração/Adoração, alguém será a resposta à busca que o Deus Vivo Triúno faz. É inacreditável que seja tal como está escrito, tal como Jesus disse em João 4.23, a saber: “O Pai procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade”. Jesus está ensinando que a adoração em espírito e em verdade, não é vinculada a estruturas e formas religiosas, mas a uma identidade. Ele disse: “Não é neste monte nem em Jerusalém o lugar de se adorar...”.

     Jesus, então, está revelando, portanto, que esta é a razão por que o Pai, a triunidade o enviou: “O Pai busca adoradores...”. Todavia, somente mediante o Sangue de Jesus, tal como é a revelação que está em Hebreus capítulo 10 (19-22), alguém pode chegar ao Santo dos santos. Somente através do Sangue de Jesus, que é o novo e vivo caminho, alguém poderá ser reino de sacerdotes; ou, poderão ser reis e sacerdotes para reinarem com Cristo na Terra, como reis e sacerdotes (Ap 5:8-10; 1:5,6; I Pe 2:9; Mt 16:19 e 18:18-20), como nação santa, geração eleita. Como Casa espiritual para oferecer SACRIFÍCIOS ESPIRITUAIS AGRADÁVEIS AO DEUS VIVO TRIÚNO (I Pe 2:4,5) permanentemente e diariamente, em todo o tempo, às 24 horas do dia, tal como foi o estabelecimento do Tabernáculo de Davi, na correspondência com a expressão Tabernáculo de Davi, que está em Atos capítulo 15. E, para ser, assim, o cumprimento neste tempo, do tempo que começou em Atos 2, e cumprimento entre os gentios. É fantástica aquela revelação.

     Este cumprimento do projeto de Deus, para restabelecer e restaurar o Tabernáculo de Davi, iria ocorrer entre os gentios, os que não são a nação de Israel. Mesmo que sejam descendentes genéticos de Abraão, mas não são os descendentes de Isaque.

     Casa de Deus, casa de Oração/Adoração! Ah! Então vai incluir todos os que são, os que estão rendidos a Jesus, ou seja, os que o Pai encontra, os que o Pai busca...

     Então Jesus respondeu: “Deus é espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” Então, não é uma estrutura religiosa. E ele diz: “Não é neste lugar, lá no monte Geresim em Samaria, nem em Jerusalém, onde estava o centro para o culto judaico ser realizado. Ele diz: não é aqui e nem lá. Vem a hora! Jesus diz: “E já chegou!” Há quase dois mil anos.

Continue Lendo . . .

AS TENTATIVAS DA ANTIGA SERPENTE PARA MATAR O REMANESCENTE FIEL

     No mover da nuvem (Você se lembra dela em Números 9:15-23?), nesses últimos dois mil anos, e dentro deles, nós chegamos agora a 2014, em nosso calendário; pois nosso calendário se cumpre dentro do calendário de Deus; por isso que, quanto a dia e hora, no calendário de Deus, ninguém sabe de nada! Porém, Ele sabe, pois, Ele administra tudo, no tempo certo, na plenitude do tempo, da maneira certa, com as pessoas certas. Mas, sempre estas, as pessoas certas, são as que correspondem ao remanescente fiel. E é este remanescente fiel que é a Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração. Desde Atos 2, nós vamos também ver, tal como, lamentavelmente, vemos na história de Israel, também na história da Igreja, o problema da segunda geração e dos que se apostatam mesmo sendo primeira geração; mas Ele sempre preserva para Ele o remanescente fiel, até que Ele tenha Sua Igreja-Noiva completa. Então, Jesus voltará para as bodas, como está nas Escrituras. Esse remanescente fiel, amados, em cada geração, você vai descobrir no texto bíblico, que eles correspondem precisamente ao que Jesus traz, nos seus dias, em Mateus 21, dizendo que já estava escrito em Isaías 56, quase 8 séculos antes.

     O remanescente fiel em cada contexto, em cada momento da História, desde Gênesis 1 (e esta história é a história de Deus preparando a Sua Igreja, a Noiva), é descrito com as expressões que estão, por exemplo, em I Pedro 2:5-10. A História inteira é essa história. E, então, repito uma vez mais: em cada momento dela, o remanescente fiel, o Abel, o Sete, o Enos, e depois com menos informação, mas também, o Noé... e depois um grande salto: Abrão/Abraão. Em cada momento destes, ao longo da História; estes, todos estes, como está em Hebreus 11 (lembrando-nos de que Hebreus 11 começa no 10 especificamente; e, talvez pudéssemos, até ter como um grande sinal para Hebreus 11, a partir de Hebreus 10:19, e que não termina em Hebreus 11, mas vai aos primeiros versos de Hebreus 12. A Revelação que está em Hebreus 11 é concluída no início de Hebreus 12 e continua cumprindo-se no Remanescente Fiel, em cada geração, até Jesus voltar). Veja cada momento dessa história, que é a história do governo de Deus, do Deus Vivo Triúno, sobre a humanidade, em suas gerações. Quem é Ele? Santo, Santo, Justo, Justo... "Deus, de glória e poder Tu és...", como estamos sempre cantando.

     Em cada momento da História, quando a glória dEle Se manifestou, seja, pelo fato dos Seus serem assassinados, seja pelo fato de eles serem preservados, preservados da morte, serem preservados da corrupção, preservados da apostasia, de se escandalizarem contra Ele, contra Jesus (desde Gênesis, os que se escandalizaram, se apostataram; e isto que fizeram E CONTRA JESUS). Em cada geração, em cada contexto, em cada momento, estes, aqueles de Hebreus 11 e outros, todos que se moveram pela fé eram precisamente a Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração. Só que a revelação que está em Isaías 56, que Jesus traz em Mateus 21, já estando na Terra,é que esta Casa haverá de ser manifestada corporativamente como uma nação, como uma "espécie", como um reino, pois a nação real da Antiga Aliança falhou terminantemente, mas com a vinda de Jesus, mediante o sangue de Jesus, mediante a Nova Aliança, a nova aliança no sangue de Jesus (I Coríntios 11:25; Hebreus 10:19,20), você, agora, talvez possa captar um pouco mais sobre a questão dessa "refeição", (a Ceia) e a revelação do componente do Logos que diz acerca da comida, do pão e da bebida... Mas quando chega à bebida Ele diz: "...esse cálice é a nova aliança no meu sangue”. É a aliança para o remanescente fiel; é a aliança para a Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração. É no sangue dEle. Daí, o Espírito Santo é dado, não apenas para selar, mas para batizar, e então encher um por um destes; porém o Senhor continua enfrentando a mesma batalha conosco (comigo e com você) ao longo desses dois mil anos.

     OBS.: É em Atos 2 que começa o cumprimento efetivo da promessa de Isaías 56, que é atualizada por Jesus em Mateus 21 e Marcos 11. Agora, com o acontecimento de Atos 2, Deus pode começar a ter Sua Casa nos termos revelados por Jesus, e revelados pela Triunidade em Isaías 56. Você abre Atos 2, e a partir daí, encontra a Igreja sendo Casa de Deus, Casa de Oração/Adoração.

Continue Lendo . . .

Versículo do Dia

Gn 43:27

"E ele lhes perguntou como estavam, e disse: Vosso pai, o ancião de quem falastes, está bem? Ainda vive? "



by Estudo Bíblico

Família do Reino de Deus

218 - POR QUE JESUS DOBROU O LENÇO?

  O LENÇO DOBRADO (João 20:7)      Por que Jesus dobrou o lenço que cobria sua cabeça no sepulcro depois de sua ressurreição?      Eu nunca havia detido minha atenção a...

181 - GRATIDÃO

     O homem por detrás do balcão olhava a rua de forma distraída. Uma garotinha se aproximou da loja e amassou o narizinho contra o vidro da vitrine.    ...

188 - COMO VOCÊ QUER SER LEMBRADO?

     Uma situação na bíblia entre três homens de Deus nos chama muito à atenção. Digo a respeito de dois reis de Israel e de um líder da igreja...

19 - RELACIONAMENTO DE AMOR

      Ser de Cristo é muito mais do que uma religião ou um compromisso. É uma ligação de alta intimidade. É a cada dia uma nova descoberta de...

101 - O CRISTÃO DEVE COMEMORAR O DIA DOS NAMORADOS?

     Algumas reflexões intrigantes:      O cristão deve comemorar o dia dos namorados?      O dia internacional dos namorados é comemorado no dia 14 de fevereiro, em Portugal e...